Irmã de Mark Zuckerberg cria música de criptomoedas e vira piada

Randi Zuckerberg - WAGMI
Randi Zuckerberg - WAGMI. Fonte: Twitter/Reprodução

Randi Zuckerberg, empresária americana e irmã de Mark Zuckerberg, lançou uma música sobre criptomoedas nesta segunda-feira (28). Para surpresa de poucos, a canção não agradou muitos e acabou virando piada.

Apesar de seu envolvimento com criptomoedas ser um fato novo para alguns, na verdade Randi já está neste mercado há algum tempo. Além de publicar vídeos sobre Dogecoin, Shiba Inu e Bitcoin, atualmente a empresária está focada na web 3.

Seus principais projetos envolvem NFTs e a promoção deste espaço para outras mulheres. Entretanto, seu envolvimento no setor teve início ainda em 2018 com um projeto chamado Pledgecamp.

O talento musical de Randi Zuckerberg

Publicado nesta segunda-feira (28), a música de Randi Zuckerberg, irmã do criador do Facebook, tem foco em gírias comumente postadas entre a comunidade de criptomoedas.

Parecendo um refrão sem fim, a canção é uma paródia da música We’re Not Gonna Take It da banda Twister Sister. Na sua versão, Randi muda a letra para We’re All Gonna Make It — Todos Nós Vamos Conseguir — para fazer referência ao entusiasmo dos usuários de criptomoedas que frequentemente usam o acrônimo WAGMI como sinal de positividade.

Além do WAGMI, a irmã de Mark Zuckerberg também usa outros acrônimos em sua música, como DYOR (Do Your Own Research), ou Faça Sua Própria Pesquisa, e HODL, expressão usada por aqueles que não tem intenção de vender suas criptomoedas.

A música, que também conta com um clipe, pode ser ouvida no tuíte abaixo, publicado pela própria Randi. Além desta, a empresária também já fez uma paródia da música Hello da cantora Adele, há cerca de duas semanas, onde também foca em criptomoedas.

Reação do público

Se fosse um show ao vivo, atirariam tomates em sua direção. Como a internet é um lugar mais civilizado, apenas aproveitaram o espaço para acusá-la de golpes e reprimir seu entusiasmo como cantora, como pode ser visto abaixo.

“Você está tentando fazer com que as criptomoedas voltem 10 anos? Porque é assim que elas regridem 10 anos. Tive que assistir isso mortificado, escondido atrás das minhas mãos. As mulheres da web3 estarão se manifestando com força para expressar profunda preocupação com essa flagrante cooptação. Por favor, repense o que está fazendo.”, aponta um comentário sobre a música da irmã de Mark Zuckerberg.

“Estou vendo muitos comentários de ódio neste vídeo e só quero dizer que…

concordo com todos eles”

“Senhora, você me enganou com a Pledgecamp em 2018. Ainda me lembro. Quem mais foi enganado com a $PLG?”

Além das vaias virtuais à sua música, Randi Zuckerberg foi até mesmo acusada de ter enganado pessoas com o projeto Pledgecamp em 2018.

Embora o usuário não tenha revelado mais detalhes sobre a acusação, parece que a fama de Randi no mundo das criptomoedas não é das melhores.

Por fim, seu clipe também fez com que muitos lembrassem de Heather Rhiannon Morgan. Afinal além de acusada de roubar 23 bilhões de reais em Bitcoin da exchange Bitfinex, a jovem também tentou seguir carreira na indústria musical apresentando músicas de gostos tão duvidosos quanto a paródia acima feita pela irmã de Mark Zuckerberg.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias