Jamie Dimon e Samy Dana estavam certos?

Bitcoin voltou para o preço em que o crítico do mercado de criptomoedas e CEO da JPMorgan chamou a moeda digital de "fraude". Samy Dana também avisou.

Siga no

Bloomberg – Em setembro de 2017 o diretor executivo da JPMorgan, Jamie Dimon chamou o Bitcoin de “fraude” e ameaçou demitir qualquer funcionário que fosse pego investindo na moeda digital.

Embora a criptomoeda tenha tido uma leve queda após seus comentários, ela se recuperou mais de quatro vezes em três meses, ao mesmo tempo que a moeda batia recordes de valorização no fim de 2017, Dimon se tornou o saco de pancadas favorito dos entusiastas de Bitcoin mesmo depois de ter dito que havia se arrependido dos comentários e que acreditava na tecnologia blockchain.

Talvez Jamie Dimon estivesse certo depois de tudo.

O pessimismo em volta do Bitcoin por Dimon está parecendo mais presciente. Depois de cair até 78% de seu valor mais alto, a criptomoeda voltou a seu preço do dia em que o bilionário fez seu alerta.

O valor de mercado de todas as moedas virtuais indexadas pelo CoinMarketCap.com cairam mais de US $ 700 bilhões desde a maior alta de todos os tempos em Dezembro de 2017.

Valor do Bitcoin quando Dimon chamou de fraude. Imagem: Bloomberg
Valor do Bitcoin quando Dimon chamou de fraude. Imagem: Bloomberg

Dimon afirmou que o Bitcoin é uma “fraude” durante um discurso no evento da empresa Barclay; o crítico de longa data do Bitcoin lembrou que sabia que a criptomoeda “não sobreviveria” em novembro de 2015, quando seu preço teve uma váriação em torno de 400 dólares.

Segundo ele, a atividade dos mercados de criptomoedas não é suficiente, e parece ser uma “bolha”. “É pior do que vender tulipas, não pode acabar bem”, disse o financista.

Em janeiro de 2018, em uma entrevista na Fox Business, ele pediu desculpas por suas primeiras declarações, mas disse que tem apenas uma opinião diferente de outras pessoas, e ele simplesmente não está interessado em discutir mais sobre criptomoedas.

Samy Dana também estava Certo?

Livecoins – No Brasil, o economista, colunista do G1, professor da FGV, âncora do programa Conta Corrente da Globo News, e comentarista dos telejornais Hora 1, SP1 e Jornal da Globo, também fez um alerta aos investidores do Bitcoin.

Em Agosto o economista disse que não era seguro investir no Bitcoin devido a variação de preço, segundo ele, a “mesma onda que leva é a que traz”. Samy ressaltou que era importante que os investidores se educassem antes de investir.

Em outubro Samy publicou um artigo onde afirmava que o Bitcoin se tratava, sim, de uma bolha, a tecnologia blockchain, segundo ele, “é muito bacana”, mas que o Bitcoin “não servia como dinheiro”:

______

Se a mania da Bitcoin é de fato uma bolha, só teremos certeza depois de ela estourar. No entanto, sinais apontam tratar-se, sim, de uma bolha, e das grandes. Quem tiver estômago pode encarar esse investimento. Mas, se a bolha estourar, não diga que não sabia do risco

Em fevereiro de 2018 após o Bitcoin perder metade do valor desde a maior alta em dezembro de 2017, Samy declarou por meio do Twitter que a queda do Bitcoin significava uma bolha.

Muitos entusiastas de criptomoedas passaram a ataca-lo e tê-lo como um inimigo do Bitcoin. Samy se tornou o “saco de pancadas” preferido dos entusiastas brasileiros de Bitcoin.

https://youtu.be/lPuUB2N8jdQ

Samy voltou em fevereiro para reafirmar sua opinião e de certa forma, mostrar que estava certo aos “BitMinions” que não concordavam com ele:

Eles tem razão?

Com o contínuo colapso do mercado, o pessimismo de Dimon e a opinião de Samy parecem ser mais lógicos a cada dia.

Depois de cair mais de 75% de seu valor mais alto, a criptomoeda voltou para o valor onde Dimon avisou para não comprar e é inegavel que uma bolha de preço do Bitcoin estourou há muito tempo.

O Bitcoin não é uma fraude, O Bitcoin é uma tecnologia libertária. Infelizmente existem golpistas no mercado de criptomoedas que manipulam e enganam as pessoas, assim como em qualquer outro mercado.

Houve sim, uma inegavél bolha no Preço do Bitcoin. Samy Dana estava certo.

Samy Dana Estava certo.

O lado positivo

Enquanto aquelas pessoas que compraram bitcoin esperando ficar ricas da noite para o dia estão agora entrando em pânico, outras que conhecem o Bitcoin pela tecnologia e compraram pelo longo prazo não estão preocupadas.

O Bitcoin já caiu outras vezes, 30%, 40%, 50% e até 80%, mas se recuperou em 190%, 300%, 500% e até 1700%, de acordo com o preço histórico do bitcoin. Neste caso, vale lembrar da frase de Samy, só que ao contrário, “a mesma onda que leva, traz!”.

Alguns investidores estão aproveitando a queda para comprar bitcoin em promoção.

Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br

Governo da Ucrânia ensina bitcoin para população

O Ministério da Transformação Digital da Ucrânia criou uma campanha para ensinar  bitcoin, blockchain e criptomoedas para a população. Os vídeos foram desenvolvidos em...

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...
BCHA-51-attack

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

Últimas notícias

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

30 bilionários possuem bitcoin, mas não falam sobre isso, revela milionário do Twitter

O multimilionário filantrópico Bill Pulte, apelidado de "Bitcoin Bill" após sua entrada no mercado de bitcoin em dezembro de 2019, afirmou em uma live...