Maiores bancos do Canadá ficam fora do ar durante possível corrida aos bancos

Tal medo é explicito não apenas por manifestantes, bem como por pessoas que apoiaram financeiramente o movimento. Como pode ser visto através das redes sociais.

Fila de pessoas para usar caixa eletrônico.
Fila de pessoas para usar caixa eletrônico.

Após o governo do Canadá aprovar a Lei de Emergências, permitindo que bancos congelem contas bancárias sem ordem judicial para tentar conter protestos, clientes dos maiores bancos do país começaram a ter problemas para acessar suas contas.

Isso pode ser o início de uma corrida aos bancos, ou seja, pessoas estão tentando sacar seus fundos imediatamente de tais instituições temendo que seu dinheiro possa ser confiscado.

Novamente isso serve como um marketing para o Bitcoin, afinal é impossível que um governo congele ou confisque seus fundos. Além disso, estamos falando do Canadá, e não de um país rígido como a China, portanto, tais ações podem acontecer em outros países que se dizem livres.

Maiores bancos do Canadá pararam de funcionar

Registros do portal Bleeping Computer apontam que o Royal Bank of Canada (RBC), Canadian Imperial Bank of Commerce (CIBC), TD Canada Trust e Scotiabank tiveram problemas na noite desta quarta-feira (16), como mostrado abaixo.

Bancos com problemas de acesso no Canadá. Fonte: DownDetector / BleepingComputer

Indo além, o Bleeping Computer afirma que todos os cinco maiores bancos ficaram offline no período. Portanto, as ações do governo podem estar acabando com a confiança de seus cidadãos, iniciando uma corrida aos bancos para sacar seus dólares canadenses ou então convertê-los em uma moeda incensurável como o Bitcoin.

Em resposta, alguns bancos afirmaram estarem cientes da situação e que ela estaria sendo resolvida o mais rápido possível. Entretanto, podemos estar prestes a presenciar problemas conforme mais pessoas tentam sacar seus fundos.

Medo está tomando conta dos clientes de bancos

Tal medo é explicito não apenas por manifestantes, bem como por pessoas que apoiaram financeiramente o movimento. Como pode ser visto através das redes sociais.

“@RBC, vocês podem dar algum tipo de declaração sobre seus clientes como eu, que apoiou os caminhoneiros semanas atrás. Você vai congelar nossas contas. Devemos fechar nossas contas o mais rápido possível. Precisamos de esclarecimentos e agora. Doamos para muitas outras instituições de caridade e estamos preocupados.”, escreveu o cliente

Em resposta, o Royal Bank of Canada (RBC) não respondeu a pergunta de seu cliente, trazendo mais preocupação do que alívio.

“Como em qualquer situação do cliente, por razões de privacidade do cliente, não podemos comentar sobre esse assunto em particular. Podemos dizer que a RBC cumpre todas as leis e requisitos regulatórios aplicáveis nas jurisdições em que operamos.”, respondeu o RBC

Por fim, embora o Canadá esteja longe de ser um país ditatorial, a aprovação da Lei de Emergências abalou não apenas o mundo como também a confiança de seus cidadãos. Talvez agora alguns comecem a entender o apelo do Bitcoin, afinal se isso aconteceu no Canadá, também pode acontecer em qualquer outro país que se diga livre.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias