Os 10 NFTs mais caros da história

Em um estudo, o CoinGecko reuniu os 10 NFTs mais caros já negociados no mercado até hoje. Tal lista é dominada pela coleção CryptoPunk, aparecendo várias vezes neste top 10. Entretanto, seus preços ainda estão bem longes dos NFTs que aparecem no topo deste ranking.

Embora o primeiro NFT tenha sido criado ainda em 2014, sua popularidade cresceu apenas nos últimos anos. Em janeiro deste ano, por exemplo, o termo NFT quase ultrapassou a palavra Bitcoin nas buscas do Google.

Quando ao que define o valor de um NFT, o CoinGecko aponta que isso é determinado por oferta e demanda, assim como qualquer outro ativo no mundo. Dado isso, vamos à lista dos 10 NFTs mais caros de todos os tempos.

Lista dos 10 NFTs mais caros de todos os tempos

10. CryptoPunk #3100 — US$ 7,6 milhões (R$ 39,75 milhões)

CryptoPunk 3100
CryptoPunk #3100

Abrindo a lista, fica evidente que os colecionadores de NFT e os amantes da arte adoram os CryptoPunks. O CryptoPunk #3100 é o 10º NFT mais caro da história. Em 11 de março de 2021, ele foi vendido por US$ 7,6 milhões (R$ 39,75 milhões).

A peça apresenta um avatar especial de Alien com uma faixa branca e azul. Existem apenas 450 de 10.000 punks com faixas de cabeça, e é provavelmente por isso que esta peça foi negociada por tal preço.

9. CryptoPunk #5577 — US$ 7,7 milhões (R$ 40,27 milhões)

CryptoPunk 5577
CryptoPunk #5577

O CryptoPunk #5577 demonstrou que o frenesi dos NFTs não parou em 2021. Em fevereiro de 2022, essa peça foi vendida por US$ 7,7 milhões (R$ 40,27 milhões). Este NFT possui um chapéu de cowboy e foi comprado por Robert Leshner, fundador da Compound Finance.

8. CryptoPunk #4156 — US$ 10,26 milhões (R$ 53,66 milhões)

CryptoPunk 4156
CryptoPunk #4156

CryptoPunk #4156 é o oitavo NFT mais caro de todos os tempos e um dos CryptoPunks mais reconhecidos no universo dos NFTs. Afinal, o artista Beeple usou este Punk em uma de suas peças de arte, mas o #4156 também fez parte do Nouns — outro grande projeto NFT conhecido por seu lançamento exclusivo e preços astronômicos.

O CryptoPunk #4156 foi vendido em 21 de dezembro de 2021 por incríveis 10,26 milhões de dólares (R$ 53,66 milhões) após alguma disputa com os criadores sobre os direitos de comercialização. Seu proprietário original, havia pago US $ 1,25 milhão (R$ 6,54 imlhões) antes de vendê-lo nove meses depois com um lucro de quase dez vezes.

7. TPunk #3442 — US$ 10,5 milhões (R$ 54,92 milhões)

tpunk tron
TPunk #3442

A Tron é uma das blockchains que possui suas próprias versões dos CryptoPunks. Embora os TPunks normalmente não sejam negociados por valores altos, Justin Sun, cofundador da Tron, comprou o TPunk #3442 por US$ 10,5 milhões (R$ 54,92 milhões) em agosto de 2021. O TPunk #3442 lembra bastante o personagem Coringa.

Objetivamente, não parecia que este TPunk valesse tanto, mas o status de Justin Sun definitivamente contribuiu com estes números. No final, Sun doou o NFT para o APENFT, um projeto baseado na Tron e dedicado à tokenização de obras de arte em blockchain.

6. Alien CryptoPunk #7523 — US$ 11,75 milhões (R$ 61,45 milhões)

alien CryptoPunk 7523
Alien CryptoPunk #7523

O CryptoPunk #7523 está entre os nove punks alienígenas criados pela Larva Labs. Sua aparência de máscara médica também lhe dá relevância especial ao período de pandemia da Covid-19, que é uma das principais razões pelas quais Shalom Meckenzie, o maior acionista da DraftKings, pagou impressionantes US$ 11,75 milhões (R$ 61,45 milhões) durante o leilão “Natively Digital” da Sotheby’s.

Além disso, o CryptoPunk #7523 tem outros acessórios especiais como brincos (apenas 2559 punks têm brincos) e um gorro de tricô (apenas 419 punks têm gorros de tricô).

5. CryptoPunk #5822 — US$ 23,7 milhões (R$ 123,95 milhões)

CryptoPunk 5822
CryptoPunk #5822

Este é o CryptoPunk NFT mais caro já vendido. Os CryptoPunks são uma coleção de 10.000 avatares criados em 2017 pela Larva Labs no Ethereum. Desde então, eles se tornaram referência para outros projetos de fotos de perfil de NFT, estimulando todo um ecossistema — incluindo o Bored Ape Yacht Club.

O CryptoPunk #5822 foi comprado por Deepak Thapliyal, CEO da Chain, por US$ 23,7 milhões (R$ 123,95 milhões) em fevereiro de 2022. Este NFT foi negociado por tal valor porque faz parte da edição mais rara da série — apenas nove dos 10.000 punks possuem este estilo. Além disso, esta peça é uma das únicas 333 com bandana.

4. HUMAN ONE — US$ 28,9 milhões (R$ 151,15 milhões)

beeple human one
Human One — Beeple

Esta é a primeira obra de arte do mundo real do artista Beeple — uma escultura em movimento 3D com quatro telas. Ela mostra um filme infinito de um astronauta explorando locais em diferentes momentos. O NFT HUMAN ONE revela a determinação artística do criador fora do espaço digital. Acredita-se que a inspiração por trás dele tenha origem em testes que mesclam várias televisões em várias formas e padrões.

É importante notar que esta peça muda com o tempo. Embora Beeple não tenha os direitos de propriedade do HUMAN ONE, ele o acessa remotamente e o atualiza regularmente. A peça recebeu um lance de US$ 25 milhões no leilão da Christie’s em novembro de 2021, totalizando US$ 28,9 milhões (R$ 151,15 milhões) após a inclusão das taxas.

3. Clock — US$ 52,7 milhões (R$ 275,62 milhões)

clock nft
Clock — Pak

O Clock é o terceiro NFT mais caro a ser negociado e tem uma história um pouco excêntrica. Esta é uma criação do artista PAK, que pretendia arrecadar fundos para a defesa de Julian Assange após sua controversa prisão em 2019.

Assange ainda está preso sob a acusação de espionar o governo dos EUA, principalmente pela ligação com o site WikiLeaks, criado por ele. A peça é basicamente um relógio que mostra há quantos dias Assange está preso.

O NFT Clock foi vendido por US$ 52,7 milhões (16.953 ETH — R$ 275,62 milhões) em fevereiro de 2022 para a AssangeDAO, uma organização autônoma descentralizada (DAO). Além de projetar o Clock, os criadores também permitiram que as pessoas desenvolvessem uma série de NFTs com mensagens censuradas gratuitamente. Os lucros desta coleção são enviados para organizações pró-liberdade escolhidas pelos criadores.

2. The First 5000 Days — US$ 69,3 milhões (R$ 362,44 milhões)

beeple first 5000 days
The First 5000 Days — Beeple

Chamado The First 5000 Days (Os primeiros 5.000 dias), este é o segundo NFT mais caro a ser negociado até o momento. Ele foi projetado por Michael Winkelmann, artista digital mais conhecido como apelido Beeple. A peça foi vendida na Christie’s, seu primeiro lance estava na casa dos 100 dólares, mas o este valor aumentou rapidamente nos lances seguintes.

Conforme Beeple era conhecido pelos usuários de criptomoedas, principalmente por suas grandes vendas, como o Crossroads, em apenas algumas horas este NFT já estava recebendo ofertas superiores a 1 milhão de dólares. Em 21 de fevereiro de 2021, Beeple aceitou uma oferta de US$ 69,3 milhões (R$ 362,44 milhões) pela peça. MetaKovan, fundador e CEO da Metapurse, um fundo de investimento de NFT, foi o comprador.

1. The Merge — US$ 91,8 milhões (R$ 480,11 milhões)

pak the merge
The Merge — Pak

The Merge é uma obra de arte virtual projetada por um artista desconhecido apelidado de Pak. Foi leiloado em 6 de dezembro de 2021 por US$ 91,8 milhões (R$ 480,11 milhões) no mercado Nifty Gateway. Contudo, vale notar que o The Merge foi dividido em 312.686 partes e para 28.983 investidores. Em outras palavras, este NFT é formado por fragmentos.

O NFT The Merge compreende três grandes massas brancas contendo um fundo preto. Conforme mais investidores adquirissem tal massa, maior esta se tornava. Além disso, a peça possui um mecanismo de escassez embutido, que garante que sua oferta de tokens diminua com o tempo. Quando transferido, cada token do The Merge se une ao token do endereço do destinatário, gerando mais massa e um único token.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias