Funcionários públicos da Ucrânia possuem US $ 2,6 bilhões em Bitcoin

O maior número de proprietários de criptomoedas declaradas trabalham nas câmaras municipais, no Ministério da Defesa e na Polícia Nacional.

Siga no

O governo da Ucrânia possui um portal de transparência para que funcionários públicos e oficiais eleitos possam declarar seus bens. Essa é uma forma de ficar de olho em possíveis esquema de corrupção. A mais recente declaração revelou um dado muito interessante: Os servidores públicos da Ucrânia possuem 46.451 bitcoins, cerca de R$ 14 bilhões. 

De acordo com o programa OpenDataBot, disponibilizado pelo governo, em 2021 foram declarados 46.451 bitcoins, distribuídos entre vários servidores públicos do país europeu.

As declarações foram feitas de acordo com as normas governamentais do país, que exigem que oficiais públicos declarem seus patrimônios, assim como acontece no Brasil com políticos. O site informou que 791.872 funcionários apresentaram suas declarações, com 652 declarando bitcoins.

Isso indica uma adoção relativamente alta do Bitcoin entre os funcionários públicos da Ucrânia (o que pode ser extrapolado para os cidadãos do país). Além disso, também indica que há muitas baleias de Bitcoin no país europeu.

Ainda segundo o OpenDataBot, o maior número de proprietários de criptomoedas declaradas trabalham nas câmaras municipais, no Ministério da Defesa e na Polícia Nacional.

O relatório destaca dois membros do governo Ucraniano, Mishalov Vyacheslav, que possui uma quantia de 18.000 BTC (mais de US $ 1 bilhão), além de Lensky Peter Sergeevich, Ministro de Relações Exteriores, que possui um total de 6,528 BTC, cerca de US $ 336 milhões no valor atual.

Funcionários possuem outras criptomoedas

Além do Bitcoin, o relatório também revela que os funcionários possuem outras criptomoedas como Ethereum, Litecoin, Ada, e outras. No entanto, o Bitcoin ainda representa a maioria esmagadora do portfólio de criptomoedas desses oficiais.

Divisão de criptomoedas entre os funcionários públicos da Ucrânia (em %). Fonte: OpenDataBot.
Divisão de criptomoedas entre os funcionários públicos da Ucrânia (em %). Fonte: OpenDataBot.

Vale mencionar que na Ucraniana as criptomoedas não são reconhecidas legalmente como propriedade, mas também não são ilegais ou proibidas de qualquer maneira. Sendo assim, é fácil entender a grande quantidade de moedas entre os funcionários públicos e porque eles declararam os valores sem se preocupar.

Desde 2014 a Rússia e a Ucrânia vivem em um conflito militar que por vezes acaba aumentando. Ou seja, há um grande motivo para ucranianos se preocuparem com a estabilidade do país e também com a soberania da sua moeda fiduciária.

Talvez por lá o Bitcoin continue ganhando força na adoção considerando esses medos recorrentes e a recente crise financeira global.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Pelé terá coleção NFT na plataforma Ethernity

Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, é o mais famoso jogador de futebol da história e é um grande ícone para os...

Rothschild investe R$ 26 milhões em Ethereum

A Rothschild Investment adquiriu mais de 265.302 ações da Grayscale Ethereum Trust, marcando seu primeiro investimento em Ethereum, o ativo digital nativo da plataforma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias