Jornal Nacional expõe caso de possível golpe com criptomoedas da MSK Invest

Empresa ofertava investimentos com rendimentos fixos ao mês, mas não paga seus clientes há sete meses.

Investidor de criptomoedas frustrado por falta de acesso à plataforma
Investidor de criptomoedas frustrado por falta de acesso à plataforma

O Jornal Nacional exibiu na última segunda-feira (4) uma cobertura completa sobre as atividades da MSK Invest, empresa que supostamente trabalhava no mercado de criptomoedas. Oferecendo a clientes promessas de lucros fáceis e rápidos, a empresa já é alvo de um inquérito no Estado de São Paulo.

Desde o final de 2021, a empresa começou a atrair a atenção de clientes para um possível problema, quando saques começaram a atrasar e serem negados.

Essa empresa criou uma operação que envolvia a venda de colchões, por meio da MSKonforto, que também fazia parte do grupo criado pelos sócios Glaidson Tadeu Rosa e Carlos Eduardo De Lucas.

Clientes revoltados e em processos que correm na justiça alegam que tudo não passava de um esquema de pirâmide financeira.

Músico diz ao Jornal Nacional que perdeu R$ 380 mil na MSK, confiando em operação de criptomoedas

Em conversa com a reportagem, um dos clientes da MSK Invest, cujo CNPJ é 23.206.780/0001-26, alega ter perdido R$ 380 mil na empresa. Músico, ele havia investido e confiado na empresa, levando até conhecidos para aportar dinheiro no suposto esquema.

Após confiar, ele recebeu uma herança de sua mãe e resolveu aumentar a aposta na empresa de São Paulo, mas nunca recebeu retorno sobre o seu investimento. Músico, ele agora alega que espera a justiça.

A polícia civil de São Paulo já apura as denúncias de investidores e um inquérito foi aberto a pedido do Procon-SP.

Segundo o Procon de São Paulo, pelo menos 200 milhões de reais foram investidos por clientes nessa empresa, que nunca viram seu dinheiro de volta.

A última vez que a MSK Invest deu alguma satisfação publicamente foi em janeiro de 2022, quando divulgou uma simples nota em suas redes sociais comentando “entender” os problemas dos clientes.

Último comunicado da MSK Invest para clientes foi em janeiro de 2022
Último comunicado da MSK Invest para clientes foi em janeiro de 2022. Instagram

Um dia antes, foi emitido um comunicado oficial onde a empresa se comprometia a devolver todo o investimento para clientes, o que nunca ocorreu na prática.

Comunicado de fim das operações da MSK Invest
Comunicado de fim das operações da MSK Invest. Reprodução.

“Empresa não recomendada”

Agora com grande repercussão sobre reclamações de clientes contra seu negócio, a MSK Invest já recebeu inúmeras denúncias públicas pelo site Reclame Aqui. Nessa plataforma, com uma nota baixa e respostas evasivas, a empresa é tida como “Não Recomendada”.

Em uma resposta pública dada pela empresa aos clientes, ela alega que um funcionário roubou suas criptomoedas e um inquérito já foi instaurado para apurar a situação.

“Resposta da empresa (21/04/2022 às 09:19): Prezada, Lamentamos por todo esse episódio. Conforme relatado, a empresa está passando por um problema jurídico junto a um funcionário. O inquérito foi aberto para que a justiça tome as providências cabíveis. Tão logo essa situação de resolva, os fluxos voltarão a ser processados. Att.”

De qualquer forma, promessas de lucros fáceis e rápidos são sinais de alerta para todos os investidores em um mercado de renda variável. Nos últimos meses, por exemplo, o preço do bitcoin registra queda, o que mostra que os “lucros não são certos”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias