INTERPOL cria divisão focada no metaverso

Polícia Internacional disse que o metaverso já é uma realidade, ao anunciar novo projeto virtual.

A INTERPOL anunciou, na última quinta-feira (20), que criou uma divisão focada em atuar com o metaverso em operações que podem envolver 195 países filiados em crimes diversos pelo mundo.

A Organização Internacional de Polícia Criminal declarou inclusive que o metaverso já é uma realidade hoje, dizendo que não concorda com alegações de que esse espaço virtual chegará só no futuro.

O anúncio foi feito durante a 90.ª Assembleia Geral da INTERPOL, em Nova Délhi, na capital da Índia, em uma sessão surpresa e inesperada.

INTERPOL cria metaverso para aplicação da lei em todo o mundo

Há um ano a empresa Meta (ex-Facebook), anunciava sua entrada no metaverso e se colocava como uma das big techs a criar inovações neste ambiente. O caso levou o mundo a estudar sobre o assunto e muitas empresas então aderiram à tecnologia.

Agora, a INTERPOL anunciou que sua chegada no metaverso tem um objetivo definido, que é ajudar na aplicação da lei em todo o mundo.

Em nota sobre a novidade, a agência de polícia internacional disse que o Interpol Metaverse já está disponível para visitas, sendo este um reflexo de sua sede em Lyon, na França.

Assim, autoridades de todo o mundo podem ir até o local com seus avatares e realizarem uma visita, além de buscar apoio em casos que estão investigando.

Além disso, cursos de capacitação da INTERPOL serão realizados neste ambiente, medida essa que quebra as barreiras geográficas e físicas, declarou a agência.

Para o Secretário Geral da INTERPOL, Jürgen Stock, o metaverso pode ser uma ferramenta eficiente de combate ao crime.

“Para muitos, o Metaverso parece anunciar um futuro abstrato, mas as questões que ele levanta são aquelas que sempre motivaram a INTERPOL – apoiando nossos países membros no combate ao crime e tornando o mundo, virtual ou não, mais seguro para quem o habita. Podemos estar entrando em um novo mundo, mas nosso compromisso continua o mesmo.”

Equipe especialista em metaverso foi apresentada

Além de anunciar seu próprio ambiente virtual, a polícia internacional apresentou no evento na Índia a nova equipe de especialistas que vai atuar nessa plataforma, que será hospedada no próprio serviço em nuvem da INTERPOL.

O interesse nessa inovação surgiu após um relatório da própria polícia internacional indicar que em 2026, grande parte da população passará pelo menos 1 hora por dia no metaverso.

Como isso pode ter grandes implicações da lei, a INTERPOL acredita que deve se antecipar para experimentar a novidade antes que ela chegue para muitas pessoas.

Ao identificar esses riscos desde o início, podemos trabalhar com as partes interessadas para moldar as estruturas de governança necessárias e cortar futuros mercados criminais antes que eles estejam totalmente formados“, disse Madan Oberoi, Diretor Executivo de Tecnologia e Inovação da INTERPOL. “Somente tendo essas conversas agora podemos construir uma resposta eficaz.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Últimas notícias