O melhor está por vir para o Bitcoin, diz Nobel em Economia 2018

Visão de um dos Nobel em Economia de 2018.

-

Siga no
Anúncio

Um Nobel em Economia tem a vantagem de ter sua opinião sempre será levada em conta pelo prestígio adquirido, e dessa vez o Bitcoin e demais criptomoedas foram endossadas por um dos grandes intelectuais do mundo atual.

Em uma entrevista a Bloomberg no último dia 17 de dezembro, o especialista em economia Paul Romer falou bem da criptografia, pois ela é fundamental para a proteção dos bens que queremos manter seguros e devem ser mais utilizados.

Em relação a transações com criptografias, ou também chamadas de criptomoedas, o mesmo disse que há muitas formas atualmente para se realizar trocas de valores de forma digital.

Anúncio

Paul comparou as instituições de cartão de crédito, que realizam a manutanção de saldos dos seus usuários, e conseguem saber quem envia para quem, quanto é enviado e quando. Essas entidades seriam centralizadas.

Mas com as criptomoedas ninguém tem controle das transações, apesar disso o sistema é seguro, com nodes e mineradores validando as transações com um algoritmo. Na visão de Paul Romer isso é inovador, mas dá ainda um certo medo.

A repórter da Bloomberg disse que a maior parte das pessoas que utilizam criptomoedas são as que estão insatisfeitas com os governos, ou ainda com problemas em países como Argentina e Turquia, e Paul disse que os países tem melhorado a capacidade de controlar a inflação, o que poderia não ser uma razão correta para uma maior adoção das criptomoedas.

Quando questionado sobre a blockchain, Paul Romer que é um entusiasta de novas tecnologias, foi dito que a tecnologia possui muitas utilidades no mundo, como rastreio. Em contrapartida, o Nobel não acredita que a mesma seja melhor do que a confiança em um governo.

A entrevista na íntegra ainda abordou uma pergunta sobre qual moeda fiat poderia substituir o dólar, e Paul citou que faz uma previsão de que em pelo menos cem anos haverá uma solução concorrente ao dólar.

Paul é um entusiasta da linguagem Python de programação, e está sempre de olho em novas tecnologias.

Paul Michael Romer é um economista norte americano que foi o precurssor da Teoria do Crescimento Endógeno, um campo em alta que pretende explicar os fatores de crescimento da economia.

Por fim, de acordo com a visão de um Nobel em Economia de 2018, as criptomoedas podem ter muitas aplicações, e que essa inovação deve ser colocada em prática e levada a mais pessoas para se provar funcional mas que o melhor ainda está por vir.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin e gráfico em queda de preços

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...
Europa (União Europeia e Bitcoin)

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...
Sequestro envolvendo Bitcoin e criptomoedas

Polícia desarticula sequestro que pedia Bitcoin pelo resgate de mulher

Um sequestro de uma mulher no Ceará, que pedia R$ 1 milhão em Bitcoin como resgate, foi desarticulado pela polícia civil em 12 horas....

Últimas notícias

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...

Brasil desenvolve com blockchain uma identidade descentralizada

O Brasil caminha rumo às novas tecnologias e já desenvolve com uso da blockchain um novo projeto. Chamada de identidade descentralizada, a solução promete...