El Salvador recupera economia e FMI diz que riscos do bitcoin “não se materializaram”

Apesar de a adoção do Bitcoin por El Salvador ter sido bem-sucedida até agora, o FMI não deu o braço a torcer de estar errado e pediu maior transparência e atenção no uso da criptomoeda.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou em um comunicado recente que os riscos sobre a adoção do Bitcoin por El Salvador “não se materializaram”, mas que o uso da criptomoeda ainda requer transparência e atenção.

De acordo com o FMI, devido aos riscos legais, à fragilidade fiscal e à natureza amplamente especulativa do mercado de criptomoedas, as autoridades devem reconsiderar seus planos de expandir as exposições do governo ao Bitcoin.

A visita anual da equipe do FMI ocorreu após o pagamento de títulos de US$ 600 milhões por El Salvador no mês passado, gerando preocupações entre os investidores sobre as fontes de financiamento e política fiscal do país.

Além disso, a decisão de El Salvador de tornar o Bitcoin uma moeda legal em setembro de 2021 fechou as portas para o financiamento do FMI.

Recuperação total da economia

O FMI destacou a “recuperação total” da economia de El Salvador aos níveis pré-pandemia, “impulsionada pela resposta eficaz do governo à crise da saúde”, afirmando também que o Produto Interno Bruto (PIB) do país deve crescer 2,4% em 2023, acima da média histórica.

Com o crescimento da economia, o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, fez um longo desabafo para aqueles que duvidaram da adoção de bitcoin conduzida pelo país da América Central.

“No ano passado, quase todos os meios de comunicação internacionais tradicionais disseram que, devido à nossa “aposta Bitcoin”, El Salvador entraria em default de sua dívida até janeiro de 2023 (já que tínhamos um título de 800 milhões de dólares vencendo hoje). Literalmente, centenas de artigos.”

Bukele deixou claro que a adoção de bitcoin não prejudicou o país. Ou seja, apesar das críticas, o governo seguiu trabalhando e pagou o que devia com juros.

Para o presidente de El Salvador, muitos mentiram sobre a realidade de seu país, e agora não divulgam que tudo está bem.

“Bem, acabamos de pagar integralmente, 800 milhões de dólares mais juros. Mas é claro que quase ninguém está cobrindo a história. Acabei de encontrar um, sim UM, em espanhol, da Colômbia. Eles mentem e mentem e mentem, e quando suas mentiras são expostas, eles entram em silêncio.”

El Salvador e Bitcoin

El Salvador declarou o bitcoin como moeda legal em setembro de 2021 e, desde então, comprou a moeda digital ativamente. O Congresso de El Salvador aprovou recentemente uma lei para regulamentar a emissão de ativos digitais tanto pelo estado quanto por entidades privadas.

O presidente Nayib Bukele também anunciou compras de cerca de 2.380 bitcoins pelo Tesouro, embora o valor atual desse investimento tenha sofrido uma perda superior a 50% desde então.

O FMI destacou que “maior transparência sobre as transações do governo em Bitcoin e a situação financeira da carteira estatal de Bitcoins (Chivo) continua sendo essencial.

Além disso, o FMI expressou preocupação com os possíveis efeitos colaterais de uma recessão nos Estados Unidos. Em resumo, apesar de a adoção do Bitcoin por El Salvador ter sido bem-sucedida até agora, o FMI não deu o braço a torcer de estar errado e pediu maior transparência e atenção no uso da criptomoeda.

“Embora os riscos não tenham se materializado devido ao uso limitado do Bitcoin até agora — conforme sugerido por dados de pesquisas e remessas — seu uso pode crescer devido ao seu status legal e às novas reformas legislativas para incentivar o uso de criptoativos, incluindo títulos tokenizados (Lei de Ativos Digitais).”, disse o FMI.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias