Hacker que roubou conta de famosos no Twitter é condenado a 3 anos de prisão

Ele foi condenado e recebeu uma pena de três anos de prisão, seguido por mais três anos de liberdade condicional.

Siga no
Foto de registro de prisão Graham Ivan Clark . Fonte: Escritório do Xerife de Hillsborough

Em julho de 2020 tivemos um dos ataques hackers mais notórios da história do Twitter. Milhares de contas foram comprometidas e nomes importantes foram usados para divulgar diferentes golpes, principalmente envolvendo Bitcoin.

Contas verificadas de Bill Gates, Joe Biden e Elon Musk estiveram entre os perfis comprometidos. Agora o acusado de ser o principal coordenador do ataque foi condenado a 3 anos de prisão.

Após uma rápida investigação depois do ocorrido, o FBI chegou até o culpado do ataque hacker, um adolescente de 17 anos, morador de Tampa, na Flórida, Graham Ivan Clark. A notícia da condenação de Clark foi publicada no Twitter por Justin Schecker, repórter do canal 8.

De acordo com Justin, Graham se declarou culpado diante da corte. Ele foi condenado e recebeu uma pena de três anos de prisão, seguido por mais três anos de liberdade condicional.

Os termos da condicional de Graham incluem uma supervisão constante de seus equipamentos eletrônicos e todas as suas contas online pelo Departamento de Lei da Flórida e pelos agentes de condicional.

Golpe causou prejuízo de mais de R$ 615 mil

O ataque ao Twitter não foi tão sofisticado como muitos imaginaram, Graham conseguiu ter acesso à conta de um funcionário da plataforma, essa conta “especial” podia ter acesso e postar em qualquer outra conta do Twitter, sem a necessidade de atacar todas as senhas dos perfis invadidos.

O golpe durou pouco mais de 6 horas para ser contornado, mas conseguiu causar um prejuízo tremendo.

Muitas pessoas acreditaram nas promessas de Bitcoin e nos inúmeros golpes que foram divulgados através dessas contas reais.

Antes de perceberem que as contas tinha sido comprometidas, investidores enviaram mais de R$ 615 mil para os endereços que estavam sendo divulgados pelos hackers.

Ao que tudo indica, Graham vendeu o acesso das contas que ele conseguiu comprometer para pelo menos mais dois participantes do ataque.

Além do prejuízo direto causado aos investidores, o ataque também prejudicou os investidores de ações do Twitter, que acabou tendo uma queda de preço após muitos ficarem preocupados com o nível de segurança da plataforma.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Deputado Estadual Gustavo Gouveia, em Pernambuco regular criptomoedas

Mais um estado brasileiro quer regular as criptomoedas com Projeto de Lei

Após um PL ser apresentado na Paraíba, mais um estado brasileiro quer regular as empresas de criptomoedas para prestar informações. Nos últimos dias, a Assembleia...
Jack Dorsey, CEO do Twitter e fã do Bitcoin

Empresa de CEO do Twitter quer minerar Bitcoin

A Square, empresa de Jack Dorsey listada na NYSE, quer minerar Bitcoin como estratégia de negócio. A informação foi compartilhada por Dorsey em seu Twitter,...
Pedro-Bial-Hashdex

Pedro Bial testemunha o poder transformador das criptomoedas em campanha da Hashdex

A Hashdex surgiu para democratizar os investimentos em criptomoedas, oferecendo produtos seguros e regulados para todos os investidores. Atuando como ponte entre o mercado...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias