Ministério da Comunicação conversa sobre metaverso com 5G com a Qualcomm

Visita mostrou ao Brasil algumas possibilidades de explorar o metaverso.

O Ministério da Comunicação (MCom) conversou na última quinta-feira (17) com a Qualcomm, empresa que pode trazer o 5G com metaverso ao Brasil.

Cumprindo agenda nos Estados Unidos, uma comitiva ministerial brasileira tem visitado grandes empresas para buscar parcerias para o país. O propósito principal dessa missão é “expandir a oferta de conectividade no Brasil e ampliar a inclusão digital e social“.

E a tecnologia 5G é uma forte candidata a melhorar a conectividade do país, levando internet a mais lugares com a internet móvel. As operadoras que oferecem serviços no Brasil já observam a tecnologia atentamente para implementar essa, que deve abrir as portas para melhora da internet em todo território.

Uma das possíveis parcerias que serão vistas foi celebrada em uma carta de intenções assinada pelo Ministério das Comunicações, a Telebras e a Viasat, essa última uma empresa norte-americana que opera no Brasil desde 2018. Atualmente essa empresa acessa até um satélite brasileiro para levar internet a várias instituições.

Comitiva do Ministério das Comunicações vai até empresa discutir 5G e metaverso para o Brasil

Além de conversar com a ViaSat, o Ministério da Comunicação também visitou a Qualcomm, gigante empresa fabricante de chips com sede em San Diego (EUA).

Nessa empresa que também cria soluções tecnológicas para comunicação móvel, a comitiva ministerial tratou de temas como a tecnologia 5G, metaverso, Internet das Coisas (IoT) e Open Ran. Essa última é uma arquitetura de redes móveis aberta que pode combinas soluções tecnológicas.

Em nota, o ministério disse que desenvolver tecnologias que compõem uma rede 5G é o foco do projeto Plataforma 5G BR, conduzido desde 2021 pelo CPQD com recursos do MCom.

Segundo ministério do governo interessado no tema

Com a novidade, o Ministério das Comunicações é mais um no Brasil a demonstrar interesse em discutir o tema do metaverso, impulsionado nos últimos meses em todo mundo. Várias soluções desse ambiente também estão integradas com criptomoedas e a Meta promete investir pesado no setor.

Antes do MCom, o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com a presença do Ministro Marcos Pontes, se reuniu com a Meta (ex-Facebook) para discutir como o país pode usufruir da novidade que chama atenção em todo mundo.

Vale lembrar que essas soluções podem ter ainda o complemento da tecnologia blockchain, que no Brasil é uma inovação reconhecida no âmbito da estratégia nacional de Governo Digital, criada em 2020 para acelerar a entrada do Brasil em plataformas digitais.

Pelo Twitter, o Ministro Fábio Faria divulgou um resumo da visita na Qualcomm onde falou sobre metaverso com 5G.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias