Dólar perdeu 99,99% do seu valor em relação ao Bitcoin

-

Siga no
Impressão de Dólar pelo FED
Impressão de Dólar pelo FED
Anúncio

O preço do Bitcoin aumentou quase 170.000% nos últimos sete anos, isso fez com que o dólar americano perdesse quase 99,99% de seu valor em relação à moeda digital. A tendência é surpreendentemente semelhante ao comportamento da Alemanha durante a hiperinflação dos anos 20.

Muitos analistas tentaram comparar a volatilidade dos ativos digitais, especialmente do Bitcoin, com os dos mercados tradicionais, como ações e títulos, mas nunca conseguiram encontrar uma correlação que explicasse a trajetória dos preços.

No entanto, um gráfico publicado recentemente encontrou semelhanças. De acordo com o analista de criptomoedas, planB , o preço do dólar americano em relação ao Bitcoin diminuiu em 99,99% desde 2011.

Anúncio

O gráfico comparou a relação entre o Bitcoin e dólar com o Papiermark da Alemanha e seu antecessor, o Goldmark. Introduzido no Império Alemão em 1873; O Goldmark era uma moeda lastreada em ouro até ser substituída pelo Papiermark em 1914. A Papiermark foi a moeda alemã a partir de 1914, quando o vínculo entre o ouro foi abandonado.

A eclosão da Primeira Guerra Mundial rompeu o elo entre o Goldmark e o ouro, o que levou à mudança para o papel-moeda. Como resultado, a Papiermark se tornou um símbolo da hiperinflação da década de 1920.

Valor do dólar contra o Bitcoin segue trajetória do Papiermark

O gráfico do PlanB mostrou que o desempenho do Bitcoin em relação ao dólar nos últimos oito anos parece incrivelmente similar aos últimos cinco anos da desvalorização do Papiermark. Segundo o gráfico, uma Papiermark era praticamente igual a uma Goldmark no início de 1918. Em 1923, no entanto, uma Goldmark valia um trilhão de Papiermarks.

O analista comparou os eventos à flexibilização quantitativa dos dias modernos, uma política em que os bancos centrais aumentam a oferta monetária comprando títulos do governo ou outros ativos financeiros.

Embora muitos especialistas estejam divididos sobre se o Bitcoin poderia ou não substituir o ouro como a reserva definitiva de valor, as criptomoedas viram um aumento no uso em países que lutam contra a hiperinflação, como a Venezuela. Além disso, os problemas de escalabilidade do Bitcoin fizeram muitos questionarem seu uso como um sistema de pagamento universal. Outros, no entanto, argumentaram que seu reconhecimento e valor de mercado lhe darão um lugar chave na economia do futurofutura.

Ouro 2.0

Brendan Blumer, CEO da Block.one, argumentou que a capacidade do Bitcoin de ser uma reserva de valor irá remover qualquer necessidade de escalonamento, e chamou a criptomoeda de “Ouro 2.0”.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Obras públicas do Ceará terão blockchain para medição

As obras públicas que forem feitas pelo estado do Ceará terão o uso da tecnologia blockchain como mediadora. Com essa ferramenta então o governo...

JPMorgan começa a testar criptomoeda, após registro no Brasil

O grande banco JPMorgan, que recentemente pediu um registro no Brasil para sua carteira, agora começa a testar sua criptomoeda. De acordo com a...

Candidata a prefeita pelo PT no Rio quer criar “Moeda Carioca”

A candidata a prefeita pelo PT no Rio de Janeiro, Benedita da Silva, quer criar uma Moeda Carioca caso vença as eleições. Em 2020,...