JP Morgan projeta futuro sombrio para mineradores de Bitcoin

Jamie Dimon, CEO do JP Morgan, é um grande crítico do Bitcoin. No entanto, seu banco comprou ETFs da criptomoeda no primeiro trimestre deste ano. Além disso, eles também empregam analistas que visitam a indústria de criptomoedas para buscar oportunidades.

O JP Morgan, um dos maiores bancos do mundo, está preocupado com o futuro das mineradoras de Bitcoin. Isso porque a recompensa foi cortada pela metade após o halving, caindo de 6,25 para 3,125 BTC por bloco.

Segundo os analistas do JP Morgan, o custo médio de produção de 1 bitcoin está na faixa dos US$ 45.000. No momento desta redação, o Bitcoin está sendo negociado por 66.800, o que ainda deixa diversas mineradoras com uma boa margem de lucro.

No entanto, o banco alerta que uma simples flutuação de preços pode fazer essa margem evaporar, deixando a indústria fragilizada.

JP Morgan comenta sobre setor de mineração de Bitcoin

Jamie Dimon, CEO do JP Morgan, é um grande crítico do Bitcoin. No entanto, seu banco comprou ETFs da criptomoeda no primeiro trimestre deste ano. Além disso, eles também empregam analistas que visitam a indústria de criptomoedas para buscar oportunidades.

Em relação ao setor de mineração, o JP Morgan não está tão empolgado. Isso porque os mineradores perderam metade de sua receita com o halving e, somado a isso, o banco não acredita que o Bitcoin tenha força para continuar sua escalada de preços.

“A taxa de hash atual e o consumo de energia colocam nossa estimativa central do custo de produção do bitcoin em cerca de US$ 45.000, ou seja, bem abaixo dos preços atuais”, disse o JP Morgan, notando que ainda há uma boa margem de lucro para os mineradores.

“No entanto, não vemos potencial de alta para os preços do bitcoin no momento atual e, se houver algo, vemos ventos contrários no curto prazo.”

Dentre os motivos destacados estão as recentes saídas dos ETFs de Bitcoin nos EUA e uma demanda morna pelos mesmos produtos em Hong Kong.

Segundo os analistas, diversas mineradoras que deixaram de apresentar lucros após o halving já fecharam e isso pode acontecer com as que ainda estão no mercado caso o preço do BTC caia.

“Isso destaca o desafio contínuo enfrentado pelos mineradores de bitcoin para manter uma fonte sustentável de receita, especialmente no ambiente pós-halving.”

“Há um ciclo de feedback natural com os preços do bitcoin”, disseram os analistas do JP Morgan. “Quanto mais os preços do bitcoin caem, maior é o número de mineradores não-lucrativos que sofrem pressão para sair da rede.”

Taxa de hash do Bitcoin atinge menor nível desde fevereiro

Segundo dados do YCharts, a taxa de hash do Bitcoin está em 586 PH/s (petahashes por segundo), apresentando um recuo em relação ao seu topo histórico de 721 PH/s de abril.

Embora o gráfico esteja cheio de ruídos, é possível que essa diminuição esteja ligada ao desligamento de máquinas ineficientes ou hospedadas em regiões com alto custo de energia.

Taxa de hash do Bitcoin apresenta queda após halving. Fonte: YCharts.
Taxa de hash do Bitcoin apresenta queda após halving. Fonte: YCharts.

Embora as taxas de mineração tenham disparado com a chegada dos Runes logo após o halving, hoje elas estão representando menos de 0,5% das recompensas dos blocos. Portanto, os mineradores só podem contar com a recompensa-base atualmente.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias