“Pastor do Bitcoin” reaparece e diz que caiu em golpe

Pastor culpou trader desconhecida por golpe.

Siga no
Pastor do Bitcoin com sua esposa em declaração aos clientes
Pastor do Bitcoin com sua esposa em declaração aos clientes/ Reprodução

Em um vídeo divulgado em redes sociais, o “Pastor do Bitcoin” reapareceu junto a sua esposa para dizer que caiu em um golpe da chamada “Rainha das Operações”, uma suposta trader que o lesou.

A empresa Eagle Eyes é apenas mais uma da região de Cabo Frio a registrar problemas nas últimas semanas, suspendendo os pagamentos prometidos aos clientes. Morador da região há 30 anos, Jonas Gomes da Silva era pastor em uma igreja no Bairro Jardim Esperança.

Além disso, ele era um proeminente empresário da região, sendo dono de um restaurante e até um ônibus de viagem para turismo. Contudo, a Eagle Eyes, empresa que ele também abriu, prometia retornos mensais de 15% para seus clientes, sendo o estopim para uma série de problemas.

No final de setembro de 2021, a Eagle Eyes enviou uma nota para os clientes dizendo que iria suspender os saques, mas o Pastor Jonas logo sumiu. Ao notar que ele não estava mais sendo encontrado, alguns clientes partiram para a ação.

O restaurante do Pastor do Bitcoin logo foi incendiado, seu ônibus de viagens para turismo roubado e a igreja na qual celebrava cultos totalmente saqueada. Esses episódios marcaram uma tensão na relação da empresa com seus clientes, imediatamente após o fim dos saques.

Empresa Eagle Eyes em Cabo Frio é acusada de suspender pagamentos
Capa do contrato firmado pela Eagle Eyes em Cabo Frio com clientes/Foto cedida por cliente da empresa ao Livecoins

“Pastor do Bitcoin” reaparece para dar explicações e afirma ter sido alvo de golpe da “Rainha das Operações”

Quase duas semanas após o seu sumiço, o “Pastor do Bitcoin” reapareceu em um vídeo divulgado entre clientes da Eagle Eyes, que esperavam por informações sobre seu paradeiro e sobre os aportes que realizaram naquela empresa, suspeita de operar uma fraude financeira.

Em um vídeo gravado inicialmente com voz de choro, o “Pastor do Bitcoin” começou sua fala dizendo que era alvo de ameaças de clientes da empresa que criou em Cabo Frio. Ele declarou que uma funcionária da empresa foi perseguida por um dos consultores da Eagle Eyes, que fez ameaças graves para sua família.

“O motivo do nosso encerramento foi que os investidores começaram a pedir o seu capital de volta, devido aos noticiários envolvendo empresas de investimentos na cidade de Cabo Frio. Automaticamente, eles também pararam de fazer o seu investimento e a gente parou de enviar recursos para nossa trader”.

Em sua declaração, Jonas alegou ter uma sócia e trader, chamada “Rainha das Operações“, que recebia o dinheiro para que rentabilizasse esse em operações no mercado.

Na sua fala, Jonas então alegou que caiu em um grande golpe no mercado, prometendo em breve voltar com mais explicações aos clientes. O portal local RLagos procurou contatar a mulher citada pelo pastor em sua fala, mas não conseguiu.

Esposa do pastor lembrou que há cartazes deles espalhados por Cabo Frio e por isso fugiram

A esposa do pastor também leu uma mensagem no vídeo, informando que foi alvo de ameaças, que motivou a fuga deles. Ela pediu que pessoas que tem sido alvos de clientes furiosos sejam isentadas, visto que algumas delas não tem relação com a Eagle Eyes.

Na nota lida pela esposa do Pastor do Bitcoin, ela declarou que há cartazes de procurados espalhados por Cabo Frio contra eles. Assim, eles fugiram para proteger suas vidas, disse ela.

Por fim, eles não informaram quando deverão enviar uma nota sobre o assunto, com os clientes sem qualquer previsão de receber qualquer valor prometido de volta.

Contrato da Eagle Eyes não deixava claro que empresa terceirizava operações com pessoa externa

Apesar dos esclarecimentos da Eagle Eyes em vídeo divulgado, a informação chama a atenção ao se comparar o que foi dito pelo casal com o contrato que eles mantinham com seus clientes.

Em uma das páginas do contrato assinado por Jonas com uma cliente, compartilhado com o Livecoins por uma cliente da empresa que prefere permanecer anônima, fica claro que a Eagle Eyes se apresentava como trader final, e não como intermediador de serviços de trade de criptomoedas.

Contrato da Eagle Eyes com clientes não deixava claro que empresa usava um trader de fora da empresa para operar criptomoedas
Contrato da Eagle Eyes com clientes não deixava claro que empresa usava um trader de fora da empresa para operar criptomoedas/ Imagem compartilhada com o Livecoins por cliente

O documento ainda afirmava que o trader da empresa não era qualquer pessoa, mas sim alguém regulamentado no Brasil para exercer essa atividade. Assim, o que foi dito pelo casal está totalmente em desencontro com o que era dito aos clientes, documentos estes até reconhecidos em cartório.

Como o contrato informa que a empresa tem até 40 dias para devolver o dinheiro, prazo que daria no início de novembro ainda, alguns clientes já se organizam para tentar tornar este contrato inválido e solicitar seu capital antes do período final.

Em conversa com a reportagem, a investidora lesada pelo casal ainda disse que os clientes da Eagle Eyes não acreditaram no teor do vídeo, que pode ter sido gravado apenas para livrar a imagem de pessoas ligadas a eles e que estão sob ameaça de clientes.

O Livecoins tentou o contato com o “Pastor do Bitcoin” para comentar sobre essa confusão em sua fala e contrato, mas não localizou ele até o fechamento desta matéria. Assim, o espaço permanece em aberto para manifestações da empresa.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin na frente com traders desfocados ao fundo

Para Elon Musk, operar criptomoedas alavancado é “loucura”

O bilionário Elon Musk concordou com uma explicação sobre operar Dogecoin e criptomoedas alavancado no mercado é situação de alto risco para investidores. Operações em...
South-Park-Bitcoin

South Park imagina futuro com Bitcoin: “confiamos em esquemas Ponzi”

Qual desenho melhor para prever o futuro? South Park ou Os Simpsons? Ambos praticam a arte de tentar prever como será o mundo, oferecendo...

Carros de luxo são apreendidos em operação contra fraude com criptomoedas em Manaus

Na manhã deste sábado, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) deflagrou a Operação Blockchain Fake para cumprir mandados de busca e apreensão e desarticular...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias