Mastercard lança serviço de criptomoedas focado em endereços personalizados

Para explicar o funcionamento do Mastercard Crypto Credentials, a empresa lançou um vídeo curto e de fácil entendimento. Em suma, o serviço permite a criação de um nome de usuário que será usado para receber transações.

A Mastercard, famosa por seus cartões, apresentou um novo produto chamado Mastercard Crypto Credentials nesta quarta-feira (29). Em suma, isso permitirá a criação de endereços personalizados para receber criptomoedas de corretoras e pessoas.

A solução está disponível em 13 países, incluindo o Brasil, permitindo transações transfronteiriças entre diversas criptomoedas. Dentre as corretoras participantes da iniciativa estão Bit2Me, Mercado Bitcoin, Lirium e Foxbit.

O interesse da Mastercard com as criptomoedas já é antigo. Além de parcerias para a emissão de cartões, a gigante também aprofundou suas pesquisas e chegou a lançar uma solução de escalabilidade para a rede Ethereum.

Mastercard apresenta novo produto no mercado de criptomoedas

Para explicar o funcionamento do Mastercard Crypto Credentials, a empresa lançou um vídeo curto e de fácil entendimento. Em suma, o serviço permite a criação de um nome de usuário que será usado para receber transações.

Ao substituir os complexos endereços de criptomoedas, a Mastercard acredita que isso pode melhorar a experiência do usuário, facilitando sua vida.

Como exemplo, o vídeo mostra o registro do nome “alice.px.mastercard”. Após isso, outras pessoas e empresas, como corretoras, podem enviar fundos diretamente para esse ‘endereço’.

“A Mastercard continua investindo em sua tecnologia, padrões e parcerias para oferecer pagamentos seguros, simples e protegidos”, disse Walter Pimenta, vice-presidente executivo de Produtos e Engenharia da Mastercard para a América Latina e Caribe.

“À medida que o interesse por blockchain e ativos digitais continua crescendo na América Latina e ao redor do mundo, é essencial continuar fornecendo interações confiáveis e verificáveis nas blockchains públicas.”

Outro benefício é que esse mesmo nome de usuário funciona para diversas criptomoedas. Sendo assim, o usuário não precisará gerar e gerenciar diversos endereços.

Por fim, o serviço também conta com uma verificação de compatibilidade, ou seja, o remetente será informado se a carteira do destinatário pode receber a criptomoeda que ele está tentando enviar.

Primeiro caso de uso é P2P, afirma Mastercard

Seguindo, a gigante dos cartões aponta que o primeiro caso de uso é o P2P, ou seja, transações diretas entre usuários. De qualquer forma, destaca que o serviço pode expandir para outras funcionalidades como transações de NFTs, ingressos e outras soluções de pagamento.

“As transações P2P em tempo real do Mastercard Crypto Credential representam o potencial para expandir e apoiar ainda mais o mercado de remessas domésticas e internacionais.”

Finalizando, a Mastercard afirma que a solução estará disponível para mais de 7 milhões de pessoas inicialmente. O número é pequeno quando comparado com o total de investidores ao redor do mundo, mas isso pode ser a oportunidade perfeita para conseguir registrar nomes comuns antes de outros usuários.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias