Presidente da SEC diz que Bitcoin é uma reserva de valor digital e escassa

Ele disse que a SEC está trabalhando em regulações para criptomoedas e que as corretoras precisam de supervisão.

Siga no
Gary Gensler. Imagem: Divulgação/ U.S. Senate
Gary Gensler. Imagem: Divulgação/ U.S. Senate

O novo presidente da SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, disse na manhã desta sexta-feira (07) à CNBC que o Bitcoin “é uma reserva de valor digital e escassa, mas muito volátil”.

O comentário é uma das primeiras declarações do presidente da SEC, Gary Gensler, sobre a moeda digital e indica que ele não vai adotar uma postura negativa em relação a criptomoeda, como aconteceu no governo Trump.

Ele qualificou o Bitcoin como uma reserva de valor “especulativa” e disse que a SEC deve ser “neutra em termos de tecnologia” quando se trata de inovações no mercado.

Gensler foi indicado pelo atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para assumir a agência reguladora e o mercado aguardava sua posição em relação às criptomoedas.

Ele era professor no MIT Sloan School of Management, respeitada universidade de administração ligada ao MIT (Massachusetts Institute of Technology) e parte dos seus ensinamentos tem foco em blockchain.

Por isso, algumas pessoas já esperavam que ele não fosse adotar uma postura hostil contra o mercado.

Regulação

Durante a entrevista de hoje ele disse também que existem investidores que querem negociar Bitcoin por causa da volatilidade e em alguns casos apenas porque há uma correlação baixa com outros mercados.

Assim, ele diz que o mercado de criptomoedas precisa de regulação para evitar fraudes e outros problemas.

“Acho que precisamos de maior proteção para o investidor”.

Segundo o presidente da SEC, muitos dos ativos digitais que estão sendo negociados atualmente em corretoras deveriam estar sob a alçada da agência.

“Na medida em que algo é um título, a SEC tem autoridade. E muitos ‘tokens criptográficos’ – não os chamarei de criptomoedas por enquanto – são de fato títulos”, disse ele.

Ele também comentou sobre a influência das redes sociais nos mercados financeiros.

“Precisamos atualizar e renovar nossas regras para garantir que, embora os investidores de varejo e qualquer indivíduo tenham os direitos de primeira emenda para falar e assim por diante, não enganem o público, não manipulem o público, não manipulem os mercados”. completou.

Ontem também ele disse que a SEC está trabalhando em regulações para criptomoedas e que as corretoras precisam de supervisão.

“No momento, as corretora que negociam esses ativos criptografados não têm uma estrutura regulatória, seja na SEC ou na Commodity Futures Trading Commission”, disse ele. “Isso poderia inspirar mais confiança. No momento, não há um regulador de mercado em torno dessas corretoras de criptomoedas. E, portanto, realmente não há proteção contra fraude ou manipulação.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Deputado Alexandre Frota

Alexandre Frota quer Bitcoin regulamentado em seis meses

Um projeto de lei para agilizar a regulamentação do Bitcoin foi protocolado no Congresso Nacional pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP). Em seu pedido, o...
Lupa em El Salvador

“El Salvador é um caso forte para adoção em massa do Bitcoin” diz Forbes

Com a adoção do Bitcoin como moeda de curso legal por El Salvador, as discussões sobre a moeda digital estão sendo ampliadas e, em...
Dogecoin. Imagem:ShutterStock

CVM da Tailândia bane Dogecoin e NFTs

Aparentemente a Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia não é grande fã de artes digitais. O órgão regulador baniu os NFTs e todas as...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias