Em meio a otimismo com vacina, dólar cai, bitcoin sobe

Bitcoin pode ter conquistado ainda mais espaço como uma reserva de valor, superando até mesmo o dólar.

Siga no

O final de 2020 está sendo um momento bem emblemático para o Bitcoin, marcando um novo recorde de preço por onde os próximos anos irão se basear ou, na melhor das hipóteses, o começo de uma alta para níveis ainda mais altos. Ainda estamos tendo bons sinais de alta na moeda e o anúncio da aprovação da vacina de Oxford no Reino Unido aumentando o sentimento de ganancia e risco dos investidores.

Em um momento com o mercado com um sentimento de risco mais elevado, podemos esperar cada vez mais compras dos investidores querendo obter lucros com a valorização da moeda.

Enquanto todas as notícias de vacinas ajudam o mercado, a vacina produzida no Reino Unido possui algumas vantagens em relação a localização e distribuição.

Hani Redha, um gerente de portifólios diversificados na PineBridge, foi citado pelo site NewsBTC dizendo:

“Esse é um desenvolvimento muito importante na luta global contra a pandemia. Diferente de seus semelhantes, a Vacina AstraZeneca-Oxford vai ter mais doses para ser transferida entre países em desenvolvimento com temperaturas relativamente mais altas. Apenas o número de doses e a facilidade de distribuição em países em desenvolvimento a tornam muito importante.”

Com isso, o positivismo do mercado em relação aos ativos de maior exposição à riscos, fez com que investidores buscassem lucros com o Bitcoin, fazendo o balanço entre Medo e Ganancia ficarem ainda mais propensos ao verde.

Recente índice de Medo e Ganancia mostra que o Bitcoin está em área de Ganancia Extrema.

Dólar continua perdendo e Bitcoin no caminho para US$ 30 mil

O Índice do Dólar dos EUA, que demonstra a força relativa do dólar em relação a outras moedas fiduciárias, caiu para o valor mais baixo desde abril de 2018. Isso colocou o dólar para uma mínima com a moeda não sendo uma boa reserva de valor.

Esse é um fato interessante porque um dos motivos para o Bitcoin estar tão valorizado é que ele poderia ser uma reserva de valor durante a crise e a insegurança do futuro (o que é verdade). Mas o dólar sempre demonstrou se recuperar com notícias sobre vacinas e a possibilidade do fim dessa crise de saúde enquanto outros ativos perdiam fôlego.

Isso mostra que, o Bitcoin pode ter conquistado ainda mais espaço como uma reserva de valor, superando até mesmo o dólar.

No médio e no longo prazo, esse é um sentimento positivo para as criptomoedas. Com o recente aumento no fluxo de entrada no mercado, o Bitcoin não demonstra nenhuma resistência até os US$ 30 mil.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Pelé terá coleção NFT na plataforma Ethernity

Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, é o mais famoso jogador de futebol da história e é um grande ícone para os...

Rothschild investe R$ 26 milhões em Ethereum

A Rothschild Investment adquiriu mais de 265.302 ações da Grayscale Ethereum Trust, marcando seu primeiro investimento em Ethereum, o ativo digital nativo da plataforma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias