Homem recebe 2 milhões em bitcoin por engano, faz negociação desastrada e acaba com dívida em corretora

Ele alegou que a corretora é conhecida, mas não quis revelar o nome da empresa.

Jovem surpreso mostrando Bitcoin e notas de Dólar
Jovem surpreso mostrando Bitcoin e notas de Dólar

Imagina ganhar criptomoedas de graça em sua conta na corretora? Um caso curioso aconteceu com um investidor que recebeu 10 bitcoins, acabando com uma dívida sendo cobrada pela empresa.

Corretoras são plataformas que permitem a negociação de ativos. Após uma negociação ser feita, é importante que clientes saquem os valores para uma carteira segura em sua posse. É comum encontrar neste mercado o lema “não é sua chave, não é sua moeda“, o que resume bem a importância da prática.

E como são empresas, elas podem registrar problemas para seus clientes de diversas formas, não apenas a perda de criptomoedas, mas também quando no ganho delas.

Investidor recebeu 10 bitcoins e um anúncio de dívida

Um investidor que depositou US$ 24,00 em Litecoin em sua conta da corretora acabou tendo uma surpresa ao conferir seu saldo nos últimos dias. Olhando para seu miserável saldo em LTC efetuado para testes, ele mal pôde acreditar quando constatou a presença de 10 bitcoins em sua conta, com um valor de US$ 385 mil.

Identificado apenas por “RockTrader”, e afirmando ser um morador de Buenos Aires, capital da Argentina, o investidor revelou que ao ver a soma parada na sua conta não entendeu muito bem a situação. Naquele momento, o que ele pôde fazer foi pegar as moedas e apenas vender elas no mercado.

Contudo, quando ele viu US$ 380 mil na sua conta, o investidor entrou em pânico com a alta soma, que ele já sabia que não lhe pertencia. Confuso e desamparado pelo suporte da corretora, que ele alega ter acionado para resolver o problema, ele pegou o valor em dólar que vendeu na baixa e comprou novamente em Bitcoin, na alta.

Dessa forma, ele adquiriu 9,87 bitcoins, registrando um prejuízo de 0,13 BTC com sua operação de trade com um dinheiro que era da corretora, tudo feito no desespero.

“Na época eu não sabia o que fazer, a primeira coisa que me ocorreu foi transferi-los de volta para o BTC porque senão eles poderiam reivindicar uma dívida pela diferença se ele voasse (depois de um tempo subiu) e eu escrevesse e-mail ao suporte.”

Ele chegou a ganhar um bônus de US$ 10,00 em criptomoedas por ter aberto sua conta na corretora, que preferiu não revelar o nome, mas agora passou a ter uma dívida cobrada.

Dívida de R$ 18 mil

Como 10 bitcoins tem um valor em Real de R$ 1.975.173,25 hoje, esse investidor argentino certamente teve a experiência de ser milionário e fazer um trade volumoso por algumas horas. Contudo, ele explicou que depois o saldo sumiu de sua conta, com um e-mail temeroso chegando a ele pela empresa.

Isso porque, mesmo pegando o valor de volta, a empresa quer cobrar do cliente as comissões das operações de trade que ele realizou, no valor de US$ 3.632,00, o que dá R$ 18 mil de dívida sem querer.

“Mas depois de algumas horas vejo que o BTC não está mais na conta e o pior final. Querem me cobrar US$ 3.632,90 por alguma coisa, ou vão repassar o caso para uma empresa de cobrança. Até agora ninguém me responde na empresa e querem me cobrar tudo, quando tiveram um erro administrativo grave.”

RockTrader já procurou o suporte para resolver a situação, mas ainda não conseguiu ter uma solução para a confusão.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias