Início Bitcoin Como identificar endereços de uma mesma carteira de Bitcoin

Como identificar endereços de uma mesma carteira de Bitcoin

Caso você utilize bitcoin em diversas situações com muitas pessoas diferentes, pode ser interessante ter uma carteira para cada situação.

-

Como identificar endereços de uma mesma carteira de Bitcoin
Imagem: Unsplash.com

Você sabia que qualquer um pode identificar endereços que pertençam a uma mesma carteira de Bitcoin? E é bastante simples, qualquer um pode faze-lo, sendo apenas necessário usar o site WalletExplorer.com e inserir o endereço público (aquele que usado para receber bitcoins).

Entre no site e insira um endereço seu como teste. Você pode ficar surpreso ao ver que vários dos seus endereços estão conectados.

Este é um ponto pouco conhecido sobre a privacidade do Bitcoin, e é importante que seja divulgado. Não basta criar um novo endereço para cada transação, se o saldo deles for usado em uma mesma transação no futuro.

Como é possível identificar endereços de uma mesma carteira?

Sempre que você gera um novo endereço na sua carteira e recebe fundos, esse fundos ficam associados a esse endereço. Se você usar fundos de vários endereços ao mesmo tempo, na mesma transação, fica claro que a sua carteira possui as chaves privadas de ambos os endereços. Dessa maneira, os dois endereços pertencem a mesma carteira, e, consequentemente, a mesma pessoa.

Veja a transação abaixo como exemplo, para ilustrar e facilitar o entendimento.

Transação de Bitcoin, com endereços de uma mesma carteira.
Transação de Bitcoin, onde os três primeiros endereços à esquerda (inputs) pertencem à mesma carteira, a qual possui a chave privada dos três endereços. fonte:blockchain.com

No caso da transação da figura acima, o dono dos fundos possuía pelo menos 0.0491 btc em sua carteira, em três endereços. Ele precisou transacionar 0.0468 para outro endereço, recebendo como troco 0.0022. Para realizar essa transação, ele precisou consumir os fundos dos três endereços à esquerda.

Ao inserir qualquer um desses endereços no WalletExplorer.com e clicando em Show Wallet Addresses, é facilmente verificado que a carteira em questão possui esses três endereços. O resultado pode ser visto abaixo:

Endereços identificados como de uma mesma carteira. fonte: WalletExplorer.com

Então, o mencionado site apenas pesquisa por transações nas quais vários inputs de mais de um endereço foram usados juntos, e relaciona esses mesmos endereços em uma wallet. Contudo, não para por aí. Caso um dos três endereços seja utilizado novamente junto com outro endereço, esse quarto endereço também é identificado como pertencente a mesma carteira.

Como isso acontece? Bitcoin não é anônimo?

Isso acontece porque o blockchain é um banco de dados aberto. Mais aberto e mais transparente do que qualquer conta bancária. O Bitcoin não é anônimo, e tudo feito na rede é registrado e fica gravado para sempre no blockchain. Dessa forma, toda transação é pública, rastreável e registrada.

O Bitcoin permite uma certa privacidade, porém apenas se usado da forma correta. Com a popularização do seu uso é cada vez mais importante que usemos corretamente as ferramentas a nossa disposição, afim de proteger nossa privacidade e nossa segurança.

Aprenda a proteger sua privacidade

Utilize cada endereço uma única vez

Quando você recebe fundos em um endereço, esse endereço e todo o seu histórico de transações está aberto para ser visto por qualquer um. Como eventualmente você precisa se identificar para receber produtos ou comprar bitcoins em exchanges, alguns dos seus endereços podem ser ligados à sua pessoa.

Uma das práticas de privacidade mais divulgadas é nunca reutilizar um mesmo endereço. Ou seja, sempre que você for fazer uma transação, crie um novo endereço na sua carteira para receber os fundos. A maioria das carteiras inclusive já cria um novo endereço automaticamente a cada nova transação.

Essa é uma ótima pratica, sendo dúvida, pois impede que as pessoas com que você transaciona saibam todo o seu histórico e saldo. Contudo, essa prática não é suficiente. Caso você não preste a devida atenção, e consuma um grande número de inputs de uma única vez na mesma transação, você acabará revelando quais endereços você controla, e os mesmos serão facilmente conectados e ligados à sua pessoa no futuro.

Utilize uma carteira adequada

Primeiramente, você deve procurar utilizar uma carteira que permita que você controle os seus inputs, isto é, quais endereços serão usados em uma transação. Como já mencionado nesse artigo, uma carteira de qualidade que permite um controle maior sobre suas chaves privadas e seus inputs irá, além de melhorar sua privacidade, reduzir o custo das suas transações.

A minha indicação é a carteira Electrum, versão para Desktop. A Electrum é ainda compatível com as principais Hardware wallets do mercado, de forma que você nem precisa utilizar outro software para controlar seus bitcoins, mesmo utilizando uma Ledger ou Trezor. (atenção: A Electrum deve ser baixada somente do site Electrum.org. Não existe nenhum outro site oficial, e todos os outros são phising.)

E como controlar seus inputs e endereços na Electrum? Muito simples. Clique em Menu > Show Coins. Depois clique na aba nova que surgiu (Coins). Nessa aba você irá encontrar todos os seus inputs, seus respectivos endereços e saldos. Nesse ponto você pode escolher quais inputs gastar (spend) na transação, e quais você não quer gastar (Freeze). Veja na figura abaixo.

Coins tab
Como escolher quais inputs consumir em uma transação na Electrum. Imagem: https://bitcoinelectrum.com/how-to-spend-specific-utxos-in-electrum/

Tenha mais de uma carteira

Caso você utilize bitcoin em diversas situações com muitas pessoas diferentes, pode ser interessante também ter uma carteira para cada situação. Por exemplo, você pode ter uma carteira para assuntos pessoais e outras para o trabalho.

As hardware wallets da Ledger e Trezor permitem que você crie mais de uma carteira no mesmo dispositivo, simultaneamente, adicionando uma passphrase. Dessa forma, como os bitcoins estão em carteiras diferentes, eles não podem ser gastos na mesma transação.

Outra opção seria ter uma carteira no celular, com menor segurança, para pequenos gastos do dia a dia e transações mais corriqueiras, onde a sua privacidade não é tão importante. Deixando a maior parte dos seus fundos em outra carteira, de preferência uma hardware wallet.

Considere utilizar um mixer

Existem alguns serviços online chamados de mixers, que misturam seus bitcoins com os de outras pessoas, reduzindo em muita a sua rastreabilidade. É importante saber que o uso de mixers não é permitido em todos os países e jurisdições. Adicionalmente, quando você envia seus bitcoin para um mixer, você está confiando-os à esse prestador de serviço, que pode ser honesto ou não.

icon
Serviços de bitcoin mixer. Imagem: bitcoin.org

Mixers não são mágicos: eles oferecem apenas um pseudo anonimato, pois mesmo utilizando-os ainda é possível rastrear a origem dos fundos, caso o volume seja muito alto.

---------------------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Marcello
Marcello
Escreve sobre a tecnologia, blockchain, investimentos e notícias sobre criptomoedas. Certificado (CBP) pelo CryptoCurrency Certification Consortium (C4).

Veja também

Ex-ancião em igreja e líder da GenBit ostenta em aeronave adquirida com recursos de investidores

“Não podeis servir a Deus e ao dinheiro”, diz um trecho da Bíblia. Se a afirmação é verdadeira ou não, fica a critério de...

Análise do TradingView: Bull Trap ou Bull Market?

Criptomoedas on fire! Bitcoin acima de 10 mil dólares e todas as suas moedas irmãs/filhas com variação positiva. Confira o que estão pensando os...

3xBit transferiu R$ 300 mil de investidor para Negocie Coins

Em maio, um morador de São Paulo decidiu investir em alguma corretora de criptomoedas. O nome dele não será revelado. Ele conheceu a Negocie Coins,...

Advogado quer “varrer” da Congregação Cristã no Brasil anciães que são líderes da Genbit

No início desta semana, o Livecoins fez matéria sobre um ancião da Congregação Cristã no Brasil do Paraná que era líder da GenBit, exchange...

STF nega novo pedido de Habeas Corpus para líder da maior pirâmide financeira de criptomoedas do Brasil

O líder do "esquema Unick" é Leidimar Lopes, de acordo com uma nova publicação no Diário Oficial da Justiça, n.º 28/2020, do Supremo Tribunal...

Bancos Centrais dos EUA e Europa não possuem meios para sair de crise econômica sozinhos

Os Bancos Centrais dos EUA e da Europa não possuem meios para sair de crise econômica sozinhos. Isso fica claro após uma semana de...

Escreva seu comentário:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ex-ancião em igreja e líder da GenBit ostenta em aeronave adquirida com recursos de investidores

“Não podeis servir a Deus e ao dinheiro”, diz um trecho da Bíblia. Se a afirmação é verdadeira ou não, fica a critério de...

Análise do TradingView: Bull Trap ou Bull Market?

Criptomoedas on fire! Bitcoin acima de 10 mil dólares e todas as suas moedas irmãs/filhas com variação positiva. Confira o que estão pensando os...

3xBit transferiu R$ 300 mil de investidor para Negocie Coins

Em maio, um morador de São Paulo decidiu investir em alguma corretora de criptomoedas. O nome dele não será revelado. Ele conheceu a Negocie Coins,...