Justiça manda corretoras venderem bitcoins de Marcel Mafra para pagar vítimas de golpe

Marcel Mafra está preso e criptomoedas encontradas em corretoras serão vendidas para quitar dívida de mais de um milhão de reais.

Siga no
Estátua da Justiça
Estátua da Justiça

Resumo da notícia:

  • Justiça determina venda de criptomoedas de Marcel Mafra
  • Empresário é acusado de aplicar golpes envolvendo bitcoins em mais de R$ 1 bilhão
  • Após a venda das criptomoedas, exchanges deverão depositar o valor em reais para a justiça
  • Além de Marcel Mafra, Leonardo Oliveira da Silva é citado no processo

A justiça determinou que exchanges depositem bitcoins de Marcel Mafra Bicalho. Conhecido entre a comunidade cripto, Mafra é acusado de aplicar um golpe milionário envolvendo criptomoedas. Além de Bicalho, Leonardo Oliveira da Silva é citado no processo.

Como solução para reaver o dinheiro de duas vítimas do golpe, a justiça do Mato Grosso do Sul determinou que criptomoedas em nome dos dois sejam vendidas pelas exchanges. A medida busca devolver mais de um milhão para dois investidores que acreditaram nos negócios oferecidos por Marcel Mafra.

Exchanges devem vender criptomoedas

A justiça determinou que corretoras de criptomoedas informem saldos de Marcel e Leonardo, presos acusados pelo golpe. A medida busca reaver mais de um milhão investidos por duas vítimas, no esquema do acusado pela justiça de estelionatário. Como medida cautelar, a justiça determinou que sejam encontrados R$ 1.123.000,00 em criptomoedas.

O valor corresponde ao montante total investido pelas vítimas do negócio fraudulento. Para a justiça, as exchanges brasileiras devem vender criptomoedas no nome dos envolvidos. Isso permitirá que Fabiano Pereira Rodrigues e Fernanda dos Santos Rocha recebam o que foi investido.

Desse modo, após encontrarem saldos positivos em nome dos acusados, as exchanges deverão vender as criptomoedas. Ou seja, o saldo deverá ser depositado em reais para a justiça, logo após a venda das criptomoedas que existirem em nome dos acusados.

A justiça determinou, ainda, o prazo de 15 dias para que os acusados apresentem defesa diante do pedido. Por outro lado, a audiência de conciliação não acontecerá, pois Marcel e Leonardo estão presos atualmente.

Marcel Mafra é apontado como responsável por um golpe bilionário aplicado contra investidores. Com a promessa de investimentos em criptomoedas, estima-se que Mafra tenha movimentado mais de R$ 1 bilhão em todo o país. O empresário utilizava a empresa FX BTC para atrair vítimas para o golpe.

Mafra foi preso em um verdadeiro bunker na Bahia. A prisão do empresário foi anunciada no dia (19) de agosto. Mafra alugou uma pousada e vivia sozinho, cercado por um monitoramento de câmeras no local. Ele também utilizou um sobrenome falso para dificultar sua localização e real identidade.

Além de Mafra, Leonardo Oliveira da Silva também foi preso pelas autoridades. O cunhado de Marcel é apontado como envolvido no esquema. Dessa forma, a justiça determinou que bitcoins em contas nos nomes dos dois sejam utilizados para pagar vítimas do golpe.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...

Meme postado por Elon Musk é vendido por R$115 mil

Após o Bitcoin e o Ethereum romperem as suas máximas históricas nesta semana, Elon Musk foi ao Twitter para postar um meme sobre o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias