Empresa cripto lança o livro mais caro do Brasil

O livro tem 21 capítulos, com títulos como "O Ministério da Cultura de Nakamoto", "Carpe Millennium" e "Um Tratado de Paz Assinado On-Chain".

A Paradigma Education, eleita no Brasil como a melhor casa de pesquisa de criptomoedas do país em 2023, lança nesta segunda-feira (18) um livro que custa R$ 6969,69. A obra é uma antologia de textos sobre a tecnologia, economia e cultura por trás do Bitcoin. Nenhum livro listado à venda na Amazon supera tal preço.

De acordo com comunicado enviado ao Livecoins, o livro tem tiragem de apenas 50 unidades, todas com capas diferentes. Cada uma carrega um chip eletrônico embutido, que funciona como uma carteira de criptomoedas. Dentro dela, vem um NFT, que pode ser lido pelo celular, e que confere acesso vitalício ao plano de assinatura da empresa.

O livro “Um café com Satoshi” foi escrito por Felipe Sant Ana, co-fundador da Paradigma, e o prefácio é escrito por Fernando Ulrich, autor do 1º livro do país sobre Bitcoin, 10 anos atrás.

“Sempre quis ter na minha biblioteca um livro que exaltasse os aspectos mais inconvencionais do Bitcoin. Algo que eu pudesse mostrar pra uma visita e deixar ela maravilhada com a criptomoeda — em vez de sobrecarregada de jargões, ou confusa” — Felipe explica.

O livro tem acabamento fino, com bordas laranjas, fitilho, infográficos e uma sobrecapa pra emoldurar.

Um Café com Satoshi (Imagem: Reprodução)
Um Café com Satoshi (Imagem: Reprodução)

Um café com Satoshi — O livro mais caro do Brasil

Felipe diz que é o primeiro livro verdadeiramente “figital” do país. Isto é, com um lado físico, e um lado digital, sendo ambos inseparáveis. “Não é só um NFT que você ‘troca’ por um objeto físico; ou um objeto que traz ‘de brinde’ um NFT. O livro é literalmente uma carteira de cripto, com um NFT intransferível, que é como sua ‘alma digital'”.

O preço choca, mas Felipe desconversa: “As pessoas pagam muito mais por figuras de macacos virtuais. E o plano vitalício sai mais barato que a média do mercado”.

Uma versão digital da obra, para Kindle, será lançada de graça no dia 3 de janeiro — aniversário de 15 anos do Bitcoin. Felipe diz que o contrassenso é intencional:

“Cripto serve pra experimentar com novos modelos pra produção de conteúdo. Nesse caso, monetizar o aspecto colecionável de um artefato raro… e fazer com que essa ‘patronagem’ subsidie a livre distribuição do conhecimento subjacente”.

O livro tem 21 capítulos, com títulos como “O Ministério da Cultura de Nakamoto”, “Carpe Millennium” e “Um Tratado de Paz Assinado On-Chain”. O projeto gráfico é da Polar, LTDA. As fotografias são da Beatriz Pinho.

Mais detalhes sobre a obra podem ser encontrados em www.cafecomsatoshi.com.br.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Formado em Ciência da Computação e profissional de segurança da informação há mais de 10 anos. Escreve sobre Bitcoin desde 2012. Tradutor do site Bitcoin.org

Últimas notícias