Ministério Público aciona justiça contra empresa de investimentos em criptomoedas

Mais uma suposta pirâmide financeira operando na Bahia recebe atenção das autoridades.

Siga no
Sede do Ministério Público do Estado da Bahia
Sede do Ministério Público do Estado da Bahia/Foto: Samory Pereira Santos

O Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) acionou a justiça contra uma empresa de investimentos em criptomoedas. A investigação começou após denúncias de clientes do negócio na instituição pública.

A empresa citada na ação é a You-Wallet, conhecida no mercado por investidores também como You X Wallet’. Segundo os investigadores, a possível pirâmide financeira atuava como parte do Grupo Águia Empreendimentos.

Vale o destaque que desde 2019 essa empresa já é investigada pelas autoridades da Bahia. Na época, um delegado chegou a ouvir um dos líderes do negócio, Joab Santos, mas depois o liberou.

Ministério Público da Bahia aciona justiça contra empresa de investimentos em criptomoedas

A ação foi proposta pelo promotor de Justiça Cristiano Chaves, que mira as ações supostamente fraudulentas da You-Wallet (You X Wallet). A empresa chamou atenção após captar investidores para receber rendimentos fixos de mercado com Bitcoin.

“Ministério Público estadual, por meio do promotor de Justiça Cristiano Chaves, acionou na Justiça a empresa You-Wallet, pertencente ao Grupo Águia Empreendimentos, com atuação no ramo de investimentos.”

O promotor pediu então que a justiça determine com urgência que a empresa informe nos contratos celebrados com clientes sobre os riscos do investimento. Além disso, o MPBA pede que a empresa deixe claras as informações sobre serem participantes do sistema de distribuição de valores mobiliários.

Outra determinação solicitada à justiça é para que a You X Wallet efetue o desbloqueio imediato dos valores de rendimento, bloqueados de alguns investidores. O promotor ainda pede que as promessas de rendimentos em dobro também sejam pagas.

“Requer também a condenação da acionada a restituir em dobro os valores indevidamente retidos dos consumidores-investidores, além de ressarcir o prejuízo causado aos consumidores e indenizá-los por dano moral coletivo.”

Investidores não entenderam porque tiveram seu saldo bloqueado

Nas denúncias que chegaram ao Ministério Público da Bahia contra a empresa que oferecia investimentos em criptomoedas, ex-clientes narraram não entender os motivos por trás dos bloqueios de seus saldos.

Sem aviso prévio ou contemporâneo das ações, clientes informam que foram pegos de surpresa quando os saques foram interrompidos.

Quando suspendeu os saques, a empresa chegou a afirmar haver sido alvo de um ataque cibernético, fato que também chamou atenção do promotor. Isso porque, no contrato celebrado com os clientes, em momento algum consta a informação de risco para tal modalidade de ataque, deixando claro que a empresa não era clara com seus clientes.

“O promotor acrescenta que a publicidade da empresa apontava no sentido de que se tratava da oferta de um investimento de alta rentabilidade, atraindo consumidores a aderir a essas aplicações, “sem esclarecer os riscos envolvidos e sem afirmar que existiam riscos de ataques cibernéticos”.”

Por fim, o MPBA destaca que a empresa citada e que poderá ser acionada pela justiça não ofereceu suporte aos clientes após os problemas, sendo esse umagravante.

No último ano, Joab Santos, da YouXWallet, acabou como réu em uma ação coletiva na Bahia. No Reclame Aqui, a empresa também é alvo da ira de ex-clientes, que já reclamam pela plataforma há dois anos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Debate Descentralizado: stablecoins podem impactar outras criptomoedas

As stablecoins são possivelmente um dos pilares do mercado de criptomoedas atualmente. O USDT, por exemplo, é usado como medidor de demanda por investidores....
Trade na Uniswap baleia

Criador da Uniswap quer melhorar negociações de baleias Ethereum

Hayden Adams, o criador da Uniswap quer implementar uma melhoria para as negociações de baleias de Ethereum. Um estudo está sendo feito em conjunto...
US Marshals na vigilância do telhado bitcoin

Polícia americana contrata empresa para armazenar bitcoins apreendidos

A polícia dos Estados Unidos quer guardar os bitcoins apreendidos em operações e para isso, contratou uma empresa especializada, a Anchorage Digital. De acordo com...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias