Inicio Blockchain JPM Coin começa a ser testada e pode ser grande rival para...

JPM Coin começa a ser testada e pode ser grande rival para a Libra do Facebook

Projeto do sexto maior banco do mundo é também uma stablecoin que será lançada em breve no mercado.

-

Compartilhe
JPM Coin será testada por clientes

A criptomoeda JPM Coin começou a ser testada pelo banco JP Morgan. O projeto, ainda em fase de desenvolvimento, será testado por alguns clientes corporativos do sexto maior banco do mundo. A proposta da JPM Coin é criar uma stablecoin inicialmente atrelada ao dólar norte-americano.

O sexto maior banco do mundo anunciou recentemente sua intenção em relação ao mercado de criptomoedas. Desde então, o JP Morgan começou a desenvolver o que será a JPM Coin. Uma criptomoeda estável que terá seu preço atrelado a moedas fiduciárias, como o dólar norte-americano, por exemplo.

O lançamento da JPM Coin poderá impactar ainda mais o mercado de criptomoedas. Grandes empresas começam a apostar em suas próprias criptomoedas, em busca de garantir um espaço consolidado em todo o mercado.

Tecnologia da JPM Coin vai ser testada por clientes do banco

A stablecoin JPM Coin será testada em breve por clientes do banco norte-americano. O teste inicial será feito somente com investidores corporativos, que serão previamente selecionados pela instituição. O anúncio indica que a criptomoeda pode estar pronta para ser lançada, após o teste inicial.

Os clientes selecionados deverão testar a tecnologia por trás de todo o projeto em breve. De acordo com relatório publicado pela Bloomberg, transações via blockchain devem integrar a fase de testes que compreende a tecnologia que dará vida a JPM Coin.

Transações mais rápidas e com baixo custo via blockchain

O banco e investidores corporativos poderão testar o que seria a própria blockchain da JPM Coin. De acordo com o chefe de iniciativas blockchain do banco norte-americano, Umar Farooq, o teste incluirá transações com tempo reduzido de confirmação de dados.

O teste incluirá ainda, um sistema que representará baixo custo operacional. Essas facilidades deverão familiarizar os clientes com o processo de utilização da JPM Coin. A stablecoin terá seu valor completamente atrelado ao dólar norte-americano.

Investidores esperam para usarem a JPM Coin

A JPM Coin ainda deve conseguir aprovação para que a criptomoeda funcione regularmente. Somente após uma aprovação é que o projeto deverá ser lançado. Contudo, alguns clientes já poderão conferir a tecnologia que será utilizada na criptomoeda criada pelo banco JP Morgan.

O banco norte-americano recebeu vários pedidos de usuários corporativos interessados na JPM Coin. São os investidores europeus, norte-americanos e japoneses os que mais se interessaram pelo projeto.

Serão estes investidores que deverão testar a tecnologia blockchain que suportará a JPM Coin. A proposta do teste é utilizar a tecnologia em transações comerciais envolvendo fundos custodiados pelo banco.

JPM Coin e Libra podem ser concorrentes

A JPM Coin chegará no mercado em um momento de lançamento de projetos ousados, como a Libra. Recentemente o Facebook anunciou a criação de uma stablecoin que poderá ser enviada através do Messenger e do WhatsApp.

O projeto da rede social de Mark Zuckerberg poderá oferecer concorrência para a stablecoin do banco JP Morgan. A instituição custodia cerca de US$ 30 trilhões de investidores em todo o mundo.

O mercado de criptomoedas vive um importante momento de expansão. Com o anúncio da criptomoeda do Facebook, uma regulação para o setor poderá ser proposta em vários países. Alguns grupos de grandes potências econômicas, como o G-7 e G-20 já sinalizaram interesse em propor regulação para as criptomoedas.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Bitcoin atinge R$ 1 bilhão em negociações no Brasil e quebra recorde na América Latina

O Brasil registrou mais de R$ 1 bilhão em negociações envolvendo o bitcoin. A criptomoeda vive um importante momento de expansão na América Latina....

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Clientes da Indeal defendem empresa

Após uma investigação da Polícia Federal, os negócios da Indeal deixaram de ser operados em todo o Brasil. A investigação resultou na prisão de...

Bitcoin vai subir? Trader aponta U$ 16 mil em breve

Na última semana o preço do Bitcoin em real ultrapassou os R$ 50 mil, a desvalorização veio forte. No momento da escrita deste, a...
 

COMENTÁRIOS

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Bitcoin atinge R$ 1 bilhão em negociações no Brasil e quebra recorde na América Latina

O Brasil registrou mais de R$ 1 bilhão em negociações envolvendo o bitcoin. A criptomoeda vive um importante momento de expansão na América Latina....

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Clientes da Indeal defendem empresa

Após uma investigação da Polícia Federal, os negócios da Indeal deixaram de ser operados em todo o Brasil. A investigação resultou na prisão de...
Compartilhe