Elon Musk pode investir em bitcoin após vender todos seus bens físicos?

Musk já deu muitos sinais de que, pelo menos, está por dentro do que acontece no mercado das criptomoedas, principalmente o Bitcoin.

Siga no

Elon Musk é um dos principais nomes no setor da tecnologia, além de ser o fundador do PayPal, Tesla e da SpaceX, ele também é uma grande personalidade midiática. Muitas vezes ele já demonstrou acompanhar e até mesmo gostar do mercado de criptomoedas.

Isso tudo fez com que a comunidade desconfiasse que ele vai comprar muitos bitcoins após afirmar que iria “vender todos os seus bens físicos”

Tudo começou com o seguinte tuíte:

“Eu estou vendendo quase todas as minhas posses físicas. Eu não vou ser dono de nenhuma casa.”

O tuíte foi feito em meio a uma das melhores movimentações do Bitcoin nos últimos meses, tendo se recuperado da queda gigantesca de março.

Elon Musk também está no centro das atenções, após ter tido a sua primeira filha e ter dado um nome mais do que criativo para a criança (X Æ A-12, sim, é sério).

Elon Musk Imagem: Youtube/Reprodução

Até o momento, Musk tem apenas 0.25 BTC em sua posse, no entanto, a comunidade de criptomoedas não perdeu as esperanças de que o bilionário invista na moeda digital. Afinal, se ele está se livrando de seus bens físicos, porque não investir no maior ativo digital da década?

Musk já deu muitos sinais de que, pelo menos, está por dentro do que acontece no mercado das criptomoedas, principalmente o Bitcoin.

Elon Musk e o Bitcoin

Recentemente o bilionário esteve presente em uma discussão sobre o Bitcoin, após ter tuitado que o “preço das ações da Tesla está alto demais”. A comunidade de criptomoedas chegou a responder, afirmando que o preço do Bitcoin estava baixo demais.

Incentivado por muitos a “comprar Bitcoin”, Musk chegou a brincar perguntando qual é o preço de um “Bitcoin de Anime”.

Apesar de tudo ser uma brincadeira por parte do empreendedor, a aproximação dele com a comunidade de criptomoedas é bem interessante. Ele pode até nunca comprar Bitcoin (o que é difícil, considerando que ele sabe fazer dinheiro), mas os seus tuítes ajudam a levar o BTC para um público cada vez maior.

Curiosamente, a presença de Musk no criptomercado é tão grande que ele já foi o CEO da DogeCoin por um dia, durante uma brincadeira realizada pela comunidade da criptomoeda.

Logo após o tuíte sobre “As ações da Tesla estavam caras demais”, o preço do ativo despencou, fazendo com que muitos ficasse bravos com as palavras de Musk.

Durante esse mesmo período o Bitcoin alavancou e alcançou a casa dos US$ 10 mil, antes de uma leve correção.

Leia mais sobre:
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

“Nunca emprestamos dinheiro para a Singu”, diz BitcoinTrade em caso da Natura e Tallis...

A Natura é uma das empresas mais conceituadas do Brasil e um investimento considerado seguro por muita gente. Como qualquer outra ação, os títulos...

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Visa lança cartão de crédito com cashback em bitcoin

Agora você pode receber 1.5% de cashback em bitcoin por compras efetuadas por meio de um novo cartão de crédito lançado pela Visa em...