Início Bitcoin Na Comissão de Defesa do Consumidor, especialista defende que criptoativos sigam regras...

Na Comissão de Defesa do Consumidor, especialista defende que criptoativos sigam regras aplicadas às instituições bancárias

A REGULAMENTAÇÃO DOS CRIPTOATIVOS, COMO AS MOEDAS VIRTUAIS, FOI TEMA DE DEBATE NESTA TERÇA-FEIRA (5) NA COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR.

-

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O membro da subcomissão de Negócios Bancários da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), José Geraldo Franco Ortiz Júnior, afirmou na audiência do Senado Federal que discute a regulamentação das criptomoedas que as normas para o segmento deveriam ser parecidas com as aplicadas às instituições bancárias. O debate aconteceu na tarde dessa terça-feira (5) e reuniu parlamentes e especialistas.

“Em relação ao uso de criptoativos como meio de pagamento, investimento financeiro ou reserva de valor, a regulamentação passa necessariamente por aplicar aos operadores de criptoativos um regime jurídico compatível com aquele aplicável com quem lida com poupança popular ou fluxo financeiro de pessoas”, disse Ortiz Júnior.

Um dos motivos para aplicar as mesmas regras, falou, seria proteger o consumidor, a poupança popular e a estabilidade do sistema financeiro. “A lei poderia prever que ativos criptográficos custeados em favor de clientes passem a ser legalmente considerados como patrimônio segregado, não se confundindo com o patrimônio do próprio agente do mercado e não respondendo por suas obrigações”, disse.

A afirmação do membro da federação é só mais um capítulo da “briga” entre bancos e agentes do mercado de criptomoedas. Parecer do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o CADE, publicado em abril, apontou que há meses instituições bancárias vêm fechando contas de exchanges por temerem a concorrência do segmento. Ontem mesmo, a exchange BitCâmbio anunciou que teve a conta fechada pela Caixa Econômica Federal.

Especialistas debatem sobre o termo moeda

Participaram do debate outros especialistas da área, como o consultor do Departamento de Regulação do Sistema Financeiro do Bacen (Banco Central do Brasil), Mardilson Fernandes Queiroz, e o Diretor de Supervisão da Unidade de Inteligência Financeira do Ministério da Economia, Rafael Bezerra Ximenes de Vasconcelos. A discussão pairou sobre o termo “criptomoeda”.

“Moeda nós só temos uma aqui no Brasil. Tem uma questão constitucional, uma questão econômica e até filosófica para dizer o que é moeda. O Banco Central obviamente só reconhece como moeda o real emitido pelo Banco Central e suportado legalmente pela nossa Constituição”, disse Queiroz.

Já Vasconcelos defendeu que a tecnologia monetária usada nas moedas digitais também não é moeda, mesmo que apresente a ideia de segurança.

Discussões sobre regulação de criptomoedas ocorrem no Senado e na Câmara

O debate sobre a regulação das criptomoedas no Senado está previsto no projeto de lei 3.825 de 2019, de autoria do senador Flávio Arns (Rede-PR) e relatoria do senador (PSDB-AL). A proposta propõe a regulamentação do mercado de criptoativos no país mediante a supervisão e fiscalização do Banco Central e da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A regulação das criptomoedas também está sendo discutida em audiências públicas na Câmara dos Deputados.

“A regulamentação dos criptoativos, como as moedas virtuais, foi tema de debate nesta terça-feira (5) na Comissão de Defesa do Consumidor. O debate foi solicitado pelo senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL), que é relator de projeto sobre o tema (PL 3.825/2019).”

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Leia mais notícias sobre:
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Já escreveu para UOL, Gazeta do Povo, Agência Estadual de Notícias (AEN) e até para a gaúcha Zero Hora.

MAIS LIDOS

“De 5 mil, apenas 40 criptomoedas possuem liquidez”, afirma trader

Um trader e analista de criptomoedas, Willy Woo, afirmou que pouquíssimas criptomoedas são consideradas "bons investimentos". O trader utilizou dados do Coinmarketcap para apontar...

Unick Forex Caiu. PF cumpre mandatos de prisão

Finalmente a Unick caiu. A Polícia federal cumpre na manhã desta quinta feira dez mandatos de prisão contra a empresa que prometia dobrar investimentos...

Banco Santander expandirá uso de criptomoeda

O banco Santander, com sede na Espanha, afirmou que irá expandir o uso da tecnologia blockchain, utilizando para isso a Ripple (XRP). O Santander...

Golpe com Bitcoin no Distrito Federal deixa R$ 500 mil de prejuízo

As criptomoedas, principalmente o Bitcoin, são o foco dos golpes no Brasil, já tendo vários casos na capital Distrito Federal. Infelizmente, esses...

Analista mostra quais as melhores criptomoedas como reserva de valor

As criptomoedas tem encontrado como um dos pontos de sua adoção o fator reserva de valor. Com isso, um analista afirmou que três criptomoedas...

Gráfico Arco-íris do Bitcoin pode mostrar valorização de preço futura

Segundo o youtuber especialista em criptomoedas do Brasil, Guilherme Rennó, do canal Criptomaníacos, o gráfico Arco-íris do Bitcoin consegue mostrar a valorização futura da...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

“De 5 mil, apenas 40 criptomoedas possuem liquidez”, afirma trader

Um trader e analista de criptomoedas, Willy Woo, afirmou que pouquíssimas criptomoedas são consideradas "bons investimentos". O trader utilizou dados do Coinmarketcap para apontar...

Unick Forex Caiu. PF cumpre mandatos de prisão

Finalmente a Unick caiu. A Polícia federal cumpre na manhã desta quinta feira dez mandatos de prisão contra a empresa que prometia dobrar investimentos...

Banco Santander expandirá uso de criptomoeda

O banco Santander, com sede na Espanha, afirmou que irá expandir o uso da tecnologia blockchain, utilizando para isso a Ripple (XRP). O Santander...

Golpe com Bitcoin no Distrito Federal deixa R$ 500 mil de prejuízo

As criptomoedas, principalmente o Bitcoin, são o foco dos golpes no Brasil, já tendo vários casos na capital Distrito Federal. Infelizmente, esses...