Interpol procura esposa de dono de empresa acusada de golpe com Bitcoin

Esposa de Glaidson dos Santos está sendo procurada internacionalmente.

Siga no
Glaidson dos Santos com esposa Mirelis Zerpa
Glaidson dos Santos com esposa/Divulgação

De acordo com novos relatos sobre o caso Gas Consultoria Bitcoin, a Interpol também procura Mirelis Yoseline Diaz Zerpa, venezuelana casada com Glaidson dos Santos, líder da empresa apontada como um grande esquema de pirâmide financeira.

Na última semana, Glaidson foi preso em operação da Polícia Federal e Ministério Público, que apreenderam bens e dinheiro do suspeito. Ele é acusado de criar um golpe financeiro que movimentou mais de R$ 35 bilhões nos últimos anos.

A extensão do golpe ainda é apurado pelas autoridades federais e estaduais no Rio de Janeiro. Mas o caso está longe de ter um fim para os investidores, que começam a se preocupar com a possibilidade de não recuperar seus investimentos, após grande repercussão da fraude no Fantástico.

Esposa de Glaidson dos Santos, Mirelis Zerpa está sendo procurada pela Interpol

A esposa de Glaidson dos Santos também é apontada como líder do esquema citado pela CVM como uma pirâmide financeira. Contudo, ela estaria foragida nos Estados Unidos, segundo informações divulgadas pelo Fantástico no último domingo.

Glaidson dos Santos também tinha a intenção de fugir do Brasil, mas com ligações interceptadas por autoridades ele acabou sendo detido antes que pudesse escapar do país.

No caso de Mirelis Zerpa, ela foi incluída na lista vermelha da Interpol, segundo informações compartilhadas pelo G1. Em consulta à lista, o Livecoins apurou que a esposa de Glaidson dos Santos será a única pessoa procurada por autoridades brasileiras de origem venezuelana.

Além disso, consta na lista da Interpol em procurados pelas autoridades brasileiras apenas 24 mulheres, sendo que Mirelis deverá ser a de número 25. Segundo uma explicação sobre a essa procura internacional feita recentemente pelo MPF, a esposa de Glaidson dos Santos agora poderá ser presa em 190 países e extraditada para o Brasil.

“A lista de difusão vermelha funciona como um alerta para que os aproximadamente 190 países-membros da instituição saibam que há mandados de prisão pendentes contra criminosos procurados em seus países de origem, permitindo que sejam presos e extraditados.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias