Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

Goldman Sachs também está explorando o potencial de uso de um ETF de Bitcoin emitindo um pedido de informação para explorar a custódia do ativo digital.

Siga no
Divulgação/Goldman Sachs
Divulgação/Goldman Sachs

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais importantes do setor financeiro, vai reabrir sua mesa de negociação de Bitcoin para seus clientes.

De acordo com a Reuters, a partir da próxima semana a Goldman Sachs vai oferecer a negociação de contratos futuros de Bitcoin e produtos não derivados de criptomoedas para seus clientes.

A mesa de negociação de Bitcoin fará parte da divisão de Mercados Globais da Goldman Sachs.

Ainda de acordo com o artigo, esse é apenas um dos novos esforços da firma para renovar a sua posição dentro do mercado de criptomoedas. Além da mesa de negociação de Bitcoin, a Goldman Sachs também estaria interessada na tecnologia blockchain e nas possibilidades das Moedas Digitais de Banco Central (CBDC).

Indo ainda mais além, a Goldman Sachs também está explorando o potencial de uso de um ETF de Bitcoin emitindo um pedido de informação para explorar a custódia do ativo digital.

Apesar da Reuters ser um dos veículos de notícia mais respeitados de todo o mundo, ainda vale mencionar que as informações foram repassadas por fontes não identificadas e, portanto, precisam ser vistas com certo ceticismo.

Alta do Bitcoin pode ter animado Goldman Sachs

A Goldman Sachs já possuía uma mesa de negociação de Bitcoin no passado, que aos poucos foi sendo deixada de lado até ser fechada após a queda de mais e 80% do Bitcoin durante o ano de 2018.

Com o recente bom momento do Bitcoin mudando o mercado consideravelmente, é fácil entender como o interesse da companhia na moeda digital ganhou força novamente.

Desde 2017, quando o Bitcoin teve o seu grande momento pela primeira vez, muita coisa mudou na estrutura de todo o criptomercado, que agora se mostra cada vez mais maduro e resiliente a diferentes tipos de situações.

Com isso, cada vez mais o investimento institucional parece fluir para o criptomercado, algo que traz novos desafios para toda a indústria, mas no fim será importante para o amadurecimento do Bitcoin como um todo e um futuro mais definido para o ativo digital.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Alta do Dogecoin criou 1.351 novos milionários no mundo

A alta recente da criptomoeda Dogecoin transformou mais de 1300 pessoas em novos milionários. A moeda disparou mais de 40.000% em um intervalo de...

Próxima queda do mercado cripto será brutal, alerta “Cobra”, dono do bitcoin.org

O mercado de criptomoedas é cheio de altos e baixos, ao longo de 12 anos os investidores viram períodos de altas constantes, chamados de...

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias