O futuro econômico do Brasil com Bolsonaro e o impacto no preço do Bitcoin

Siga no

No dia 28 de Outubro o Brasil foi as urnas e decidiu quem será o próximo Presidente da República no Brasil, Jair Bolsonaro, candidato do PSL teve mais de 55% dos votos válidos e derrotou Fernando Haddad, candidato pelo PT.

Após a confirmação de que Bolsonaro governaria o país, o mercado se mostrou animado e o recebeu de forma positiva. Na manhã seguinte o dólar chegou a bater R$ 3,59, confirmando uma queda que vinha se estabelecendo desde que o mercado financeiro já enxergava a vitória do candidato.

Fernando Bergallo, Diretor de Câmbio da FB Capital disse o clima de esperança foi instalado no país e isso deve repercutir positivamente na economia.

_______

“Os empresários devem voltar a investir e contratar. Entretanto, a continuidade deste processo dependerá das próximas ações do Presidente eleito, principalmente se ele conseguirá aprovar as reformas necessárias, começando pela da Previdência”, explica Bergallo.

Medidas esperadas para o governo de Bolsonaro incluí o dólar e o juros baixando, com a perspectiva de colocá-los em patamares que já estiveram antes, como a moeda americana em R$ 3,20 e os juros mais longos próximos de 9,60%.

câmbio também, que saiu de R$4,20 para R$ 3,70, além dos preços dos títulos brasileiros, tantos os privados negociados no exterior, quanto os títulos da dívida interna.

Para o Economista-Chefe da DMI Group, Daniel Xavier, o candidato do PSL eleito que criticou a esquerda e prometeu enxugar o tamanho do Estado, incentivou o livre mercado e o empreendedorismo. “O futuro Ministro da Economia, Paulo Guedes, também se manifestou após a vitória. Defendeu o crescimento econômico com controle de gastos públicos e melhora do ambiente regulatório. Segundo Guedes, a reforma da previdência será priorizada juntamente com a desestatização de empresas. Pregou também o fim de privilégios e simplificação/redução de impostos. Com este perfil de governo mais propenso ao encaminhamento de reformas econômicas, o mercado financeiro reage positivamente nesta segunda-feira ao resultado das urnas.

A bolsa mostrou valorização, assim como o Real. As taxas de juros estão recuando em todos os vértices de sua estrutura a termo”, ressalta Xavier.

Seguindo tendência dos animos pela eleição de Jair Bolsonaro e da confirmação do juiz Sérgio Moro como futuro ministro da Justiça do novo governo, a Bolsa brasileira encerrou o dia no maior nível de sua história no dia 01/11/2018. Ibovespa, principal índice da Bolsa, fechou em alta de 1,14%, a 88.419,05 pontos. O recorde anterior (87.652,64 pontos) havia sido registrado em 26 de fevereiro deste ano.

_______

“Com relação as expectativas do Presidente Bolsonaro, elas são as melhores possíveis. Pelo menos o que foi dito ao longo da campanha, era de uma economia mais liberal e isso facilita, pois reduz burocracia, custos para empresas contratarem, favorecendo o emprego e a atividade econômica. O que o Brasil precisa é disso, desenvolvimento econômico e segurança. Agora é preciso acompanhar o desdobramento dos fatos”, lembra o Educador Financeiro do Blog de Valor, André Bona.

O mercado financeiro recebe Bolsonaro de uma maneira animada e positiva pois o candidato carrega aspectos liberais junto a sua equipe econômica. A grande maiorias dos projetos liberais pressupõem uma melhoria no ambiente para negócios, sendo favorável as empresas e seus respectivos lucros.

O que esperar do preço Bitcoin no Brasil com Bolsonaro?

O preço do bitcoin é negociado no mundo por dólares. No brasil, obviamente que cada bitcoin é negociado em Reais. Mas em uma conversão livre o valor não é tão honesto no Brasil com o resto do mundo.

No momento da redação deste artigo o preço do Bitcoin era de US $6.330 pelas principais corretoras do mundo, R$ 23.391 na conversão livre. Entretanto, o Bitcoin era negociado nas principais corretoras brasileiras por R$23.857, de acordo com o Bitvalor. Uma diferença de aproximadamente 2%.

Existe portanto uma diferença de negociação quando comparamos o valor de compra no Brasil e o valor em Dólar ou Euro. Essa diferença é chamada de Ágio quando a porcentagem é paga acima do valor justo, e deságio quando é pago a porcentagem abaixo do valor justo.

De acordo com a Infomoney, especialistas esperam que com Bolsonaro o dólar caia para até R$3,00 em 2019, se isso ocorrer de fato e o mercado de criptomoedas continuar estável com o Bitcoin sendo negociado a US $6.500, talvez vamos ver o Bitcoin Brasil sendo negociado por valores entre R$19.500 e R$20.000.

Em outras palavras, se a tendência do dólar mais baixo se concretizar, podemos esperar um preço Bitcoin / Real mais baixo também.

Fontes: Gueratto Press / Infomoney

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias