Investidor de Goiás processa 18k Ronaldinho em R$ 36 mil

Siga no

As primeiras ações contra a 18K Ronaldinho, empresa de criptomoedas que prometia rendimentos diários de até 2,5% ao dia, já começaram a aparecer na Justiça brasileira.

Em Goiás, o investidor Rafael Lopes Rodrigues moveu ação pedindo restituição de R$ 36 mil investidos na plataforma, que tinha o jogador Ronaldinho Gaúcho como garoto-propaganda.

“Investi em setembro do ano passado, com a promessa de receber os lucros prometidos, mas desde outubro já tive problema e resolvi entrar na Justiça o mais rápido possível”, disse Rodrigues ao portal Livecoins.

18k Ronaldinho não compareceu à audiência

No dia 18 de dezembro de 2019, conforme o termo de sessão de conciliação acessado pelo Livecoins, foi feita uma audiência entre Rodrigues e a 18k Ronaldinho, mas nenhum representante da empresa compareceu.

Por causa disso, a Justiça tomou como verdade a alegação feita pelo investidor, conforme estipula a legislação nos casos em que uma das partes não comparece à audiência.

“Nesta semana, assim que o judiciário voltar do recesso, acredito que sairá a sentença definitiva. Estou confiante que até março eu consiga receber o montante investido”, falou Rodrigues.

Atrasos na 18K Ronaldinho começaram em novembro

A 18K Ronaldinho, que recentemente mudou o nome para 18k World, começou a atrasar os pagamentos em novembro do ano passado, conforme relatos de clientes na internet.

O presidente da 18k Ronaldinho, Marcelo Lara, tentou justificar o atraso alegando que a empresa teria sido vítima de uma suposta fraude.

“Desculpa” semelhante foi dada por outras empresas de criptomoedas com problemas na Justiça. Alguns exemplos são Projeto Rota 33, Grupo Bitcoin Banco e Binary Bit.

MPF investiga 18k Ronaldinho

Desde o final do ano passado, o MPF (Ministério Público Federal) investiga a 18k Ronaldinho, que tem indícios de pirâmide financeira, conforme matéria publicada pelo portal UOL.

O jogador Ronaldinho Gaúcho chegou a ser ouvido e declarou não fazer parte do negóco. Falou ainda que, como os outros investidores, também teria sido lesado pelo grupo.

No depoimento, o jogador também afirmou que a empresa teria usado sua imagem sem autorização.

Investidores investiram por causa de Ronaldinho Gaúcho

Apesar da tentativa de se desvincular do grupo, é fato que muitos investidores só colocaram dinheiro na 18k por causa da propaganda feita pelo ex-craque da seleção brasileira.

“A imagem dele deu mais credibilidade à empresa e influenciou minha decisão na hora de optar por fazer um investimento”, disse Rodrigues.

Outro cliente, na plataforma Reclame Aqui, também disse que o jogador influenciou sua decisão.

“Confiante na figura do Ronaldinho Gaúcho fiz meu cadastro na 18KRonaldinho em 01.10.19 e em seguida fiz um aporte de US$ 2.100, recebi apenas US$ 92,35, após isso o site da empresa ficou paralisado para manutenção e até hoje 31.12.19 encontra-se do mesmo jeito. Eu só que o meu dinheiro de volta(…)”, relatou.

À Revista Época, o advogado de Ronaldinho Gaúcho disse que o jogador formalizou contrato com a 18k para a venda de produtos em geral e que, quando percebeu que a empresa oferecia remuneração para terceiros, decidiu rescindir o contrato.

“Fomos vendo o que eles estavam fazendo, notificamos e rescindimos o contrato (…). O Ronaldo não tem nada a ver com essa suposta prática de pirâmide financeira”, disse Queiroz. 

Cresce número de reclamações contra a 18k

Por causa dos atrasos, o número de reclamações contra a 18k Ronaldinho não para de crescer no Reclame Aqui e nas redes sociais.

Só na plataforma de reclamação há pouco mais de 300 comentários feitos por investidores que não conseguem reaver os recursos investidos no negócio.

“Empresa falsa e sem compromisso”, “só quero o meu dinheiro de volta” e “18k não me paga” são algumas das reclamações feitas pelos clientes da empresa.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Ethereum Classic ETC criptomoeda altcoin

Ethereum Classic dispara e renova máxima histórica

Na última terça-feira (4) as altcoins mostraram força mesmo com o preço do Bitcoin em queda e uma das moedas que dispararam no mercado...
Mercado Livre. Imagem: Reprodução

Mercado Livre compra R$ 40 milhões em Bitcoin

O Mercado Livre finalmente divulgou em seus balanços a compra de Bitcoin como parte de sua reserva de valor. A compra teria sido realizada...

Banco digital anuncia fundos de criptomoedas da Hashdex

O C6 Bank anunciou hoje (05) que irá oferecer em sua plataforma dois fundos baseados em criptomoedas geridos pela Hashdex. De acordo com o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias