Mastercard anuncia plataforma para testar moedas digitais

A ferramenta, de acordo com comunicado enviado à imprensa, dá aos bancos a possibilidade simular a emissão de moedas digitais, bem como a distribuição e a troca de criptomoedas entre as instituições.

Siga no
mastercard e moedas digitais
Foto: Pixabay

A Mastercard lançou nesta quarta-feira (9) uma plataforma que ajuda bancos centrais do mundo a testarem o uso das CBDCs (sigla em inglês para Moedas Digitais de Bancos Centrais).

A ferramenta, de acordo com comunicado enviado à imprensa, dá aos bancos a possibilidade de simular a emissão das moedas digitais, bem como a distribuição e a troca de criptomoedas entre as instituições.

Além disso, a ferramenta também mostra como consumidores podem usar ativos digitais para pagar por bens e serviços em lugares que aceitam a bandeira Mastercard.

Plataforma apoia os bancos centrais na tomada de decisões, disse vice-presidente de ativos digitais

Para Raj Dhamodharan, vice-presidente executivo de ativos digitais e produtos de Blockchain da multinacional de pagamentos, a novidade deve dar um “empurrão” no desenvolvimento das moedas digitais.

“A Mastercard está impulsionando a inovação com o setor público, bancos, fintechs e empresas de consultoria na exploração de CBDCs, trabalhando com parceiros alinhados aos nossos valores e princípios fundamentais”, falou, no comunicado enviado aos jornalistas.

“Essa nova plataforma apoia os bancos centrais na tomada de decisões agora e no futuro sobre o caminho a seguir para economias locais e regionais”, complementou Dhamodharan.

Bancos Centrais do mundo discutem criação de moedas digitais

O anúncio da empresa vem na esteira das discussões sobre o desenvolvimento de moedas digitais.

De acordo com pesquisa do Bank for International Settlements (BIS), publicada em 2019, cerca de 80% dos bancos centrais do planeta estão envolvidos na criação de criptomoedas próprias.

Ainda segundo o mesmo levantamento do BIS, cerca de 40% das instituições bancárias ouvidas já progrediram nas pesquisas sobre a criação de moedas digitais.

Brasil deve lançar moeda digital própria até 2022

O Brasil é um dos países que encabeçam a lista de nações que trabalham para criar uma moeda digital nacional.

Conforme notícia publicada pelo Livecoins na semana passada, o presidente do BC (Banco Central), Roberto Campos Neto, disse que uma criptomoeda brasileira pode ser lançada em 2022.

Vale lembrar ainda que em agosto deste ano o BC (Banco Central) criou um grupo de trabalho para discutir a emissão da moeda digital brasileira.

Os integrantes desse grupo, de acordo com a instituição, estão discutindo um modelo para a criptomoeda nacional, bem como identificando possíveis riscos e benefícios associados a essa nova tecnologia.

Além das conversas em torno da criptomoeda brasileira, o BC também tem trabalhado para digitalizar o sistema financeiro nacional. Uma das ferramentas que ajudará nesse processo é o PIX, sistema que permitirá pagamentos em até 10 segundos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

“Os Simpsons” faz previsão sobre o Bitcoin, seriado vai prever o futuro de novo?

Os Simpsons é a série de televisão mais longa da historia e uma das animações mais reconhecidas do mundo. Mas ela possui uma outra...

Investidores encontram Rodrigo Marques, fundador da Atlas Quantum

Depois de quase dois anos desaparecido, Rodrigo Marques, o fundador da Atlas Quantum, foi encontrado morando em um condomínio de luxo em São Paulo. Marques...

Governo Biden vê ameaça potencial do Yuan digital da China

O governo dos Estados Unidos está monitorando o desenvolvimento da moeda digital da China, o Yuan digital. A equipe de Biden está preocupada com...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias