“Leidimar e Danter estão ajudando PF no caso”, diz investidor da Unick

Parece piada, mas não é!

Mesmo com diretores presos pela Polícia Federal, alguns clientes da Unick ainda acreditam na empresa. Um dos clientes que acreditou na promessa de dobrar capital em 6 meses, agora acredita que – PASMEM – Leidmar e Danter, presidente da empresa e diretor de marketing, “estão ajudando a Polícia Federal no caso.”

Seria cômico se não fosse trágico, e triste.

Mais de 16 mil reclamações foram abertas contra a Unick no Reclame Aqui, pessoas que não conseguem reaver seus fundos. Centenas de processos judiciais estão surgindo em vários estados. Milhares de pessoas não conseguirão ter seus valores investidos de volta, já que de 9 bilhões de reais capitados pela Unick, segundo a PF, apenas 250 milhões foram encontrados.

O grupo, onde se reúnem apoiadores da Unick conta com mais de 4.100 membros, e cresce a cada dia. No telegram, diversas mensagens de apoio a empresa são compartilhadas, aqueles que criticam a Unick, são convidados a se retirar do grupo.

De acordo com a PF, a Unick tinha 700 mil cadastros ativos, o grupo representa então 0,57% dos investidores.

Leidimar não está ajudando a PF, na verdade ele está preso na Penitenciária Estadual de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre (RS). A informação foi confirmada pela própria unidade. Os nomes dos outros cinco membros detidos não foram divulgados.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias