Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão

Em suma defesa, Pertsev alegou que não teve a intenção de facilitar transações criminosas, mas sim oferecer uma ferramenta para aumentar a privacidade dos investidores de criptomoedas. Como exemplo, até mesmo Vitalik Buterin, criador do Ethereum, usou o Tornado Cash para doar dinheiro para a Ucrânia.

Alexey Pertsev, desenvolvedor do Tornado Cash, foi condenado a 5 anos e 4 meses de prisão na Holanda nesta terça-feira (14). Segundo as acusações, o mixer foi usado para lavagem de bilhões de reais em criptomoedas, grande parte dessa quantia ligada a hacks.

Apesar da prisão de Pertsev e do site do serviço ter sido derrubado, o Tornado Cash continua funcionando. Isso porque o sistema foi construído em cima de contratos inteligentes, rodando sem a necessidade de um ponto central.

Nas redes sociais, diversas pessoas se mostraram contra a condenação.

De origem russa, Alexey Pertsev foi preso ainda em agosto de 2022, mas sua sentença saiu apenas nesta terça-feira (14). Segundo o Rechtspraak, site holandês especializado no tema, o desenvolvedor foi condenado por lavagem de US$ 1,2 bilhão em Ethereum (ETH) ligados a 36 hacks diferentes, incluindo da Ronin.

Em suma defesa, Pertsev alegou que não teve a intenção de facilitar transações criminosas, mas sim oferecer uma ferramenta para aumentar a privacidade dos investidores de criptomoedas. Como exemplo, até mesmo Vitalik Buterin, criador do Ethereum, usou o Tornado Cash para doar dinheiro para a Ucrânia.

Independente disso, o juiz não aceitou suas desculpas e o condenou a 64 meses de prisão.

“O réu também estava ciente de que sua ferramenta estava sendo usada para atividades de lavagem de dinheiro.”

“O réu estava ativo em vários grupos de chat. Nestes grupos, discutiram os ataques em que Ether tinha sido roubado. Também discutiram criptomoedas com origem criminosa sendo depositadas no Tornado Cash”, escreveu o Rechtspraak sobre a decisão. “O réu aceitou o risco do uso simples, ilimitado, previsível e evidente por criminosos.”

Além disso, as autoridades também confiscaram um veículo da marca Porsche e R$ 10,5 milhões em criptomoedas.

Comunidade reage à sentença

Nas redes sociais, muitas pessoas se mostraram contrárias à decisão. Como destaque, uma delas notou que bancos também são usados por criminosos, mas que nenhum banqueiro é condenado por isso.

“A conclusão da acusação contra o Tornado Cash é insana”, escreveu uma investidora no Twitter. “Se o código aberto é considerado criminoso quando criminosos o utilizam, então o que dizer das moedas fiduciárias? E os bancos? E a língua inglesa? Dizem que discurso de ódio é crime.”

Dado a sentença, é possível que até mesmo Satoshi Nakamoto seria preso, afinal criminosos também usam o Bitcoin por não ter nenhuma censura ao nível do protocolo. Por sorte, ou sabedoria, o desenvolvedor do Bitcoin desapareceu sem nunca ter revelado sua identidade.

Por fim, o ataque à privacidade é global. Nos EUA, recentemente um desenvolvedor da Samourai Wallet, uma carteira focada em privacidade, foi preso e está aguardando seu julgamento.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias