Pesquisa indica que 9% dos adolescentes nos EUA negociaram criptomoedas

O estudo destaca também que as redes sociais possuem uma grande influência na adoção dos ativos digitais.

Siga no
Empresa vai pagar parte dos salários em Bitcoin
Mulher segurando Dólares e Bitcoin

Quando falamos que o Bitcoin e as criptomoedas são o dinheiro do futuro, isso tem muito mais implicações do que simplesmente substituir o sistema tradicional, afinal, o dinheiro do futuro estará presente no caminho das próximas gerações. Uma recente pesquisa indicou que 9% dos adolescentes entrevistados já fizeram transações com criptomoedas.

A pesquisa foi realizada pela empresa de investimento institucional Piper Sandler e teve como grupo de amostra mais de 7 mil adolescentes. A pesquisa foi realizada durante o primeiro trimestre de 2021 em 47 estados dos EUA. De acordo com os resultados, dos 9% dos adolescentes que disseram investir em criptomoedas, 81% são do sexo masculino. 

Além disso, os adolescentes declararam ter gastado mais durante 2021 em relação a 2020, com um aumento de 1% no gasto durante o período (média de US$ 2.165 por participante). No entanto, vale mencionar que eles também declararam que 61% do valor gasto eram contribuições de seus pais.

Além disso, 33% dos entrevistados declararam que eles possuem um emprego de meio-período, valor similar a última pesquisa realizada no penúltimo trimestre de 2020, mas é 4% menor do que a pesquisa realizada no começo do ano passado.

Adolescentes estão desacreditados no sistema financeiro

Os resultados também mostraram que, assim como no ano passado, a maioria dos adolescentes entrevistados acreditam que a economia dos EUA está ficando cada vez pior.

No entanto, vale ressaltar que o número dos que possuem essa opinião caiu, marcando 46% do total em relação a 48% em 2020.

Apenas 25% dos adolescentes disseram acreditar que a economia estava ficando melhor.

A relação entre o descontentamento com a economia e o investimento em criptomoedas é algo que pode ser sentido em todos os setores e diferentes faixas etárias. A noção de que o Bitcoin (e algumas outras altcoins) são uma boa forma de se proteger da inflação aos poucos ganha cada vez mais força.

O estudo destaca também que as redes sociais possuem uma grande influência na adoção dos ativos digitais.

Relação das redes sociais e o investimento em criptomoedas por adolescentes

A pesquisa também trouxe informações sobre as redes sociais mais utilizadas pelos adolescentes. O Snapchat está na frente da concorrência com 31% da preferência, seguido bem de perto pelo TikTok com 30% e o Instagram com 24%, número que vem caindo cada vez mais com o passar dos anos.

O TikTok vem ganhando cada vez mais relevância e, curiosamente, muitos usuários utilizam a plataforma para falar dos investimentos e às vezes até tentar gerar um lucro em curto prazo ou simplesmente tentar prever o preço da moeda usando astrologia.

Com essa crescente influência das redes sociais, mais pré-adolescentes e adolescentes são expostos ao criptomercado e cada vez mais investidores começam a apostar nas criptomoedas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Corretora Brasileira Mercado Bitcoin

Mercado Bitcoin contrata JPMorgan e prepara IPO

O Mercado Bitcoin, maior corretora de criptomoedas do Brasil vai seguir os planos da americana Coinbase e começou a se preparar para abrir capital...

Imóveis nos EUA são vendidos acima do preço ofertado

A Redfin, agente imobiliário listado na bolsa Nasdaq, informou que o mês de março foi recorde nas 400 regiões metropolitanas em que atua. Na...
Gráfico do Bitcoin com preço em crescimento alta

Bitcoin renova máxima história e supera US $ 63 mil

Na manhã desta terça-feira (13), o preço do Bitcoin ultrapassou a marca de 63 mil dólares pela primeira vez na história . A criptomoeda...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias