Hackers e Bitcoin: A verdade do 11/09 virá a tona

O 11/09 ganha mais um capítulo!

Siga no
Hackers e Bitcoin: A verdade do 11/09
© Reuters / Sean Adair

Um grupo hacker conhecido na web como Dark Overlord, ameaçou vazar milhares de documentos que estariam em posse dos mesmos e que foi roubado de agências do governo dos EUA, a menos que recebam o pagamento solicitado.

O grupo é conhecido por atacar a Netflix e outras empresas mais no país, e no último dia 31 de dezembro postou no PasteBin um arquivo que explica que há vários conteúdos quentes em sua posse (mais de 10 GB criptografados).

Em relação aos conteúdos dos arquivos, os hackers disseram que contém a verdade sobre o que ocorreu com no dia 11 de Setembro de 2001 nos EUA, quando dois aviões se chocaram contra as duas torres do WTC, um outro no pentágono e um quarto avião que não chegou a causar estragos mas que também não deixou sobreviventes.

Esse episódio é marcante no mundo, e motivou os EUA a ir para a Guerra do Afeganistão para buscar os responsáveis que seriam do Al-Quaeda de Osama bin Laden.

Sempre houve teorias em volta a este caso que eram apontadas como conspiratórias, mas que se novidades vierem a tona podem ganhar forte impulso no mundo.

O hackers Dark Overload deram até a segunda-feira próxima para que empresas citadas e entidades do governo paguem os mesmos para que não seja liberado o conteúdo, que foi dividido em 5 camadas. Há uma desgutação do conteúdo para quem tiver interesse no PasteBin, que está criptografado, mas que o grupo disse que pode estar liberando as chaves de acesso em seu Twitter ou pelo blog KickAss na deepweb a qualquer momento.

O grupo deixa claro que não é hacktivista, e consideram que possuem clientes que devem honrar os compromissos assumidos com eles, sem pensamento político. Visto isso, a motivação para alarmar a comunidade mundial é que querem a sua recompensa em dinheiro da internet, ou como conhecemos, Bitcoin.

O grupo ainda faz um merchan de outros produtos disponíveis de vários hacks realizados que estão a venda na deepweb em sua loja também com pagamento em Bitcoin.

A criptomoeda já é conhecida pela mídia tradicional em casos como esse, e quando o ransonware WannaCry atacou, este fato ganhou destaque mundial.

O Bitcoin é uma moeda mundial utilizada na internet, que foi feita para permitir transações anônimas entre pessoas e por isso é uma das pedidas em caso de resgate como este.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin e negociações em bolsa de valores e ações

PlanB: “Preço do Bitcoin ainda está longe do topo”

Com o Bitcoin em um ótimo momento e atingindo novos recordes de preço, os olhos dos investidores se voltaram para o futuro próximo: Alcançamos...
Peter Thiel, bilionário cofundador do Paypal

Bilionário americano diz que Bitcoin é o mercado mais honesto do país

Peter Thiel, bilionário e cofundador do PayPal, falou sobre o preço e o valor do Bitcoin durante conferência da The Federalist Society sobre leis...
Luciano Hang durante CPI da Pandemia

Luciano Hang zomba da CPI da Pandemia com “Biticóil” e “Crepetomoeda”

Luciano Hang citou que o "Biticóil" e a "Crepetomoeda" foram duas palavras novas adicionadas ao dicionário mundial, zombando do relatório da CPI da Pandemia. Nas...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias