LUNA diz que vendeu 80 mil bitcoins para tentar salvar o UST

Tentando defender o preço do TerraUSD (UST), a LFG começou suas vendas no dia 8 de maio. Primeiramente, limpou suas carteiras de Tether (USDT) e USD Coin (USDC) em troca de TerraUSD (UST).

Trader vendendo criptomoedas.
Trader vendendo criptomoedas.

Dona de uma das maiores carteiras de Bitcoin, contendo ~80,000 bitcoins (R$ 12,3 bilhões), a Luna Foundation Guard (LFG) disse, nesta manhã de segunda-feira (16), que vendeu todas as suas moedas. O motivo foi a tentativa de salvar a sua stablecoin, a TerraUSD (UST), porém nem mesmo estes bilhões não foram suficientes.

Chamando a atenção de todo mercado, a situação da Terra (Luna) obteve comentários de grandes players como Vitalik Buterin, fundador do Ethereum, e Changpeng Zhao, fundador da Binance. Enquanto Buterin saiu em defesa de outras stablecoins, Zhao criticou os novos planos da comunidade para reviver a LUNA e o UST.

A boa notícia é que esta venda bilionária está no passado e não causará mais pressão no futuro. Portanto, apesar de ainda não estar sendo negociado acima dos 30 mil dólares, o Bitcoin pode recuperar-se sem o medo de uma grande venda como esta.

Vendas começaram dia 8, com o bitcoin já em queda

Através de um post no Twitter, a Luna Foundation Guard (LFG) mostrou os fundos administrados pela mesma. Seu antigo portfólio continha 7 criptomoedas, sendo o Bitcoin (BTC) responsável pela maior parte dele.

  • 80.394 BTC — R$ 12,38 bilhões
  • 39.914 BNB — R$ 59,8 milhões
  • 26.281.671 USDT — R$ 132 milhões
  • 23.555.590 USDC — R$ 118 milhões
  • 1.973.554 AVAX — R$ 326 milhões
  • 697.344 UST — R$ 3,5 milhões (anteriormente)
  • 1.691.261 LUNA — R$ 553 milhões (anteriormente)

Tentando defender o preço do TerraUSD (UST), a LFG começou suas vendas no dia 8 de maio. Primeiramente, limpou suas carteiras de Tether (USDT) e USD Coin (USDC) em troca de TerraUSD (UST).

Em seguida, vendeu 46.876 Bitcoin (BTC) em troca de 1,5 bilhões de UST, equivalente a R$ 7,6 bi na data. Dias depois, novamente tocou em sua carteira de BTC, vendendo outros 33.206 BTC por 1,16 bilhões de UST, equivalente a R$ 5,8 bilhões, quando seu preço ainda estava atrelado ao dólar.

Por fim, cerca de 800 milhões de UST foram convertidos para LUNA como “proteção contra um possível ataque de governança”.

Desta forma, a LFG vendeu mais de 12 bilhões de reais em Bitcoin para salvar a sua moeda. Daqueles mais de 80.000 BTC, hoje restam apenas 313 moedas em sua carteira. O atual portfólio da LFG pode ser visto abaixo.

  • 313 BTC — R$ 48 milhões
  • 39.914 BNB — R$ 59,8 milhões
  • 1.973.554 AVAX — R$ 326 milhões
  • 1.847.079.725 UST — R$ 994 milhões (atualmente)
  • 222.713.007 LUNA — R$ 186 mil (atualmente)

Tendo acumulado mais UST e LUNA, duas moedas que tiveram perdas de 90% e 99,99%, nestes trades, a LFG não só perdeu bilhões como também não conseguiu salvar as suas moedas.

Fundadores do Ethereum e da Binance falaram sobre o assunto

Para Vitalik Buterin, fundador do Ethereum, o problema com as stablecoins algorítmicas é que estas estão sendo comparadas a outras stablecoins descentralizadas. Curiosamente, antes do crash do UST, Do Kwon, responsável pela Terra (LUNA) e pelo TerraUSD (UST), afirmou que mataria a DAI.

“Concordo muito com isso, com o argumento de que “algostable” se tornou um termo de propaganda servindo para legitimar stablecoins sem garantias, colocando-os no mesmo balde que stablecoins com garantias como DAI e RAI,”, afirmou Vitalik Buterin. “Precisamos realmente enfatizar que elas são muito diferentes.”

Já Changpeng Zhao, fundador da Binance, deu sua opinião sobre “soluções” para salvar tanto a LUNA quanto o UST. Citando uma sugestão sobre criar um fork, Zhao afirmou que isso não funcionará, afinal não criará valor.

“Opinião pessoal. Isso não funcionará.
— criar um fork não dá valor ao novo fork. Isso é ilusão.
— não se pode anular todas as transações após um snapshot antigo, tanto on-chain quanto off-chain (exchanges).”

Por fim, Zhao pede onde está todos os bitcoins que deveriam ser usados para manter o UST. Bom, com o anúncio da LFG desta manhã, já sabemos que estes 80.000 BTC já não existem em suas carteiras.

“Onde está todo o BTC que deveria ser usado como reserva?”

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias