Anúncio
Início Análises O que é a Mainframe (MFT)

O que é a Mainframe (MFT)

-

A WEB 2.0 nos deu poder de criar conteúdo na internet – tarefa que na WEB 1.0 era feita apenas pelos webmasters – podemos publicar vídeos no Youtube, fotos no Instagram, fazer postagens no Facebook e muito mais. Todos esses sites “são de graça”, e, existe uma teoria que diz que “se um site é gratuito, o produto é você“.

Pois bem, vivemos em um ambiente online que não existe privacidade, aceitamos isso quando damos “ok” nos termos de uso de centenas de sites que nos cadastramos todos os dias. Quando alguém pergunta se estamos bem com isso, ele pode ouvir uma resposta condescente de que “pouco importa a privacidade”. Afinal, quase ninguém sabe ao certo o que essas empresas podem fazer com nossos dados, então, “basta colocar um durex na câmera do notebook e depois excluir às mensagens do facebook”, certo?

Não é bem assim, os problemas de privacidade e segurança vão muito além do que os usuários conseguem perceber, pegue como exemplo o caso recente do Facebook e a Cambridge Analytica, a empresa vendeu dados de usuários para manipular as eleições dos EUA.

Insano! certo? Isso é só a ponta do Iceberg! Já houveram casos que empresas monitoravam o status do whatsapp de usuários, e aqueles que passavam a noite inteira online começaram a receber anúncios de empréstimo bancário, ou seja, de alguma forma a empresa fez um cruzamento de dados e chegou a conclusão que insônia poderia estar ligado a problemas financeiros. E não acaba aqui, uma varejista americana consegue descobrir quando uma pessoa está gravida antes mesmo dela saber.

É difícil citar todos os casos de como nossos dados são usados e explorados por essas empresas que nos oferecem serviços “de graça”. Além disso, esses bancos de dados com todas nossas informações são um prato cheio para hackers.

A WEB 2.0 não é segura e nem anônima. Ela precisa ser atualizada para uma nova versão que ofereça segurança e privacidade aos usuários, e é aqui que a Mainframe entra.

O que é a Mainframe (MFT)?

Mainframe é uma plataforma que possibilita o desenvolvimento de dapps (aplicações descentralizadas) ser fácil de verdade. Hoje em dia, para construir uma aplicação realmente descentralizada é preciso se conectar a diversos protocolos.

Cada um desses protocolos tem suas particularidades e pode ser muito demorado, custoso e complicado se conectar a todos eles a tempo de lançar uma aplicação que resolva um problema real do mercado. Por isso, a Mainframe se propõe a se conectar com todos os protocolos possíveis e fornecer aos usuários uma forma fácil e rápida para se conectar a eles, através de um SDK. Dessa forma, a Mainframe consegue ser resistente à censura e vigilância e oferece maior privacidade aos usuários.

A plataforma Mainframe conta com uma rede de nós para retransmitir e rotear pacotes de dados pela rede. Os nós são incentivados pelos tokens Mainframe (MFT), que é a criptomoeda nativa da plataforma Mainframe. O token Mainframe é reconhecido pelo símbolo “MFT“.

A visão que a Mainframe está vendendo é aquela composta por aplicativos imparáveis. É uma camada de comunicações web3 que é invulnerável às ameaças atuais de hackers, privacidade e censura, a Mainframe é a atualização ideal para a Internet como a conhecemos atualmente.

Então, o que é Mainframe? Em seu sentido mais básico, é uma plataforma para aplicativos descentralizados (dApps). Esses aplicativos podem fazer tudo o que os aplicativos comuns podem fazer. Eles podem enviar dados, efetuar pagamentos, armazenar arquivos e concluir tarefas, mas de uma maneira muito mais segura.

E a beleza de algo como a Mainframe é sua robustez. Como é composta de nós distribuídos em todo o mundo, é tão impossível de comprometer quanto a rede Bitcoin.

Desenvolvimento da Mainframe

A Mainframe foi fundada por Mick Hagen, que também atua como CEO da empresa. Todo o projeto é gerenciado e desenvolvido por uma equipe de 15 pessoas, incluindo Mick e o CTO, Carl Youngblood.

Mick Hagen e Carl Youngblood já estiveram no Brasil em uma série de Meetups apresentando a plataforma.

Em um dos Meetups, o qual o Livecoins teve a honra de participar, Mick Hagen contou sua história: Em 2007, Mick fundou a Zinch, uma empresa que ajudava estudantes do ensino médio a se conectarem com faculdades para encontrar bolsas de estudos. A empresa foi posteriormente adquirida pela Chegg, Inc. em um negócio de US $ 45 milhões.

Em 2014, Mick começou a trabalhar em um aplicativo de e-mail descentralizado chamado Spatch. Durante o desenvolvimento, Mick e a equipe de desenvolvimento enfrentaram muitos desafios tecnológicos que ocasionalmente levaram à criação da Mainframe.

A Mainframe criu o Token MFT com uma oferta total de 10 bilhões de tokens. 50% do total do fornecimento de token foi reservado para a venda. Em vez de uma ICO tradicional (oferta inicial de moeda), a empresa optou por um processo de crowdgift em três fases. desde agosto de 2018, duas fases do processo crowdgift já foram concluídas.

Os investidores incluem a Pritzker Group, a Techstars Kima Ventures, a Hoxton Ventures a Faber Ventures, entre muitas outras, o que é um forte sinal para o potencial desse projeto.

Status atual da Mainframe

O token da Mainframe, MFT, está sendo negociado atualmente em várias corretoras e está sendo adicionado em importantes exchanges desde julho. A empresa começou a divulgar e executar seu roadmap, e fez um excelente trabalho colaborando com a Fundação Ethereum, que costuma dar muito crédito a eles.

A Mainframe lançou no Slack o aplicativo Onyx que foi muito bem recebido, o aplicativo tem foco de testar o poder da rede. A rede é projetada para que os nós a executem e sejam pagos nas operações em MFT. Se o valor da rede aumenta, o mesmo acontece com o valor de um token.

O Aplicativo oferece um vislumbre de um futuro em que não apenas pessoas, mas empresas e órgãos governamentais podem desfrutar de comunicações internas seguras sem medo de que informações confidenciais sejam monitoradas ou roubadas.

Quais são os benefícios da Mainframe?

A Mainframe vai ajudar a construir a WEB 3.0. Depois que os programas de vigilância em massa da NSA foram expostos por Edward Snowden, o mundo tomou conhecimento da extensão total da capacidade dos governos de interceptar e monitorar as comunicações entre cidadãos. Sabe-se agora que muitos outros governos, como o da China, se engajam em práticas semelhantes ou até mais extremas.

O que muitas pessoas não entendem é que não há nada intrinsecamente anônimo ou seguro na internet. Só oferece a aparência dessas coisas. A arquitetura básica da internet é de décadas, e os poderes existentes tanto no setor público quanto no privado que construíram essa infraestrutura sabem exatamente como tudo funciona e como construir / encontrar backdoors para as redes que os utilizam.

A rede Mainframe consiste em várias camadas que implantam uma combinação de criptografia avançada e ledgers distribuídos para conceder aos usuários controle absoluto sobre suas informações.

No nível mais baixo, a Mainframe consiste em uma rede p2p usada para propagar e executar transações blockchain. Essa camada de rede abstrai a camada subjacente de transporte da Internet geograficamente rastreável na qual ela se baseia, atribuindo aleatoriamente endereços a cada ponto ou nó. O valor pode ser trocado entre nós nesta rede usando tokens.

A mainframe fornece protocolos adicionais acima dessa camada de transporte para comunicações seguras. Cada nó da Mainframe expõe várias interfaces de serviços p2p para camadas de aplicativos, incluindo interfaces para transações blockchain, roteamento de pacotes, armazenamento de pacotes, armazenamento de arquivos e serviços de dados.

Por sua vez, cada um desses serviços p2p é fornecido inteiramente por pares que operam em cooperação incentivada uns com os outros, sem depender de qualquer infraestrutura gerenciada.

A rede Mainframe é essencialmente uma rede de comunicações peer-to-peer (P2P) descentralizada que combina a segurança criptográfica inerente da tecnologia blockchain com recursos adicionais que protegem a privacidade do usuário e dificultam as tentativas de vigilância de terceiros. O token da MFT atua como o combustível para essa rede e um incentivo para que os nós façam seu trabalho de executar a rede.

Como a Mainframe é diferente de outras criptomoedas?

Diferentemente do Bitcoin e outras plataformas de criptomoedas orientadas a pagamentos P2P, a Mainframe não pretende substituir os atuais sistemas de pagamento. O protocolo Mainframe é focado principalmente em fornecer uma plataforma segura e resistente a censura para comunicações.

A plataforma Mainframe implementa vários protocolos exclusivos, como técnicas de criptografia e modo de roteamento escuro, a fim de aumentar a segurança e a privacidade dos usuários e suas informações, facilitando, ao mesmo tempo, a troca perfeita de dados.

A plataforma de mainframe apresenta uma economia incentivada, que garante que os nós sejam motivados por recompensas, a fim de cooperar e ajudar a manter o funcionamento da rede. Os serviços incentivados incluem:

Roteamento de pacotes incentivado
Entrega de pacotes incentivada
Exploração de pacotes incentivada
Armazenamento de arquivos incentivados

É bom ficar de olho na Mainframe

O protocolo da mainframe parece atender a uma demanda crescente de plataformas de mensagens e comunicação resistentes à censura e à vigilância. A plataforma pode ter um valor para aqueles que levam sua privacidade online a sério, mas um fato que não pode ser ignorado é que ainda há um grande número de pessoas que não sabem ou simplesmente não se importam com os problemas de privacidade.

A plataforma se beneficia de uma equipe qualificada de liderança e desenvolvimento. O fundador e CEO, Mick Hagen está envolvido no setor de comunicação há vários anos e já criou uma empresa de sucesso.

A equipe de desenvolvimento já lançou seu primeiro aplicativo baseado no protocolo Mainframe, que fornece um caso de uso para o token.

A Mainframe atraiu considerável atenção de várias entidades que estão apoiando o projeto. A plataforma ainda está em seus estágios iniciais de desenvolvimento e, considerando a natureza volátil das criptomoedas, é difícil fazer um julgamento sobre o futuro aparentemente brilhante do projeto. Mas é bom ficar de olho!

Vídeo da Mainframe sobre DAPPS.

Site da Mainframe: https://mainframe.com/

Preço Mainframe (MFT)

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins, Analista de Sistemas e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br

MAIS LIDOS

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais...

2 indicadores de Bitcoin que você deveria prestar atenção

Existem centenas de indicadores que você pode utilizar em suas análises de Bitcoin. RSI, MACD, Médias Móveis, Bandas de Bollinger e por aí vai....

Samsung adiciona suporte ao Bitcoin

Sediada em um dos principais países de olho no Bitcoin, a Samsung não poderia demorar a se voltar para a moeda digital. De fato,...

Mais de R$ 70 milhões em bitcoins “somem” da Indeal

Investigações sobre o caso da Indeal revelam que mais de R$ 70 milhões praticamente sumiram das contas da empresa. À justiça, a Indeal alegou...

Unick Forex 2.0? Youtuber vaza imagens de novos projetos da empresa antes de lançamento

Imagens publicadas por um youtuber mostra que a Unick Forex prepara um novo lançamento no mercado. Segundo o canal Denistein, a empresa prepara uma...

Escreva seu comentário:

1Xbit

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais...