Irã quer banir Bitcoin como meio de pagamento

Novas regras querem endurecer o uso e produção de Bitcoins no país.

Siga no
Bitcoin e moeda do Banco Central do Irã
Bitcoin e moeda do Banco Central do Irã

O Congresso do Irã quer banir o uso do Bitcoin como meio de pagamento e já prepara uma lei sobre o assunto. No começo do mês, o então presidente do país pediu que uma regulação sobre o mercado fosse criada com urgência.

Vale o destaque que o Irã havia entrado no mercado de Bitcoin nos últimos anos para fugir de embargos impostos pelos Estados Unidos. O governo iraniano chegou a permitir que fazendas de mineração fossem instaladas no país para fomentar negócios com a moeda de interesse nacional.

Contudo, no final do mês de maio, o Irã anunciou que iria banir a mineração de Bitcoin, visto que alguns apagões de energia estariam sendo causados pela atividade. A medida, que seria temporária, agora corre o risco de ser permanente.

Congresso do Irã quer banir o Bitcoin como meio de pagamento

Conforme o portal de notícias Tasnim, o congresso iraniano anunciou que já elabora um projeto de lei sobre o Bitcoin.

Prometendo regulamentar a mineração da criptomoeda e o mercado de corretoras domésticas, os parlamentares esperam até que o país crie sua própria moeda digital, a exemplo de outros países.

Dessa forma, o projeto de lei institui que o Banco Central do Irã deve regulamentar o mercado de Bitcoin, tendo como prazo apenas três meses para criar regras ao setor.

Como meio de pagamento, o congresso do Irã quer banir o uso do Bitcoin no país assim como outras criptomoedas.

Em relação à mineração de Bitcoin, ficará sob a responsabilidade do Ministério de Minas e Energia a autorização do funcionamento de fazendas, que deverão ter autorização para funcionamento.

Vale o destaque que o projeto de lei ainda será criado e analisado pelas autoridades locais, mas caso aprovado, mostra que um país que até aqui apoiava ligeiramente o Bitcoin, como uma moeda que dava liberdade econômica a um território que sofre com embargos impostos pelos Estados Unidos, já quer acabar com o uso da criptomoeda no território.

Não fica claro o porque o congresso iraniano quer dar um “tiro no pé”, mas a China reprime a mineração de Bitcoin e sua negociação, sendo um dos países aliados do Irã.

O Bitcoin acabou sendo envolvido em um caso de geopolítica, mostrando que está cada vez mais presente nos debates parlamentares em muitos países, mesmo sendo totalmente independente destes que o perseguem.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Kid Bengala promete dar “madeirada” em quem vender criptomoeda

Após a sua grande carreira na indústria de filmes adultos, Clóvis Basílio dos Santos, mais conhecido como Kid Bengala, se tornou uma celebridade na internet...

Um dos maiores bancos dos EUA pode estar explorando empréstimos com Bitcoin

Com os bancos e outras instituições demonstrando cada vez mais interesse no criptomercado, podemos ver cada vez mais produtos ligados ao setor tradicional e...
Homem olhando bravo para notas amassadas de Real brasileiro enquanto segura o Bitcoin

Pesquisa revela que brasileiros acreditam no Real digital apenas no curto prazo

Muitos brasileiros acreditam no Real digital como uma tecnologia promissora de curto prazo, não para daqui a cinco anos. Pelo menos isso é o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias