Mercado Livre compra R$ 40 milhões em Bitcoin

A aguardada notícia da compra de Bitcoin pelo Mercado Livre foi publicada na página da SEC.

Siga no
Mercado Livre. Imagem: Reprodução
Mercado Livre. Imagem: Reprodução

O Mercado Livre finalmente divulgou em seus balanços a compra de Bitcoin como parte de sua reserva de valor. A compra teria sido realizada no primeiro trimestre de 2021, momento de ampla adoção institucional nas criptomoedas.

O Bitcoin tem sido adicionado por empresas em suas reservas como uma forma de proteção contra flutuações cambiais e inflação. No caso do Mercado Livre, a empresa atua hoje principalmente na Argentina, Brasil e México.

Na Argentina, por exemplo, a inflação em 2021 já ultrapassou 40%. Outro país em que a empresa atua, o Brasil, já registrou um grande aumento na inflação no último ano, bem acima da meta traçada pelo banco central.

O Mercado Livre é uma empresa de capital aberto listada na bolsa norte-americana.

Mercado Livre é uma das primeiras empresas sul-americanas listadas em bolsa a anunciar a compra de Bitcoin como reserva de valor

Em 2021 a adoção do Bitcoin alcançou novos patamares, com a entrada de grandes empresas no setor. Uma das maiores certamente foi a Tesla, empresa comandada por Elon Musk.

Agora o Mercado Livre também anunciou a compra de Bitcoin em seu balanço de informações público aos investidores. Como a empresa é listada na bolsa norte-americana, Nasdaq, ela deve comunicar fatos relevantes ao mercado financeiro.

Ao anunciar a compra de US$ 7,8 milhões (R$ 41.779.920) em Bitcoin, a empresa não deixou claro a data exata da aquisição.

A empresa também disse não ter previsão para que os bitcoins sejam vendidos, visto que são considerados de duração indefinida pela empresa.

“Como parte de nossa estratégia de tesouraria neste trimestre, compramos US $ 7,8 milhões em bitcoin, um ativo digital que estamos divulgando dentro de nossos ativos intangíveis de duração indefinida.”, afirmou a divulgação dos balanços do Mercado Livre.

Mercado Livre e Bitcoin

Não é bem uma novidade para quem acompanha o mercado de criptomoedas o fato de que o Mercado Livre poderia anunciar tal compra a qualquer momento. Isso porque, o CEO da empresa, Marcos Galperin, é fã declarado do Bitcoin e tem se demonstrado inclinado a fazer isso há alguns meses.

Além disso, na última semana o Mercado Livre já havia dado demonstrações de ampla adoção ao Bitcoin, quando passou a permitir a compra de imóveis com a criptomoeda.

Até o momento, a compra de imóveis com criptomoedas é permitida apenas na Argentina, país sede da companhia.

De qualquer forma, a tão aguardada notícia da compra de Bitcoin pelo Mercado Livre foi publicada na página da SEC.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
G7. Imagem: ShutterStock

G7 pressiona Rússia por causa de ransomwares e lavagem de dinheiro com criptomoedas

O G7 se reuniu no último final de semana e pressionou a Rússia por causa dos ransomwares que estão sendo criados por criminoso do...
Tesla. Imagem: Shutter Stock

Elon Musk diz que Tesla voltará a aceitar Bitcoin

A Tesla começará a aceitar Bitcoin novamente quando a maior parte do processo de mineração da criptomoeda for realizado por fontes de energia renováveis,...
Bitcoin regulação. Imagem: ShutterStock

Deutsche Bank diz que Bitcoin “passou dos limites” e não pode mais ser ignorado

A popularidade crescente do Bitcoin está incomodando governos e bancos centrais. A gota d'água foi a legalização da criptomoeda em El Salvador. De acordo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias