Interesse pelo Bitcoin na África está em alta

Revolução das criptomoedas chega ao segundo maior continente (em população) do mundo!

Siga no
Interesse pelo Bitcoin na África está em alta
Interesse pelo Bitcoin na África está em alta

O continente africano está marcado pela visão de guerra e fome, entretanto, o cenário pode não ser apenas esse. Isso porque, com a revolução das criptomoedas, o interesse pelo Bitcoin na África tem demonstrado um grande crescimento.

Certamente a chegada da internet em mais da metade da população mundial, a informação tem fluído melhor. Além disso, o continente africano é um dos que mais cresceram no quesito, segundo dados da ONU de 2018. O Bitcoin é uma moeda digital da internet, logo faz sentido crer que a chegada de ambas tecnologias no continente é advinda da evolução de melhores infraestruturas.

Bitcoin chega na África, na medida em que interesse da população cresce

Certamente o continente africano, com mais de 54 países independentes, é o segundo maior do mundo no quesito população. Além disso, há vários idiomas e culturas diferentes, sendo um continente marcado por conflitos.

Entretanto, uma nova era está chegando, com um interesse em comum dentre a população: o Bitcoin. Isso porque, segundo o Google Trends há vários países em destaque na busca pelo termo “Bitcoin”.

Fonte: Google Trends

Além disso, com altas inflações nos países africanos, algumas pessoas têm corrido para o Bitcoin. Recentemente, o Livecoins noticiou que o Bitcoin em Zimbábue chegou a valer R$ 290 mil por unidade.

Moeda ECO tem unido alguns países africanos

Uma reunião entre países africanos aconteceu no último dia 29 de junho, no mesmo dia do fim do G20. Com 15 países do oeste africano se reunindo, há a intenção de criar uma moeda única deste bloco.

A moeda ECO, será a partir de 2020, a nova forma de transação no bloco de países da ECOWAS. Já havia cerca de 30 anos que esses países discutiam as possibilidades de uma moeda única do bloco.

Entretanto, para quem imagina que a população está satisfeita, muito se engana. De acordo com o Google Trends, dois países que compõem o bloco da nova moeda aumentaram as buscas por Bitcoin na web. Na Nigéria e Gana, dois países que compõem o bloco, o Bitcoin é um interesse da população.

Cabe o destaque que a reunião foi realizada na capital da Nigéria, sediada em Abuja. Além disso, a Nigéria é o principal país com força econômica da região. Isso mostra que o interesse pelo Bitcoin na África está em alta, principalmente nas populações que não querem ver uma nova moeda de bloco ser criada.

Finalmente, economistas alertam que a moeda ECO pode ser extremamente perigosa para a economia local. O Bitcoin em cenários de crise tem tido um ótimo desempenho, será que trará luz a população africana?

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

XRP sobe 200% em 30 dias e alcança maior valor de 3 anos

A criptomoeda XRP, emitida pela Ripple, continua sua tendência de alta neste final de semana. A moeda digital valorizou 136% nos últimos 7 dias...

Ethereum será atualizado em 14 de abril, Bitcoin vai comer poeira?

Está previsto para a próxima quarta-feira (14 de abril) a mais nova atualização da plataforma Ethereum. Chamada de Berlin, o update da rede foi...
Ethereum no pano

Ethereum ultrapassa Netflix, Coca-Cola e L’Oreal em valor de mercado

Na manhã deste sábado (10), o Ethereum, segunda maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado, estabeleceu um novo recorde de preço,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias