Dominância do Bitcoin já ultrapassa 55% com crise do Tether

Maior dominância do Bitcoin em 2019!

Siga no

O mercado de criptomoedas tem passado por um período de consolidação de preços nos últimos dias. Certamente que a crise instaurada pelo Tether e Bitfinex desincentivou um movimento de touro (subida de preços). Com isso, os principais movimentos do mercado de criptomoedas levaram ao aumento da dominância do Bitcoin, que já é de 55% no momento da escrita deste.

Entretanto, mesmo com a crise, o mercado de criptomoedas não teve uma grande derrocada de preços. Isso porque qualquer notícia ruim sobre o Tether já era esperada há um certo tempo, podendo os investidores já terem precificado esse risco.

Dominância do Bitcoin mostra o maior hedge das criptomoedas

Com o Bitcoin (BTC) já dominando mais da metade do mercado de criptomoedas, as altcoins perderam valor. Isso mostra que o chamado ouro digital é a preferência em tempos de incerteza.

O atual momento mostra uma cautela de muitos que acompanham as criptomoedas. Alguns acreditam que uma queda nos preços pode ocorrer. Entretanto, outros acreditam que o Bitcoin pode estar se recuperando para uma nova subida.

De acordo com dados do CoinMarketCap, o Bitcoin possui 55% da dominância do Bitcoin. Além disso, o mercado no fim de abril já perdeu quase U$ 20 bilhões de valor.

Fonte: CMC
Fonte: CMC

Em 2019, este é o maior registro da dominância do Bitcoin

Durante o ano de 2019, o patamar de dominância do Bitcoin flutou em grande parte acima de 50%. Isso porque durante todo o ano até, traders podem ter preferido o BTC em detrimento das altcoins (criptomoedas alternativas).

Além disso, um dado que chama atenção é que no dia 29 de abril de 2019, o Bitcoin rompeu pela primeira vez os 55% de dominância. Isso comprova que no primeiro quadrimestre o Bitcoin é a principal criptomoeda na preferência mundial.

Fonte: CMC
Fonte: CMC

Finalmente, além deste ser o ano que completou 10 anos de existência, o Bitcoin passa em 2019 por um ano de análise. Após passar pelo maior período de queda de preços da história, especula-se que em 2020 um halving poderá impulsionar os preços da moeda. Até lá, a moeda se mostra resiliente em abril de 2019, com muito a ser explorado na tecnologia para uma nova corrida de alta de preços.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Roberto von der Osten, da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT)

Bitcoin é inevitável, diz sindicalista da CUT

O sindicalista Secretário de Relações Internacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Sistema Financeiro (CONTRAF-CUT), Roberto von der Osten, disse em um programa de...

Axie Infinity não pagará mais jogadores iniciantes

Axie Infinity ainda é um dos grandes sucessos dos jogos blockchain, representando uma oportunidade para muitos conseguirem ganhar enquanto jogam. No entanto, novas mudanças...
Bitcoin e criptomoedas em ETF

NASDAQ indica que ETF de Bitcoin pode ter sido aprovado, preço dispara

Os investidores de Bitcoin tem aguardado ansiosamente por uma possível aprovação de um ETF de Bitcoin, o que poderia fazer o preço do ativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias