Justiça manda corretoras venderem bitcoins de Marcel Mafra para pagar vítimas de golpe

Marcel Mafra está preso e criptomoedas encontradas em corretoras serão vendidas para quitar dívida de mais de um milhão de reais.

-

Siga no
Estátua da Justiça
Estátua da Justiça
Anúncio

Resumo da notícia:

  • Justiça determina venda de criptomoedas de Marcel Mafra
  • Empresário é acusado de aplicar golpes envolvendo bitcoins em mais de R$ 1 bilhão
  • Após a venda das criptomoedas, exchanges deverão depositar o valor em reais para a justiça
  • Além de Marcel Mafra, Leonardo Oliveira da Silva é citado no processo

A justiça determinou que exchanges depositem bitcoins de Marcel Mafra Bicalho. Conhecido entre a comunidade cripto, Mafra é acusado de aplicar um golpe milionário envolvendo criptomoedas. Além de Bicalho, Leonardo Oliveira da Silva é citado no processo.

Como solução para reaver o dinheiro de duas vítimas do golpe, a justiça do Mato Grosso do Sul determinou que criptomoedas em nome dos dois sejam vendidas pelas exchanges. A medida busca devolver mais de um milhão para dois investidores que acreditaram nos negócios oferecidos por Marcel Mafra.

Exchanges devem vender criptomoedas

Anúncio

A justiça determinou que corretoras de criptomoedas informem saldos de Marcel e Leonardo, presos acusados pelo golpe. A medida busca reaver mais de um milhão investidos por duas vítimas, no esquema do acusado pela justiça de estelionatário. Como medida cautelar, a justiça determinou que sejam encontrados R$ 1.123.000,00 em criptomoedas.

O valor corresponde ao montante total investido pelas vítimas do negócio fraudulento. Para a justiça, as exchanges brasileiras devem vender criptomoedas no nome dos envolvidos. Isso permitirá que Fabiano Pereira Rodrigues e Fernanda dos Santos Rocha recebam o que foi investido.

Desse modo, após encontrarem saldos positivos em nome dos acusados, as exchanges deverão vender as criptomoedas. Ou seja, o saldo deverá ser depositado em reais para a justiça, logo após a venda das criptomoedas que existirem em nome dos acusados.

A justiça determinou, ainda, o prazo de 15 dias para que os acusados apresentem defesa diante do pedido. Por outro lado, a audiência de conciliação não acontecerá, pois Marcel e Leonardo estão presos atualmente.

Marcel Mafra é apontado como responsável por um golpe bilionário aplicado contra investidores. Com a promessa de investimentos em criptomoedas, estima-se que Mafra tenha movimentado mais de R$ 1 bilhão em todo o país. O empresário utilizava a empresa FX BTC para atrair vítimas para o golpe.

Mafra foi preso em um verdadeiro bunker na Bahia. A prisão do empresário foi anunciada no dia (19) de agosto. Mafra alugou uma pousada e vivia sozinho, cercado por um monitoramento de câmeras no local. Ele também utilizou um sobrenome falso para dificultar sua localização e real identidade.

Além de Mafra, Leonardo Oliveira da Silva também foi preso pelas autoridades. O cunhado de Marcel é apontado como envolvido no esquema. Dessa forma, a justiça determinou que bitcoins em contas nos nomes dos dois sejam utilizados para pagar vítimas do golpe.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Carvão e tecnologia blockchain

Minas Gerais lança projeto blockchain para controle de carvão

O carvão é considerado um dos principais recursos naturais para obtenção de energia no mundo. Dessa forma, um dos estados que o produz no...

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Últimas notícias

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...