G7 aponta que Libra, criptomoeda do Facebook, só deve ser lançada com regulamentação

Na próxima quinta-feira a reunião de várias potências deverá lançar um comunicado oficial sobre o caso.

Siga no
Criptomoeda do Facebook, Libra
Criptomoeda do Facebook, Libra

O Grupo dos Sete, popular G7, aponta em um relatório que a criptomoeda do Facebook, a Libra, só deve ser lançada sob regulamentação. De acordo com fontes, na terça-feira, o grupo irá liberar um comunicado público.

A intenção do Facebook de criar sua própria criptomoeda veio a público nos últimos anos. No entanto, em 2019 o assunto rendeu manchetes pelo mundo ao se tornar evidente que havia estudos na empresa sobre o tema.

Com uma divisão própria dentro da empresa para criar uma criptomoeda, o Facebook assustou muita gente. Isso porque, a base de usuários da rede social, juntando Instagram, WhatsApp, Facebook Messenger, ultrapassa 2 bilhões de pessoas.

Com uma legião de pessoas podendo usar apenas a criptomoeda da empresa, bancos centrais pularam do conforto de suas cadeiras. O G7 deve ser o próximo a se posicionar sobre o tema.

As informações são da Reuters de Bruxelas.

G7 deve soltar relatório sobre Libra e aponta que lançamento deve ser após regulamentação

Desde 2019 a comunidade de criptomoedas mundial espera o lançamento da Libra. Com um imenso potencial de tornar popular o uso das criptomoedas no mundo, essa moeda já contaria com uma legião de usuários.

Contudo, ao ser anunciada, foi recebida por bancos centrais com desconfiança. Isso porque, a emissão de moedas atualmente é feita pelas entidades centralizadas. Ou seja, a ideia de uma empresa emitindo a própria moeda não agradou.

Dessa forma, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg foi convocado a uma série de convocações, até nos EUA. Atualmente, o projeto segue sendo desenvolvido, mas deve receber uma nova rodada de implicações legais.

De acordo com a Reuters de Bruxelas, o G7 irá soltar um comunicado oficial sobre a Libra na terça. No documento, o G7 aponta a necessidade de a Libra ser lançada somente após uma regulamentação.

O Grupo dos Sete é composto pelos países mais industrializados do mundo. São eles:  Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e o Reino Unido.

Segundo a Reuters, o documento deixa claro que países já lutam para lançar suas moedas digitais, os CBDCs. Desse modo, o lançamento das stablecoins de qualquer empresa devem ser regulamentados.

Ataques ransomwares, Euro digital e mais: pressão sobre as criptomoedas

O G7 ainda deverá abordar os crescentes ataques de ransomwares, que envolvem as criptomoedas. Como resgate, hackers costumam pedir Bitcoin ou Monero das vítimas, e com a economia digital atual o tema preocupa autoridades.

Além disso, o chamado Euro digital que foi até registrado marca recentemente, deverá ser lançado em breve. Este lançamento está sendo feito pelo Banco Central Europeu, que corre para colocar a moeda no mercado.

Ou seja, a pressão para regulamentar o setor de criptomoedas está sendo colocada como prioridade. A reunião dos países mais industrializados em torno do tema mostra que a Libra terá um desafio grande para que consiga lançar a Libra.

As criptomoedas começaram em 2009, quando o Bitcoin foi lançado. Essa moeda é ainda a principal do mundo, e uma alternativa às chamadas moedas fiduciárias. Com o setor em pleno crescimento, BCs correm contra o tempo para não perderem sua função na sociedade.

FSB libera relatório sobre regulamentação de stablecoins e propõe “stablecoin global”

Nesta terça-feira (13), o FSB (Conselho de Estabilidade Financeira do G20) liberou um relatório sobre a regulamentação das stablecoins. De acordo com o Grupo dos Vinte, os países membros devem conduzir regulamentações dos setores sobre o tema.

“este relatório apresenta recomendações de alto nível para a regulamentação, supervisão e supervisão de acordos de “global stablecoin” (GSC)”, afirmou o FSB

O relatório do G20, de 73 páginas, lançado nesta terça ainda propõe o lançamento de uma stablecoin global. Ou seja, é possível que os países se unam para o lançamento de uma moeda digital de padrão mundial.

O G7 e G20 apontam direções para regulamentação, e tanto a Libra quanto o Bitcoin deverão ser enquadrados em breve.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Mesa da Starbucks com moedas de Bitcoin em formato de M

Dispositivo barato e portátil de minerar Bitcoin viraliza no TikTok, será que vale a...

O influenciador digital Idan Abada criou um dispositivo para tornar a mineração de Bitcoin "acessível à todos". Ele postou um vídeo no TikTok mostrando...
PayPal e Bitcoin

PaуPal vai lançar ‘super aplicativo’ para criptomoedas

Durante um bate-papo por vídeo com investidores, o CEO do PaуPal, Dan Shulman, revelou que a primeira versão de um 'super aplicativo' para criptomoedas...
Gráfico de preços do Bitcoin em diário

Fim do medo de novas quedas? Bitcoin tem fechamento diário acima de US$ 40...

O preço do Bitcoin teve fechamento diário acima de US$ 40 mil na última quarta-feira (28) pela primeira vez desde o dia 15 de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias