JPMorgan investe em empresa que rastreia criptomoedas

Grande banco dos EUA segue pavimentando caminho no mercado de criptomoedas.

Prédio do banco JPMorgan
Prédio do banco JPMorgan

O banco JPMorgan fez mais um movimento no mercado de criptomoedas ao investir em uma empresa que rastreia ativos digitais, assim como outras companhias já fizeram antes. A nova ação pode indicar seus planos para se envolver com este setor, que segue crescendo e atraindo interesse institucional.

Nos últimos anos, várias atividades do JPMorgan já apontavam que o banco estava interessado no setor. Uma delas, e talvez a principal, foi o lançamento da sua própria criptomoeda, a JPMCoin.

O banco também passou a contar com analistas sobre o mercado de criptomoedas, que costumam emitir opiniões com frequência sobre preços. Nos últimos dias, por exemplo, eles disseram que o Bitcoin está subvalorizado e pode subir 27%.

JPMorgan investe em empresa que rastreia criptomoedas

A empresa Elliptic é uma das que tem chamado atenção por suas soluções no mercado de criptomoedas. Provendo serviços de análises de moedas para prevenção de financiamento ao terrorismo, investigações em carteiras, entre outros mais, essa tem captado recursos no mercado.

Em outubro de 2021, por exemplo, a gigante japonesa Softbank investiu na empresa que rastreia criptomoedas, assim como o banco Santander e Wells Fargo.

Na nova rodada de investimentos Serie C, a empresa acabou captando recursos com o JPMorgan, que mostra agora interesse em rastrear criptomoedas. A rodada de US$ 60 milhões foi liderada pela Evolution Equity Partners.

De acordo com a CEO da Elliptic, Simone Maini, o mercado de criptomoedas cresceu muito e há espaço para um novo crescimento de 10 vezes, o que torna a segurança um assunto cada vez mais relevante para instituições interessadas em operar moedas digitais.

“Como classe de ativos, as criptomoedas cresceram mais de 10 vezes nos últimos cinco anos e agora valem mais de US$ 1 trilhão. Um potencial de crescimento adicional de 10x está à frente – e será impulsionado por empresas interessadas em moldar o futuro das finanças. Estamos focados em permitir a oportunidade de ajudar as organizações a desbloquear o verdadeiro valor das criptomoedas.”

Tendência?

Vale lembrar que a Mastercard comprou uma empresa que rastreia criptomoedas em 2021, a Ciphertrace. Com esse movimento, aquela marca se posicionou como uma das que espera garantir transações sem problemas com criptomoedas.

E a tendência é que empresas de rastreio de criptomoedas se destaquem, pois, com novas sanções emitidas pelos Estados Unidos, é importante saber quem são os clientes e quais países esses moram.

Nos últimos dias, por exemplo, os EUA processou um cidadão após ele realizar uma transação com Bitcoin considerada proibida. Ou seja, com esses riscos legais crescentes, todos que se envolvem com criptomoedas deverão prestar atenção em seus clientes e empresas que rastreiam operações ganham destaque.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias