Estado dos EUA aprova lei para bancos oferecerem custódia de Bitcoin

Logotipo do Bitcoin em fachada de Banco.
Logotipo do Bitcoin em fachada de Banco.

Na última quinta-feira (3), o estado da Virgínia, nos EUA, aprovou o projeto de lei que permite que bancos ofereçam custódia de Bitcoin e outras criptomoedas para seus clientes.

Apresentado no início de janeiro deste ano, o projeto de lei foi agora aprovado de forma unânime, com 36 votos. Mostrando que a visão sobre as criptomoedas está ótima e longe dos velhos mitos de que elas são utilizadas apenas por criminosos.

Embora a filosofia das criptomoedas tenha foco na independência do indivíduo, muitos ainda sentem-se inseguros e preferem recorrer a terceiros para tomar conta de seu dinheiro. Por conta disso, este pode ser um grande passo rumo a maior adoção das criptomoedas.

Bitcoin em bancos

Como dito acima, algumas pessoas podem estranhar a necessidade do uso de bancos para armazenar criptomoedas. Afinal, tais usuários perderiam diversos benefícios das mesmas, ficando dependentes de tais serviços, por exemplo. Como também arriscando terem seu dinheiro congelado, como aconteceu no Canadá.

Contudo, a ideia de que bancos trabalhariam com criptomoedas — assim como trabalham com moedas fiduciárias — é um assunto bem antigo. Na verdade, até mesmo Hal Finney, considerado por muitos como sendo Satoshi Nakamoto, deu sua opinião sobre o assunto há 11 anos, em 2011.

“Você ri, mas prevejo que os bancos de Bitcoin com reserva fracionária existirão. Eles vão fazer empréstimos e pagar juros, assim como os bancos fazem há séculos.”

Na época, quando ainda não existiam tecnologias de segunda camada como a Lightning Network, Finney também afirmava que bancos de bitcoin seriam algo bom, afinal a rede do Bitcoin não suportaria tantas transações quanto necessário. Concluindo seu pensamento, Hal afirma que o destino do Bitcoin é ser usado como moeda de reserva por bancos.

Virgínia aprova lei permitindo que bancos armazenem criptomoedas

Onze anos depois, vemos os primeiros passos em direção a este pensamento que parecia uma utopia em 2011. Na última quinta-feira (3), o estado da Vírgínia, nos EUA, aprovou um projeto de lei que permite que bancos façam custódia de Bitcoin, e outras criptomoedas, para seus clientes.

“Um banco pode fornecer a seus clientes serviços de custódia de moeda virtual desde que o banco tenha protocolos adequados para gerenciar riscos de forma eficaz e cumprir as leis aplicáveis”

Indo além, o projeto de lei aprovado também menciona a necessidade do banco examinar cuidadosamente os riscos envolvidos na oferta de tais serviços. Bem como implementar sistemas e controles eficazes para mitigar tais riscos.

Embora deixar seus bitcoins nas mãos de bancos pareça uma ideia impensável para os usuários mais ligados a esta tecnologia, ela pode ser a porta de entrada para outras pessoas. Afinal muitas delas possuem curiosidade e intenção de investir, porém, possuem anseios relacionados a segurança.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias