Mega banco japonês lançará criptomoeda estável em Março

Siga no

O Mega banco japonês, Mizuho Financial Group, que controla US $ 1,8 trilhão em ativos, lançará sua própria criptomoeda estável (stablecoin) no dia 1º de março, segundo o jornal Nikkei Asian Review.

A matéria sugere que a moeda chamada J-Coin será usada para pagamentos e serviços de remessa. Além disso, cada conta bancária existente no banco será diretamente integrada as carteiras digitais da moeda digital, dando ampla oportunidade para que a stablecoin seja adotada pelos clientes.

A moeda será controlada pelos usuários por meio de um aplicativo de celular chamado J-Coin Pay, que contará com pagamentos de criptomoedas por meio de códigos QR no checkout.

A moeda tem valor estável, o que significa que ela terá um preço fixo. De acordo com a matéria da Nikkei, a J-Coin será fixada ao preço de 1 iene (aproximadamente US $ 0,01 USD) por unidade, que pode ser transferido entre as carteiras J-Coin e as contas bancárias da Mizuho gratuitamente. O projeto conta com o apoio do banco central e dos orgãos reguladores do Japão.

O Japão já é um mercado popular para o Bitcoin e outras criptomoedas, e o Mizuho Financial Group, com sua J-Coin, está tentando aproveitar isso, permitindo que os usuários gastem a criptomoeda em lojas de varejo em todo o Japão.

O banco Mizuho espera embarcar em um mínimo de 300.000 lojas e inscrever pelo menos 6,5 milhões de usuários em poucos anos.

Eles têm procurado atrair os comerciantes com o fato de que cobram taxas de transação mais baixas do que os cartões de crédito, que estarão em algum lugar abaixo da marca de 2 a 5%. Essa mudança para o uso e aceitação do varejo imita a da Line, um aplicativo de pagamentos no Japão que tem uma criptomoeda própria.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Mão segurando picolé laranja, cor do Bitcoin

Homem compra picolé com Bitcoin em El Salvador em menos de 15 segundos

Um homem gravou um vídeo em El Salvador comprando um simples picolé com Bitcoin, a compra não demorou 15 segundos para ser completada. A...
Roberto Campos Neto, presidente do BCB no Brasil

Presidente do Banco Central do Brasil pede cautela com Bitcoin

O presidente do Banco Central do Brasil (BCB) pediu que as pessoas tenham cautela com o Bitcoin. Reunindo especialistas do setor financeiro brasileiro para...
Imagem: ShutterStock

Fundadores de corretora de Bitcoin desaparecem com R$ 17 bilhões de clientes

Dois irmãos na África do Sul podem ser responsáveis pelo maior golpe Ponzi envolvendo o Bitcoin já aplicado no país. O nome da empresa...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias