“Meu maior erro foi vender Bitcoin”, diz o Primo Rico, Thiago Nigro

Primo comprou o ouro digital, mas acabou vendendo em uma época talvez não tão ideal assim.

Siga no
Thiago Nigro vendeu Bitcoin em 2014
Thiago Nigro/Reprodução/YouTube

Muita gente já comprou Bitcoin na alta e vendeu na baixa, mas poucos comentam isso publicamente. No caso de Thiago Nigro, também conhecido como Primo Rico, ele afirmou que seu maior erro em investimentos foi vender Bitcoin.

Conhecido entre investidores do mercado financeiro tradicional, Nigro é um dos maiores youtubers de finanças do país. Com mais de 4 milhões de seguidores pelo YouTube, o Primo Rico compartilha seus aprendizados em suas redes sociais e cursos.

Para ele, no entanto, o maior investimento que já foi feito em sua carreira foi quando comprou Bitcoin. No auge de 2014, quando poucos ainda conheciam a moeda digital no Brasil, o Primo já havia comprado suas moedas.

O maior problema da compra, contudo, foi o momento da venda, destacou ele nesta quinta-feira (3).

Leia também: Primo Rico: “Utilizo criptomoedas como alternativa ao Ouro”

“Meu maior erro em investimentos foi vender Bitcoin em 2014”, afirmou Primo Rico

Em 2019, o Youtuber Thiago Nigro começou a investir em Bitcoin no seu quadro Rumo ao Bilhão. Na época, o Primo Rico investiu R$ 100 mil em Bitcoin, que lhe deu 2,83 Bitcoins. Considerando o preço do Bitcoin hoje, o valor daria 284 mil, ou seja, uma valorização superior a 180%.

Como fazia investimentos pela XDEX na época, e a corretora encerrou suas atividades, Thiago teve que vender suas moedas. Ele não comentou mais se havia investido em Bitcoin após esse episódio. Pelo menos não até hoje.

O Primo Rico foi até o Twitter na noite desta quinta para lamentar uma compra de Bitcoin. Em 2014, usando a corretora BitcoinToYou, o Primo Rico teria comprado Bitcoin pela primeira vez.

Para ele, esse foi o episódio de maior sucesso entre seus investimentos. O seu maior sucesso, entretanto, também é seu maior erro, pois em 2014 Nigro vendeu suas moedas no mercado.

“Meu maior acerto em investimentos: Comprar BTC em 2014.
Meu maior erro em investimentos: Vender BTC em 2014.”, afirmou o Youtuber Thiago Nigro

Ele apresentou ainda um comprovante de sua transação para seus seguidores. Com nome de usuário Thigas, sua ordem teria sido executada na corretora no dia 01/07/2014. No comprovante não ficou claro se foi a ordem de compra ou de venda realizada naquele fatídico dia.

Primo Rico comprou e vendeu Bitcoin em 2014/Twitter
Primo Rico comprou e vendeu Bitcoin em 2014/Twitter

Quanto valia o Bitcoin em 2014? Valorização de lá para cá é surpreendente

Em 2014, para surpresa da comunidade, o Bitcoin iniciou o ano com uma cotação próximo de mil dólares por unidade. No final daquele ano, contudo, cada moeda valia apenas 310 dólares cada (em média).

Com uma desvalorização de 66% no ano, muitos desistiram da moeda na época. Um deles foi Thiago Nigro, e considerando o dia 01/07/2014, ele vendeu (ou comprou) seus Bitcoins por 648 dólares cada.

O Primo Rico não deixou claro em seu Twitter a quantidade que tinha na época do seu maior erro nos investimentos. Mas considerando o preço do Bitcoin em U$ 19400 hoje, o Primo Rico perdeu pelo menos 2800% de valorização do Bitcoin desde então.

Ele é mais um a se juntar ao muro de lamentações de quem conheceu a moeda e não segurou suas economias digitais acreditando no futuro da moeda.

Leia também: “Só quero minha vida de volta”, diz homem que comprou bitcoin em 2014 e vendeu agora

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Primeiro ETF de Bitcoin na NYSE

Primeiro ETF de Bitcoin na NYSE inaugura com grande volume

O primeiro ETF de Bitcoin foi listado na NYSE nesta terça-feira (19), fazendo história como um dos 15 maiores já listados na bolsa norte-americana...
Símbolo da Binance em caldeirão pressão autoridades policias

Binance bloqueia conta de 20 clientes a pedido da polícia

A corretora Binance bloqueou pelo menos 20 clientes de acessar suas contas, a pedido da polícia para uma investigação internacional. O caso aconteceu na Colômbia...
Monte de Bitcoin observado por um touro ao fundo alta do preço cotação

Bitcoin dobrou de valor desde banimento na China

As preocupações econômicas do Bitcoin devido aos banimentos do Bitcoin na China, bem como a sua crise imobiliária, acabaram ficando para trás conforme o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias