Mastercard compra empresa de rastreamento de criptomoedas

Além disso, a Mastercard também tem parcerias com as exchanges Gemini, BitPay e Uphold, com foco na disponibilização de cartões aos usuários das mesmas.

Empresa Mastercard, emissora de cartões
Empresa Mastercard - Foto: Marco Verch

A Mastercard acaba de comprar a CipherTrace, empresa focada no rastreamento de criptomoedas que ajuda outras companhias com questões relacionadas a segurança e fraude.

A aquisição da gigante no setor de pagamentos é uma aposta em um setor das criptomoedas que é pouco comentado, o de segurança. Tanto pessoas físicas quanto empresas sofrem com roubos e outros tipos de fraudes, desde 2011. Na lista dos maiores roubos de criptomoedas da história, é possível encontrar quantias maiores que 850.000 BTC em um único roubo.

E a história continua se repetindo até os dias atuais.

CipherTrace

O papel da CipherTrace é prevenir e remediar estes tipos de acontecimentos. Um dos clientes da empresa é a corretora Binance, através desta parceria a corretora pode usar os serviços da CipherTrace para prevenir que criminosos a usem como um meio de limpar os seus rastros após cometer um crime, como um hack em um protocolo de DeFi.

A empresa vai muito além de oferecer serviços a exchanges de criptomoedas, ela também trabalha com grandes bancos, reguladores governamentais e outras instituições financeiras. Bem como também atua em cima de várias blockchains diferentes.

Há cerca de um ano, a CipherTrace também afirmou que foi a primeira empresa a criar um sistema que conseguia rastrear transações de Monero (XMR), uma criptomoeda que é muito utilizada como um ponto final por quem deseja sair do radar. Muitas dessas conversões e transações de XMR são de atividades ilegais.

Mastercard

A Mastercard, que está presente em mais de 210 países e está no setor de pagamentos há 55 anos, sabe que a segurança é fundamental tanto para usuários quanto empresas. A entrada da Mastercard no setor das criptomoedas, mesmo que nos bastidores, pode gerar mais confiança a novos usuários que hoje não se sentem confortáveis em usar exchanges. Aumentando assim o alcance do Bitcoin.

Este não é o primeiro investimento da Mastercard no ramo das criptomoedas, em julho deste ano a empresa criou o Start Path, um programa para acelerar o desenvolvimento de startups relacionadas a criptomoedas.

Além disso, a Mastercard também tem parcerias com as exchanges Gemini, BitPay e Uphold, com foco na disponibilização de cartões aos usuários das mesmas.

A estratégia da Mastercard em aumentar sua posição no mercado de criptomoedas através do setor de segurança parece ser uma ótima notícia para todos do setor. Tanto pessoas quanto empresas e governos poderão se sentir mais seguros em relação ao uso e aceitação de criptomoedas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias