O que motivou a queda dos preços do Bitcoin na última semana?

Siga no

A criptomoeda Bitcoin e demais ativos digitais são conhecidos no mundo por sua extrema volatilidade, que é a oscilação de preços sem controle, mas na última semana os preços saíram de cerca de USD 7.400 e foram a USD 6.400.

Obviamente, em mercado regulamentados como bolsas de valores, quando o preço oscila de forma brusca no decorrer do pregão, os trades são suspensos para se averiguar o que está havendo no mercado, prática chamada de Circuit Breaker, mais isso não ocorre no mercado das criptomoedas.

Os investidores que não estão acostumados a entrar em um mercado de renda variável podem achar estranho, mais a realidade é que as criptomoedas são tratadas como investimentos por várias pessoas, e nesse caso são consideradas como renda variável e não renda fixa.

Entender a diferença é fundamental, pois as criptomoedas não prometem renda a seus investidores e nem ganhos fixos, que por vezes esquemas de pirâmides chegam oferendo.

Na última semana, em específico dias 05/09 e 06/09/2018, com a queda brusca muitos rumores apareceram no mercado e fomos buscar entender o que se passou, sem esquecer que esse é um ativo volátil e está sujeito a isso.

Um dos motivos aparentes seria que o Goldman Sachs teria rejeitado a ideia de que teria a sua própria Exchange, e isso seria ruim visto que o Banco é grande e atrairia muitos investidores ao mercado cripto.

O anúncio de que não será criada a plataforma de trades própria partiu do CFO do Goldman Sachs, Martin Cháves, alegando que os rumores que haveria essa criação eram fake news.

Outro motivo teria sido a venda de cerca de 10.000 Bitcoins de uma só vez, que ocorreu antes do anúncio do CFO do banco, venda essa que teria causado um enorme dump nos preços do ativo.

As altcoins, que em grande parte possuem correlação com o Bitcoin também despencaram com o preço do ouro digital.

O alerta do Dump partiu do site de Inteligência Artificial chamado Ronin AI, que analisa as transações de criptomoedas em tempo real.

Há quem especule que tenha sido uma manipulação de mercado, mas não há informações que concluam esse raciocínio apesar do mercado ter sentido o golpe.

Obviamente, há quem ache ruim a volatilidade e há quem ache bom, visto que a mesma representa liquidez no mercado e novas possibilidade de compra e venda do ativo para os traders que estudam Análise Técnica.

Na Independência do Brasil o Bitcoin continua sendo negociado na casa de USD 6.400 ainda, será que a próxima semana será de melhora?

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil sobre criptomoedas e Bitcoin

Auditor da Receita Federal diz que volume de Bitcoin no Brasil dobrou em um...

O auditor fiscal da Receita Federal do Brasil Jonathan José Formiga de Oliveira disse que o volume de Bitcoin no Brasil apurado mensalmente, dobrou em...
Hacker e Bitcoin

Protocolo DeFi sofre ataque hacker e perde R$720 milhões

O protocolo de finanças descentralizadas Cream Finance sofreu um ataque que drenou 720 milhões de reais em tokens através de um ataque que utilizou...
Foto da Fachada da Prefeitura de Niterói

Niterói observa tecnologia blockchain, prestes a criar moeda digital

A cidade de Niterói é uma das que observa o potencial da tecnologia blockchain de perto, período em que também avalia criar uma moeda...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias