Europa se torna maior economia de criptomoedas ao receber baleias de DeFi

Essa diminuição da força do mercado asiático pode estar diretamente ligado com as recentes decisões da China em proibir a mineração e até mesmo negociação de Bitcoins.

Siga no
Troca de Bitcoin por notas de Euro criptomoedas Europa
Troca de Bitcoin por notas de Euro

Com as recentes mudanças regulatórias no mercado de criptomoedas em países asiáticos, o setor por lá vem perdendo cada vez mais força em 2021, o que acabou fazendo com que a região da Europa se tornasse a maior economia do mercado de criptomoedas, movimentando cerca de US$ 1 trilhão nos últimos meses.

A União Europeia é atualmente o lugar mais concentrado em transações de moedas digitais por volume em todo o mundo. Dados apurados pela Chainalysis, empresa que rastreia criptomoedas, mostram que a região da Europa Central, Norte e Ocidental tiveram um grande volume, com US$ 1 trilhão em transações, o que representa 25% de toda a atividade de transações do setor no mundo.

Porcentagem de volume de transações no mercado global de criptomoedas entre abril de 2019 e junho de 2021
Porcentagem de volume de transações no mercado global de criptomoedas entre abril de 2019 e junho de 2021/Crédito: Chainalysis

Além disso, os dados apontam que a região da Europa é a fonte de também 25% das criptomoedas recebidas por outras regiões.

As grandes transações institucionais da região também cresceram consideravelmente, saindo da casa dos US$ 1,4 bilhão em 2020 para US$ 46,3 bilhões em junho de 2021.

Destaque da Europa como maior economia das criptomoedas se dá por aumento em DeFi

O curioso é que o que mais se destacou nos dados é o aumento de interesse no setor de DeFi. Com 89% dessas grandes transações institucionais tendo sendo feitas através de projetos e plataformas descentralizadas, a Europa pode se tornar a maior economia das criptomoedas.

O impacto do setor DeFi é ainda mais notável através do ranking das moedas em termos de transação. Enquanto o Bitcoin é a maior moeda do setor por capitalização de mercado, ela ficou atrás da rede Ethereum em número de transações, já que a rede é a “base” para a maioria das plataformas de DeFi.

Além disso, os protocolos de DeFi foram o principal destino para os fundos recebidos por serviços de criptomoedas na região.

Enquanto o mercado de criptomoedas está crescendo na região da Europa, o principal motivo de ela estar na primeira posição é o enfraquecimento do criptomercado na região a Ásia.

Volume migrou da Ásia

No começo de 2019 a principal concentração do volume de negociações do criptomercado ficava na Ásia Oriental, com cerca de 30% do volume mundial.

Atualmente o volume caiu para cerca de 15%, menos de 10% em relação à região da Europa, da América do Norte e até mesmo da América Central e sul da Ásia.

Essa diminuição da força do criptomercado asiático pode estar diretamente ligado com as recentes decisões da China em proibir a mineração e até mesmo negociação de Bitcoins e outras criptomoedas. Além disso, os esforços regulatórios de outros países, como a Coreia do Sul, anteriormente um dos maiores participantes do mercado de criptomoedas, mas que está em risco de perder boa parte do seu volume devido ao encerramento de corretora.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...

Criptomoeda “promissora e fora do radar” desaparece com R$3 milhões dos investidores

Golpes envolvendo arrecadação de dinheiro e então um abandono do projeto são bem comuns, mas a CryptoEats foi além. A falsa empresa usou influenciadores...

FCA faz alerta para “jovens” que investem em criptomoedas

Segundo relatório publicado pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA) do Reino Unido, a maior parte dos jovens faz investimentos arriscados por conta da competição...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias