ERC404, conheça a tecnologia por trás de criptomoeda que valorizou 12.000% em 7 dias

Os altos retornos também significam que esse é um projeto de risco. No GitHub da Pandora, os próprios desenvolvedores alertam que “este padrão [ERC404] é inteiramente experimental e não auditado”. Portanto, um simples bug pode abalar os investimentos que, até agora, estão indo muito bem.

Lançada no dia 2 de fevereiro, há exatamente uma semana, a criptomoeda Pandora (PANDORA) está chamando a atenção do mercado após valorizar 12.000% no período. Talvez mais interessante que isso é o novo padrão apresentado pelo projeto, o ERC404.

Embora ainda seja citado como “experimental” pela própria equipe, o ERC404 funciona como uma mescla dos padrões ERC20 e ERC721. Em bom português, isso significa uma fusão dos contratos inteligentes por trás tokens normais (ERC20) e NFTs (ERC721).

Atualmente o principal objetivo dos desenvolvedores é fracionar NFTs. Ou seja, milhares de pessoas podem dividir um único NFT, o que pode ser interessante no caso de JPEGs caros, gerando maior demanda e aumento dos preços.

Essa divisão já existia. O maior exemplo é o The Merge, que foi dividido em 312.686 partes e vendido por um total de R$ 480 milhões. Ele foi considerado o NFT mais caro da história. No entanto, essa divisão dependia da administração de terceiros, algo que o ERC404 promete solucionar.

Em conversa com o CoinDesk, publicada nesta sexta (9), um dos desenvolvedores da Pandora comentou sobre isso enquanto explicava as motivações por trás da criação do padrão ERC404.

“Investidores de criptomoedas odeiam atrito.”

“Todas as soluções anteriores ao ERC404 tinham muito atrito e geralmente eram uma solução de wrapping (embrulhamento) que abstraía o NFT original que as pessoas queriam fracionar ou tornar líquido”, disse ‘ctrl’, desenvolvedor da Pandora, ao Coindesk. “Os colecionadores odiaram isso e isso limitou significativamente a adoção. Os ERC404 têm essas funções por padrão e não dependem de protocolos e soluções confusas de terceiros.”

Pandora, primeiro ERC404, valoriza 12.000% em uma semana

O maior exemplo de que o padrão ERC404 realmente interessa investidores é a valorização da Pandora (PANDORA), primeiro projeto a testar essa nova tecnologia. Em apenas uma semana de negociação, seu preço subiu 12.000%. Ou seja, quem investiu R$ 1.000 na sexta-feira passada está agora com R$ 120.000.

Outro detalhe que chama atenção é o preço da moeda, atualmente na casa dos US$ 25.500 (R$ 126.500) devido ao baixo número de moedas existentes, apenas 8.000. Como comparação, o Bitcoin possui 21 milhões de unidades e a Dogecoin 143 bilhões.

De qualquer forma, o valor de mercado da Pandora é pequeno, US$ 204 milhões, ainda longe dos US$ 925 bilhões do BTC e dos US$ 11,6 bilhões da DOGE.

Pandora (PANDORA), primeira criptomoeda utilizando o padrão ERC404, valorizou 12.000% em 7 dias. Fonte: DexTools/Reprodução.
Pandora (PANDORA), primeira criptomoeda utilizando o padrão ERC404, valorizou 12.000% em 7 dias. Fonte: DexTools/Reprodução.

Os altos retornos também significam que esse é um projeto de risco. No GitHub da Pandora, os próprios desenvolvedores alertam que “este padrão [ERC404] é inteiramente experimental e não auditado”. Portanto, um simples bug pode abalar os investimentos que, até agora, estão indo muito bem.

Novas criptomoedas copiam padrão ERC404

Devido ao sucesso da Pandora (PANDORA), outros projetos copiaram sua tecnologia. No total, já existem pelo menos 13 criptomoeda utilizando o padrão ERC404, a lista completa pode ser encontrada em sites como CoinMarketCap, que também já se atualizaram sobre a novidade.

Maiores criptomoedas utilizando novo padrão ERC404. Fonte: CoinMarketCap.
Maiores criptomoedas utilizando novo padrão ERC404. Fonte: CoinMarketCap.

No entanto, é necessário estar atento a golpes. Afinal, novas tendências são sempre exploradas por golpistas. Sendo assim, o investidor deve realizar uma pesquisa minuciosa tanto sobre os riscos do ERC404, ainda considerado experimental, quanto sobre os projetos em si.

Por fim, esse é um exemplo de como a cultura do código-aberto incentiva desenvolvedores a oferecerem soluções para problemas existentes no mercado, o que explica o sucesso das criptomoedas no geral.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias