Pesquisa na Inglaterra aponta grande oportunidade para as criptomoedas no país

Siga no

Se tem um futuro certo para muitos que acompanham o mercado das criptomoedas é o fato de acontecer uma grande valorização dos preços do Bitcoin e altcoins, mais do que isso, poder utilizar as moedas em pagamentos do cotidiano.

Mas para ver uma grande adoção às criptomoedas tem que acontecer muita coisa ainda, sendo uma das principais barreiras o fato de serem pouco conhecidas no mundo.

Uma pesquisa feita na Inglaterra aponta que mais de 70% das pessoas nunca ouviram falar de criptomoedas no país.

Oportunidades acontecem na Inglaterra

O regulador financeiro do Reino Unido, chamado de Financial Conduct Authority, pesquisou recentemente mais de 2.132 consumidores do Reino Unido e Irlanda do Norte em um esforço para entender melhor seus “hábitos de conscientização, compreensão e compra relacionados a criptomoedas”.

Os resultados da pesquisa mostraram que cerca de 73% nunca ouviram falar de criptomoedas ou não conseguiram definir o que são.

Dos 27% que foram capazes de definir criptomoedas, a maioria deles eram homens entre as idades de 20-44. A pesquisa ouviu apenas pessoas acima de 16 anos.

Fonte: https://www.fca.org.uk/publication/research/cryptoassets-ownership-attitudes-uk-consumer-survey-research-report.pdf

Um outro fator interessante foi que dentre aqueles que compraram criptomoedas, 84% usaram exchanges para adquiri-las.

Isso poderia mostrar que no país o mercado de criptomoedas peer-to-peer (P2P) pode estar sendo pouco utilizado, cabendo o destaque que as corretoras fazem o oposto do que acreditava Satoshi Nakamoto, que criou o Bitcoin para ser uma moeda livre de intermediários.

Criptomoedas são uma aposta?

As razões mais populares para comprar criptomoedas foram como uma aposta (31%), ou como parte de uma carteira de investimentos (30%).

Fonte: Pesquisa

A pesquisa tratou as criptomoedas como sendo “criptoativos” em várias partes, um termo que não é apreciado por quem acredita que o Bitcoin é uma moeda mundial da internet e não um investimento tradicional.

Tratar o Bitcoin como investimento, como uma ação de uma empresa e esperar uma imensa valorização foram fatores que inclusive afastaram o cofundador da Apple, Steve Wozniak, da moeda.

Fato é que com as criptomoedas sendo conhecidas por menos de um quarto da população inglesa, uma grande oportunidade para empresas do ramo se apresenta, ao ter no cenário uma missão de ensinar da forma correta o funcionamento das criptomoedas, principalmente ao verificar que nessa mesma pesquisa cerca de 23% da população ouviram falar pela primeira vez pelas notícias da internet.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Bitcoin é igual o Kenny do South Park, morre, mas sempre volta”, diz diretor...

South Park é um dos desenhos mais famosos dos últimos anos, com um humor adulto e ácido e personagens simples, mas memoráveis. De acordo...
WTF dólar. (Imagem: ShutterStock)

Na surdina, congresso dos EUA introduz emenda que dá mais poder ao FED para...

No dia 28 de julho deste ano uma emenda foi introduzida para votação no Congresso dos EUA. O texto, apoiado pelo democrata Don Beyer, introduz...

Quantas vezes a China já baniu o Bitcoin?

Desde 2009 a China vem brigando para manter o yuan como a única moeda usada no país, proibindo que seus cidadãos tenham qualquer tipo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias