Interpol procura esposa de dono de empresa acusada de golpe com Bitcoin

Esposa de Glaidson dos Santos está sendo procurada internacionalmente.

Siga no
Glaidson dos Santos com esposa Mirelis Zerpa
Glaidson dos Santos com esposa/Divulgação

De acordo com novos relatos sobre o caso Gas Consultoria Bitcoin, a Interpol também procura Mirelis Yoseline Diaz Zerpa, venezuelana casada com Glaidson dos Santos, líder da empresa apontada como um grande esquema de pirâmide financeira.

Na última semana, Glaidson foi preso em operação da Polícia Federal e Ministério Público, que apreenderam bens e dinheiro do suspeito. Ele é acusado de criar um golpe financeiro que movimentou mais de R$ 35 bilhões nos últimos anos.

A extensão do golpe ainda é apurado pelas autoridades federais e estaduais no Rio de Janeiro. Mas o caso está longe de ter um fim para os investidores, que começam a se preocupar com a possibilidade de não recuperar seus investimentos, após grande repercussão da fraude no Fantástico.

Esposa de Glaidson dos Santos, Mirelis Zerpa está sendo procurada pela Interpol

A esposa de Glaidson dos Santos também é apontada como líder do esquema citado pela CVM como uma pirâmide financeira. Contudo, ela estaria foragida nos Estados Unidos, segundo informações divulgadas pelo Fantástico no último domingo.

Glaidson dos Santos também tinha a intenção de fugir do Brasil, mas com ligações interceptadas por autoridades ele acabou sendo detido antes que pudesse escapar do país.

No caso de Mirelis Zerpa, ela foi incluída na lista vermelha da Interpol, segundo informações compartilhadas pelo G1. Em consulta à lista, o Livecoins apurou que a esposa de Glaidson dos Santos será a única pessoa procurada por autoridades brasileiras de origem venezuelana.

Além disso, consta na lista da Interpol em procurados pelas autoridades brasileiras apenas 24 mulheres, sendo que Mirelis deverá ser a de número 25. Segundo uma explicação sobre a essa procura internacional feita recentemente pelo MPF, a esposa de Glaidson dos Santos agora poderá ser presa em 190 países e extraditada para o Brasil.

“A lista de difusão vermelha funciona como um alerta para que os aproximadamente 190 países-membros da instituição saibam que há mandados de prisão pendentes contra criminosos procurados em seus países de origem, permitindo que sejam presos e extraditados.”

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Investidor em pânico com queda do Bitcoin pergunta se outros são robôs: “Estão muito...

Nos últimos meses a situação do Bitcoin não tem sido das melhores (comparado com os últimos meses), nesse período de baixa não é incomum...
Bandeira do Brasil e de Israel com pilhas de Bitcoin

Israelense alvo da PF no Brasil pega 8 anos de prisão por lavagem de...

Um israelense que morava no Brasil e foi alvo da Polícia Federal (PF), foi condenado a oito anos de prisão. As investigações contra Tal...

Suspeita de pirâmide, empresa bloqueia saques e culpa Binance

Uma possível pirâmide financeira suspendeu os pagamentos dos clientes e colocou a culpa na Binance, por ter supostamente bloqueado valores da plataforma. Quando uma...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias